Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

'' Havia Sol na praça" Vergílio Ferreira e apresentação do conto escrito pelo grupo

Análise interpretativa dos alunos sobre conto "Havia Sol na praça" de Vergílio Ferreira, algumas informações sobre o autor e ainda a apresentação do conto escrito pelo grupo. Disciplina de Português 10ºano
by

bb ee

on 5 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of '' Havia Sol na praça" Vergílio Ferreira e apresentação do conto escrito pelo grupo

Autor
Conto do grupo
Personagens
Ação
Tempo/Espço/Narrador
Corrente literária:
escritor, professor e ator.
Profissões:
Nasceu: 28 de janeiro de 1916 em Gouveia
Morreu: 1 de março de 1996 em Lisboa.
PERSONAGENS
Vergílio António Ferreira
Situação inicial
existencialismo e neorrealismo
Temáticas:
a morte, o mistério, o amor, o sentido do
universo, a arte e a inquietaçao física e existencial
Obras:
Até ao fim;
Na tua face;
Invocação ao meu corpo;
Estrela polar.

As diferenças sociais
“E era assim todas as manhãs. Eu subia a rua para a repartição, ele descia-a para a vadiagem”

“Vinha com as suas grandes barbas numa caranguejola”
- localização do conto
- apresentação do protagonista
Ponto culminante
“E, certo dia, levado no entusiasmo da busca, acabou por desapertar outras peças de roupa que já não eram de desapertar (…) a polícia deitou-lhe a mão e levou-o ao posto para o esclarecer”, “Chegou mesmo a abrir a camisa para uma busca mais meticulosa"
- Quando este decide catar mais profundamente o piolho
Peripécias
“Certa madrugada, apanhou o burro e o cão, endireitou a jangada e partiu”, “empalmaram-no outra vez e meteram-no outra vez no asilo”.
- As inúmeras fugas do mendigo
Conclusão
“E então bruscamente lembrei-me do Fadista. Que era feito dele? O homem, que era muito abonado em ironia, disse-me o Fadista? Só se fosse no Paraíso”,
“- E enforcou-se.
-Tenho agora uma reunião.
Levantou-se, tinha agora uma reunião”.

- Quando o narrado é informado sobre a morte de mendigo
Física
Psicológica


“as suas grandes barbas”, “Era velho o jerico, devia de ser da idade dele”, “parava em certo sitio da praça para catar o piolho”;


“voltou de novo a estabelecer-se na praça”, “como a mandar-me onde não devia”, “Tinha o queixo enterrado na gola”.

Fadista, o mendigo
Secundárias
Cão:
“fazia um alarido infernal”
Narrador:
"Eu subia a rua para a repartição, ele descia para a vadiagem".
Burro:
“Era velho, o jerico” e “com placas lazarentas a surrarem-lhe o pêlo”.
Diretor do asilo:
"um tipo muito alto e muito progressivo" e "muito abonado em ironia”.

Figurantes
Narrador
Presença
Ciência
Posição
Tempo
Espaço
Narrador
Presença
homodiegético - “Ele rodou cabeça devagar, fez-me um gesto brusco.”, “Um dia eu passava cá em baixo do muro, lá o vi ao alto.”
Ciência
focalização interna - "Então bruscamente lembrei-me do Fadista”
Posição
subjetiva - “ (…), tinha a mania de parar às vezes em certo sítio da praça para catar o piolho. Podia catá-lo noutro lado. Não catava – era ali.”
Tempo
Cronológico: acontecimento narrados por
ordem cronológica- “todas as manhãs”, “um
dia e uma noite”, “Um dia”, “certa madrugada”,
“Quando tempo depois”,“Até que alguns meses
depois”,“Certa vez”, “E outro dia” e “Até que um dia”.

Histórico: finais do século XX

Físico: na praça, o lugar de liberdade do mendigo
onde havia sol e onde este se sentia bem e, na
caranguejola (casa do mendigo)

Social: O ambiente social em que as personagens se
movimentam: na cidade, de acordo com as normais
sociais e no café local onde os habitantes da cidade
intervêm sendo este um local de novidades, convívio
e onde se trocam conversas do quotidiano.


Garotada:

"Seguia-lhe a caranguejola a bater palmas"
Polícia:
"Só a polícia embirrava com ele"
Senhoras:
"(...) passavam de olhos no chão ou bastante no ar para não olharem para ele depois de terem olhado"
Motoristas:
“os carros buzinavam à volta dele com fúria de canzoada” , “ os motoristas deram urros (…) Guinavam bruscamente com o volante”



Narrador
Presença
homodiegético - “Ele rodou cabeça devagar, fez-me um gesto brusco.”, “Um dia eu passava cá em baixo do muro, lá o vi ao alto.”
Ciência
focalização interna - "Então bruscamente lembrei-me do Fadista”
Posição
subjetiva - “ (…), tinha a mania de parar às vezes em certo sítio da praça para catar o piolho. Podia catá-lo noutro lado. Não catava – era ali.”
Narrador
Narrador
Presença

"Ele rodou cabeça devagar, fez-me um gesto brusco.”, “Um dia eu passava cá em baixo do muro, lá o vi ao alto.”
Ciência
"Então bruscamente lembrei-me do Fadista”
Posição
" tinha a mania de parar às vezes em certo sítio da praça para catar o piolho. Podia catá-lo noutro lado. Não catava – era ali.”
Homodiegético
Focalização interna
Subjetiva
Tempo
Espaço
Tempo
Cronológico:
“todas as manhãs”, “um dia e uma noite”, “Um dia”, “certa madrugada”, “Quando tempo depois”,“Até que alguns meses depois”,“Certa vez”, “E outro dia” e “Até que um dia”


Histórico:
finais do século XX

Espaço
Praça-
"gostava de certo sítio
onde batia o sol"

Asilo -

"lá o vi ao alto no muro, sentado ao sol com os colegas"
Caranguejola-

“E a caranguejola (…) era aí que ele vivia, (…) ficavam os três ali, parados ao sol”
Físico
Cidade-
de acordo com as normais sociais
Café-

"(...) o diretor do asilo se veio sentar de novo à nossa mesa do café."
Social
Conto
Bertrand Editora
1976
.
.
"Havia Sol na praça"
Vergílio Ferreira
Trabalho realizado por:
Federico Rodrigues

Débora Fernandes

Beatriz Esteves

Mateus Gomes
Full transcript