Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Teoria Política de Platão by Prof. Claudio

Breve descrição da teoria política de Platão
by

Claudio Gomes

on 29 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Teoria Política de Platão by Prof. Claudio

Homem
Platão distingue três 3 almas ou partes de alma:
Teoria Política de Platão
by Prof. Claudio

Fim
simposion.blogspot.com
Platão
(c. 427 - 347 a.C. - Grecia)
Natureza da Alma
Na obra o Fédon, Platão expõe as suas ideias sobre a alma. A alma não se limita a ser entendida como o princípio da vida, mas é também vista como o princípio de conhecimento. A alma é uma substância independente do corpo, é eterna, unindo-se a ele de forma temporária e acidental.
Corpo
Os corpos pertencem ao
Mundo Sensível ou Físico
(mutável, ilusório, etc.). As coisas
que existem neste Mundo são mais
ou menos perfeitas conforme a
sua semelhança com os
respectivos modelos.
Alma
As almas pertencem ao Mundo
Inteligível ou Mundo das Ideias
(real, imutável, eterno, etc.). As
ideias tem uma realidade objetiva,
substancial, são o modelo ideal
(arquétipos) de todas as coisas
que existem no Mundo Sensível,
com base nas quais as coisas
foram criadas ou tendem
a ser realizadas.
Alma Irascível

Alma Racional (razão)
Alma Irracional
É a alma superior, destina-se ao conhecimento das ideias. Localiza-se na cabeça, e tem uma virtude principal, a
Sabedoria/razão
.

Esta alma está associada à vontade, dando ao Homem o ânimo necessário para enfrentar os problemas e
os conflitos. Localiza-se
no peito e tem uma
virtude, a
Fortaleza
.

É a mais baixa de todas.
É constituída pelos desejos
e necessidades básicas. Está localizada nos membros, e
tem como virtude, a
temperança
.
A alma
A Política
Os fundamentos do pensamento político de Platão, decorrem de uma correlação estrutural com as diferentes almas ou partes de uma mesma alma, criando uma organização social ideal (utópica).
Alma
Almas ou
partes da alma
Função
Cidade
Classes sociais
Funções na
Cidade Ideal

Filósofos
Supremos Guardiões da Cidade. O governo
deve ser entregue a sábios, pois estes
são os únicos que ascenderam às ideias
superiores de Uno-Bem e Beleza.
Dedicam-se à defesa, manu-
tenção da ordem, tarefas
militares e de policiamento.
Dedicam-se às atividades
económicas, produção de bens
e ao comércio.
Guerreiros
Produtores
Para Platão, cada classe social devia apenas dedicar-se à sua função e virtude especifica. só quando isto acontece é que numa sociedade reina a harmonia e a felicidade.
A finalidade do Estado é educar os cidadãos na respectiva virtude, assegurando deste modo a sua felicidade.
O sistema educativo encontra-se ao serviço do Estado, e possui duas modalidades:
Uma educação
obrigatória, comum a todos
até aos 20 anos. Tem por finalidade
formar cidadãos no respeito pelas
instituições e dedicados à realização
das suas funções específicas. Nesta
educação fazem parte, entre outras
matérias, a música (para permitir
o controle do homem das partes
inferiores da alma) e a giná-
stica (para o controle
do corpo).
Una educação
destinada exclusivamente
a futuros governantes, e que
se realizaria entre os 20 e os 35
anos. Esta educação consta de duas
fases: a primeira corresponde à
aprendizagem das matemáticas,
e a segunda ao ensino da
dialética e conhecimento
das ideias superiores.
Platão mudou alguns aspectos deste modelo político, mas manteve sempre a ideia de que a razão é que devia governar, sendo a única que podia proporcionar aos cidadãos a justiça e a felicidade.
(Irracional)
(concupiscente)
Função
Cidade (Polis)
Classes da cidade
Racional
Irracional
(Irascível)
Irracional
(Concupisciente)
Responsável pelo
uso da razão

Magistrados e
os governantes
Responsáveis por governar
com sabedoria
Responsável pelos
Impulsos e afetos

Guerreiros
Responsáveis por
proteger a cidade
com fortaleza.
Responsáveis pelas
necessidades
básicas

Artesãos,
agricultores e
comerciantes

Responsáveis por
prover a cidade
com temperança

Alma / cidade
Cidade ideal de Platão
Nossa cidade como é:
Cabeça/
razão
: governan-
tes e juizes
sábios
.
Tronco/
fortaleza
: soldados
e guardas corajosos.
Membros/
temperança
: arte-
sãos, comerciantes e
agricultores.
Quem detém o poder?

Quem defende a cidade?
Quem sacia as necessidades
da cidade?
"Os males não cessarão para os humanos antes que a raça dos puros e autênticos filósofos chegue ao poder, ou antes, que os chefes das cidades, por uma divina graça, ponham-se a filosofar verdadeiramente." (Platão, Carta Sétima, 326b).
Platão foi o primeiro filósofo a produzir um corpo de obra substan-cial e que chegou até nós. Com Aristó-teles, foi a mais importante influência na filosofia ocidental - cuja história desde então, num comentário famoso
do filósofo e matemático Alfred
North Whitehead, não passou
de uma "série de rodapé
a Platão".
Full transcript