Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TOGAF

No description
by

Luciana Barbosa

on 26 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TOGAF

- Compreende o ambiente de negócio
- Compromisso da gestão de alto nível
- Acordo sobre o escopo
- Estabelece princípios
- Estabelece a estrutura de governança
- Customização do TOGAF - Inicia uma interação do processo de arquitetura: escopo, restrições e expectativas.
- Valida o contexto de negócio.
- Estabelece uma visão de como deve ser a arquitetura para atender às metas estratégicas de negócio.
- O resultado desta fase é um Documento de Visão da Arquitetura, que documenta onde a organização quer chegar com sua arquitetura para viabilizar o cumprimento das metas estratégicas, e um Plano de Projeto para a execução desta “rodada” do ADM. Esta fase analisa:
- Estrutura da organização
- Os processos de negócio da empresa e as pessoas, suas relações com cada um e com o ambiente.
- Os princípios, objetivos e metas que regem a concepção e evolução da empresa.

RESULTADO: detalhamento das necessidades em termos de processos de negócio para atender às metas estratégicas, bem como um gap analysis que diz qual é a distância entre nossa situação atual (AS-IS) e a arquitetura em que deseja-se chegar (TO-BE). Identificação dos sistemas e dados necessários para atender à situação futura de processos de negócio desenhada na fase anterior, bem como a situação atual e a distância a ser percorrida (gap analysis).

Nesta fase é identificada a organização fundamental de um sistema de TI:
- Principais tipos de informações e aplicações e suas relações internas e externas.
- Princípios que regem a concepção e evolução dos sistemas.
- Como os sistemas de TI atende aos objetivos de negócio da empresa. Documenta as necessidades futuras em termos de infraestrutura tecnológica para atender às necessidades de sistemas e dados identificados na fase anterior.

Mais uma vez, identifica-se também a situação atual e a distância a ser percorrida.

Identifica Hardware, software e tecnologia de comunicações, suas relações uns aos outros e com o ambiente. Consolida-se os gap analysis das fases B, C e D, e identifica-se os projetos necessários para cobrir a distância a ser percorrida.

RESULTADO: portfolio de projetos para atingir a arquitetura desejada.

PARA CHEGAR AO RESULTADO:
- Identifica os principais projetos de implementação
- Determina se um abordagem incremental é necessária, em caso afirmativo definir Transição de arquiteturas
- Decide sobre:
Fazer X Comprar X Reutilizar
Terceirizar
Prioridades
Custo / benefício
Risco
- Finaliza um detalhado plano de Migração A princípio, o projeto de arquitetura desta iteração acaba na Fase F, tendo como produto o portfólio de projetos a serem executados para implementar a arquitetura desejada.

Nesta fase, portanto, a principal atividade é a realização de revisões de conformidade, que são auditorias realizadas nos projetos do portfólio para garantir que estejam sendo executados de acordo com a arquitetura proposta. Acompanha no dia-a-dia a continuidade da relevância da arquitetura implantada na Fase G às necessidades estratégicas da organização.

Mudanças no Ambiente de Negócios e na Estratégia exigirão mudanças na arquitetura. As grandes mudanças exigirão o estabelecimento de um novo projeto a ser iniciado novamente na Fase A.

Fornece monitoramento contínuo e um processo de gestão de mudança.

Garante que as mudanças na arquitetura são geridas de uma forma coesa e arquitetada.

•Estabelece e suporta uma arquitetura corporativa flexível para evoluir rapidamente em resposta a mudanças na tecnologia ou ambiente de negócios. O que é um framework de Arquitetura?
Estrutura conceitual usada para desenvolver, implementar e manter um Arquitetura Corporativa. O que é uma Arquitetura Corporativa?
Conforme já visto em sala com o prof. Zaidan, trata-se de um modelo conceitual que define a estrutura de funcionamento de uma organização, determinando como a empresa pode atingir efetivamente seus objetivos atuais e futuros através do alinhamento da área de TI com as áreas de negócio da empresa. TOGAF - The Open Group Architecture Framework TOGAF Architecture Development Method (ADM): Sequência iterativa de passos para desenvolver uma arquitetura corporativa.

ADM Guidelines & Techniques: Diretrizes e técnicas para suportar a aplicação da ADM.

TOGAF Architecture Content Framework: modelo detalhado de produtos de trabalho de arquitetura, incluindo entregas, artefatos dentro de entregas, e a arquitetura Blocos de Construção (Abbs) que as entregas representam. Enterprise Continuum: repositório “virtual” de todos os ativos de arquitetura – de modelos, padrões, descrições de arquitetura, etc. – que existem tanto dentro da empresa como no setor de TI.

TOGAF Reference Models: Fornece dois modelos:
1. Um modelo e uma taxonomia de serviços de plataforma genéricos
2. Um modelo para aplicações de negócios e aplicações de infra-estrutura TOGAF Capability Framework: Uma definição estruturada das organizações, habilidades, papéis e responsabilidades para estabelecer e operar uma arquitetura corporativa. TOGAF, atualmente na versão 9.1, é um método detalhado e um conjunto de recursos de apoio para o desenvolvimento de uma arquitetura corporativa.

Baseado no TAFIM (U.S. DoD).

TOGAF enfatiza metas de negócio como condutores da arquitetura, e fornece um repositório de boas práticas, incluindo: O core do TOGAF é o ADM (Architecture Development Method) que estabelece uma metodologia para o desenvolvimento e manutenção de uma Arquitetura Corporativa.

O ADM provê:
- Uma maneira confiável e comprovada do desenvolvimento da arquitetura.
- Visão da arquitetura que permite ao arquiteto garantir que um conjunto complexo de condições seja tratado de forma adequada.
- Orientações sobre ferramentas para o desenvolvimento da arquitetura. Consórcio de organizações que apoiam-se para desenvolver padrões de TI e certificações.

A participação é aberta para qualquer corporação (pequena, média ou grande) de qualquer parte do mundo. Os CEOS hoje sabem que gestão eficaz e exploração de informação de TI é a chave para o sucesso empresarial e os meios indispensáveis para alcançar vantagens competitivas. Uma arquitetura corporativa atende a essa necessidade, fornecendo um contexto estratégico para a evolução do sistema em resposta às necessidades em constante mudança do ambiente de negócios, permite alcançar o justo equilíbrio entre a eficiência de TI e a inovação empresarial. Assim, o TOGAF, que atualmente é um padrão para Arquitetura Corporativa, mesmo naquelas organizações onde se pratica apenas Arquitetura de TI, tem sido a opção escolhida pois desempenha um papel importante para ajudar a “desmistificar” o processo de desenvolvimento da arquitetura, permitindo que usuários de TI possam construir soluções verdadeiramente abertas baseadas em sistemas que atendam às suas necessidades do negócio.
Full transcript