Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Seminário de Literatura e Educação - História em Quadrinhos

No description
by

Danielle Rodrigues

on 20 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Seminário de Literatura e Educação - História em Quadrinhos

Cartuns Tira Cômica História em Quadrinhos Narrativa humorística, expressa através da caricatura e normalmente destinada à publicação em jornais e revistas. O cartum é uma anedota gráfica. Seu objetivo é provocar o riso do espectador. São historias em quadrinhos mais curtas, mas com humor. Pode conter linguagem verbal e não verbal. A origem das Histórias em Quadrinhos Quadrinhos: o que eles efetivamente são? Ramos (2007), com base na análise de obras em quadrinhos e de estudos sobre a área, identificou algumas tendências:

• diferentes gêneros utilizam a linguagem dos quadrinhos;

• predomina nas histórias em quadrinhos a sequencia ou tipo textual narrativo;

• as histórias podem ter personagens fixos ou não;

• a narrativa pode ocorrer em um ou mais quadrinhos, conforme o formato do gênero;

• em muitos casos, o rótulo, o formato, o suporte e o veículo de publicação constituem elementos que agregam informações ao leitor, de modo a orientar a percepção do gênero em questão;

• a tendência nos quadrinhos é a de uso de imagens desenhadas, mas ocorrem casos de utilização de fotografias para compor as histórias. Quando surgiram as histórias em quadrinhos? A primeira história em quadrinhos (HQ) moderna foi criada pelo artista americano Richard Outcault em 1895. A tirinha de Outcault fez tanto sucesso que os grandes jornais nova-iorquinos entraram em pé de guerra para ter o Yellow Kid em suas páginas. Mas é claro que esse formato original para contar uma história não surgiu na cabeça de Outcault de uma hora para outra. Quando surgiram as histórias em quadrinhos? Foi só no século 19 que a coisa começou a mudar, com pioneiros como o suíço Rudolph Töpffer, o francês Georges Colomb e até o italiano Angelo Agostini, radicado no Brasil desde os 16 anos de idade.
Apesar de esses artistas terem criado trabalhos unindo texto e imagem anos antes de Yellow Kid, características importantes das HQs modernas, como o uso dos balõezinhos com as "falas", por exemplo, só surgiriam realmente nas tirinhas do personagem americano.
As histórias em quadrinhos são conhecidas como "histórias aos quadrinhos" em Portugal; como "comics" nos Estados Unidos; como "fumetti" na Itália; como "bandes dessinées" na França; e como "mangás" no Japão.
Se a gente for buscar as primeiras raízes das HQs, podemos chegar às pinturas rupestres feitas pelos homens pré-históricos, que serviam para contar, por exemplo, como eram suas aventuras nas caçadas.
Os quadros das igrejas medievais que retratavam a via sacra - os últimos momentos da vida de Jesus na Terra - também podem ser considerados antepassados das tirinhas. A grande diferença é que esses ancestrais das HQs não tinham texto, os enredos eram desenvolvidos apenas com uma seqüência de desenhos. HIPERGÊNERO - O GÊNERO DOS QUADRINHOS Quadrinhos agregam vários gêneros que compartilham uma mesma linguagem em textos predominantemente narrativos, ou seja, um hipergênero. Personagens e aventuras inesquecíveis das HQ's 1869 - AS AVENTURAS DE NHÔ QUIM De Angelo Agostini
Esse autor italiano, radicado no Brasil, lançou uma das primeiras revistas de nosso país, a Revista Ilustrada. Agostini também foi um dos pioneiros das HQs. As Aventuras de Nhô Quim, publicada na revista Vida Fluminense, narrava as experiências de um caipira na cidade grande. E trazia uma novidade: histórias com um personagem fixo. 1895 - YELLOW KID De Richard Outcault
Angelo Agostini e outros pioneiros criaram embrioes de HQs, mas a primeira HQ moderna foi Yellow Kid. Na verdade, esse era o nome do principal personagem da tira At the Circus in Hogan’s Alley, que saía uma vez por semana no jornal New York World. Personagens e aventuras inesquecíveis das HQ's 1929 - TARZAN De Hal Foster e Burne Hogarth
Hal Foster desenhou em tiras o romance de Edgar Rice Burroughs para ser publicado em jornais. O público adorou Tarzan e até hoje as histórias do herói continuam sendo publicadas. Em 1937, Hogarth passou a desenhar o personagem e criou o traço mais vigoroso do "Rei dos Macacos", conferindo às histórias uma ação ininterrupta. 1930 - MICKEY MOUSE De Walt Disney
Mickey Mouse, símbolo do império de Walt Disney, fez sua estréia num desenho animado de 1928. Foi só dois anos depois que ele virou tira de jornal. Com o sucesso inicial, o ratinho logo ganharia uma revista mensal a Mickey Mouse Magazine. Personagens e aventuras inesquecíveis das HQ's 1934 - FLASH GORDON De Alex Raymond
O personagem surgiu para disputar mercado com outro herói espacial: Buck Rogers. Mas, graças ao talento de Raymond, em pouco tempo as aventuras intergalácticas de Flash Gordon superaram a popularidade do grande rival. 1935 - LULUZINHA De Marjorie Henderson Buell
É referência das histórias em quadrinhos e se tornou bastante popular no Brasil através do jornal O Cruzeiro em meados dos anos 50. Luluzinha é uma menina muito esperta e teimosa, sua idade é entre 8 a 10 anos e gosta de aprontar várias peripécias, principalmente manter na linha seu amigo Bolinha e a turma do clube dos meninos. Personagens e aventuras inesquecíveis das HQ's 1952 - MAD De Harvey Kurtzmann
Mad foi uma revista que revolucionou o gênero com seu humor debochado. Era uma forma original de reagir à crescente censura aos quadrinhos nos Estados Unidos, quando os temas mais violentos começaram a perder espaço. 1959 - BIDU De Maurício de Sousa
O cachorrinho Bidu foi o primeiro personagem da famosa turma da Mônica criado por Maurício de Sousa. Sua tirinha de estréia saiu no jornal Folha de S. Paulo. No início dos anos 60, surgiriam os personagens Cebolinha, Cascão, Mônica e Magali. 1963 - X-MEN De Stan Lee
História criada por Stan Lee que repercutiu por várias partes do mundo chegando a ser exibida pela TV, adaptada para livros e até cinema. Os X-Men são mutantes: humanos que, como resultado de um súbito salto evolucionário, nasceram com habilidades super-humanas latentes. Personagens e aventuras inesquecíveis das HQ's 1964 - MAFALDA De Quino

As histórias apresentam uma menina, Mafalda, preocupada com a Humanidade e a paz mundial que se rebela com o estado atual do mundo, apareceram de 1964 a 1973, usufruindo de uma altíssima popularidade na América Latina e Europa. Personagens e aventuras inesquecíveis das HQ's 1978 - GARFIELD De Jim Davis

O gato Garfield é estrela de uma das tirinhas mais famosas da história, sendo publicado em 2570 jornais de todo o mundo (só perdendo para Peanuts). Os outros personagens principais são Odie, um cão estúpido, e Jon Arbuckle, um cartunista, dono dos dois. Garfield é criação de Jim Davis, que tirou o nome de seu avô James Garfield Davis. 1985 - CALVIN & HOBBES É uma série de tiras criada, escrita e ilustrada pelo autor norte-americano Bill Watterson e publicada em mais de 2000 jornais do mundo inteiro entre 18 de novembro de 1985 e 31 de dezembro de 1995, tendo ganho em 1986 e 1988 o Reuben Award, da Associação Nacional de Cartunistas dos Estados Unidos".
A história acima ilustra bem a dificuldade que envolve os gêneros ligados às histórias em quadrinhos. É só observar os diferentes nomes atribuídos a essa narrativa de humor: tira, tira cômica, tira em quadrinhos, tira de quadrinhos, tirinha, tira de jornal, tira diária, tira jornalística... Podem ser abrigados dentro desse grande
guarda-chuva chamado quadrinhos: A charge é um texto de humor que aborda algum fato ou tema ligado ao noticiário. Charge Tiras Seriadas Podem ser chamadas também de tiras de aventuras, como o próprio nome sugere, estão centradas numa história narrada em partes. É um mecanismo parecido com o feito nas telenovelas. Tiras Cômicas Seriadas Trata-se de um texto que usa elementos próprios às tiras cômicas, como o desfecho inesperado da narrativa, que leva ao efeito de humor, mas, ao mesmo tempo, a história é produzida em capítulos, assim como ocorre com a tira de aventuras. Os quadrinhos têm personagens e elenco fixos, narrativa sequencial em quadros numa ordem de tempo onde um fato se desenrola através de legendas e balões com texto pertinente à imagem de cada quadrinho. Alguns Quadrinhos e seus Autores Mauricio de Sousa Turma da Mônica - Surgiu a partir de uma tira que o autor levou para o jornal do trabalho, sendo seus primeiros personagem Bidu e Franjinha.

- Mônica inicialmente não era sua personagem principal, ela era uma personagem secundária das histórias do Cebolinha.

- Mauricio de Sousa e Osamu Tezuka - 22 de dezembro de 1922, Nova Iorque

- Primeiro trabalho, uma página pra preencher texto, assinada como Stan Lee, na revista do Capitão América em 1941.

- Editor aos 17 anos.

- Timely Comics/Marvel Comics

- Características de pessoas mais comum aos heróis (vazão ao sentimento e problemas cotidianos) Stan Lee - Criou mais de 300 personagens em suas comics, como: X-men, Thor, Quarteto Fantástico, Incrível Hulk, Demolidor, Os Vingadores, Homem Aranha, Homem de Ferro...

- Aparições em filmes de suas obras - Grupo originário na década de 80 no Japão, inicialmente 11 integrantes.

- Com a saída de vários integrantes, ficando só com 4 destes, sendo sua formação até hoje: Mokona, Satsuki Igarashi, Tsubaki Nekoi e Nanase Ohkawa

- Em 89, recebem a proposta de publicar em uma revista (Wings), sendo seu primeiro trabalho o RGVeda.

- Sua obra é caracterizada cabelos, olhos e roupas elaboradas e intertextualidade entre as próprias obras CLAMP - Mais de 10 títulos já publicados, como: RGVeda, Tokyo Babilon, Clamp Schools Detectives, Magic Knight Rayearth (Guerreiras Mágicas de Rayearth), X-1999, CardCaptor Sakura (Sakura Card Captor), Chobits, Tsubasa Reservoir Chronicles, XXXHolic...

- E já foi convidado pra colaborar com trabalhos externos, como: Code Geass e Mouryou no Hako. Holy Avenger - "Holy Avenger conta a história da Druida Lisandra que viveu toda a sua vida isolada da sociedade. Recentemente, ela tem tido pesadelos horríveis envolvendo a morte de "Paladino", o herói de Arton que está desaparecido nos ultimos tempos.Pra piorar ela encontra o corpo de Paladino, e descobre que pode trazê-lo de volta a vida se reunir os "rubis da virtude". O problema é que para realizar essa missão, Lisandra terá de dar as costas para sua deusa, família e talvez até sanidade. E será que vale mesmo a pena? logo fica claro que o senso de justiça de Paladino não é tão justo assim..." Strife Project

- Roteiro de Marcelo Cassaro e desenho de Érica Awano - Marcelo Cassaro já trabalhou com o Estúdio Mauricio de Sousa, criou juntamente com Rogério Saladino e J.M. Trevisan o cenário de RPG Tormenta, criou o sistema 3D&T (3ª edição Defensores de Tókio), já publicou sobre os pseudônimos de Paladino e Capitão Ninja.

- Érica Awano ilustrou manuais do RPG 3D&T, participou do álbum de comemoração de 25 anos de Menino Maluquinho (do Ziraldo) e do 50 anos de carreira do Maurício de Sousa (ecrevendo e desenhando uma história do Chico Bento), entre outros trabalhos.

- A série Holy Avenger contou com 42 volumes, 5 especiais, um artbook, uma série de tiras "The Little Avengers" (no formato SD - Super Deformed - publicadas no site Rede RPG e na revista Torment) e um CD drama. E em 2012 e Editora Jambo anunciou edição definitiva da série.

- A série foi bicampeã do Troféu HQ Mix (2001 e 2002), no quesito de "revista seriada" e o sexto lugar no Prêmio Internacional de Mangá (2007)

- Animação Como trabalhar o gênero "História em Quadrinhos" na sala de aula?
Full transcript