Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

"Transparência na democracia é fundamental e vai além de pub

No description

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of "Transparência na democracia é fundamental e vai além de pub

"Transparência na democracia é fundamental e vai além de publicidade. (...) Dar publicidade aos atos de gestão é fundamental, mas transparência é algo mais. Tornar pública a gestão não garante o acesso à informação. Ter acesso à informação deve ser entendido em sentido amplo, ou seja, entender e compreender o que está sendo publicado. (MAWAD, 2002, p. 527 e 528). Perceba que para existir transparência temos que ter publicidade e, além disso, clareza!"
Planejamento
Para a realização do planejamento 2017 é necessário revisitar as despesas dos anos anteriores, tentando entender quais foram os itens de despesas e a evolução dos gastos.

Por isso, fizemos um comparativo dos dois anos imediatamente anteriores: 2015 e 2016.
Jardim/Poda/Coqueiro
Honorários advocatícios
Estrutura de gestão atual x custo
Síndico - R$ 230,00/mês
Subsíndico - R$ 230,00/mês
Contgraf - R$ 880,00/mês (2016)*.

Atribuições Contgraf
Elaborar balancete;
Elaborar planejamento;
Participar de audiências com o(s) representante(s) do Condomínio.

Obs.: Essas atribuições foram feitas a partir da nossa percepção. O contrato com a empresa foi solicitado e até o momento não obtive retorno.
Planejamento 2017
2015
2016
X
R$ 400,00
R$ 2.046,70
A despesa com jardim foi
5x maior.
2015
X
2016
R$ 00,00
R$ 1.200,00
Jardim/Poda/Coqueiro
Houve
três manutenções
no período de
quatro meses (julho, agosto e outubro)
e
duas podas de coqueiros
em dois meses consecutivos (setembro e outubro).
A despesa
não estava prevista no planejamento.
Os condôminos e o Conselho
não foram consultados.
a) Consta no balancete do mês de Dezembro o gasto de R$ 1.000,00 com honorários. Desse valor, R$ 750,00 é referente à primeira parcela pelos “serviços de consultoria e elaboração da Convenção do Condomínio”.
Não há informações de quantas parcelas a mais serão efetuadas com esse item.

b) Houve uma variação com o valor gasto com o item Honorário referente a participação em reuniões, variando entre R$ 200 e R$250.
Portão/Interfone
2015
R$ 1327,12
X
2016
R$ 6.771,23,00
A despesa foi mais de
5x maior.
Prestação de contas
Analisando os balancetes e a prestação de contas, observou-se que:

1. Atrasos na entrega dos balancetes;
2. Excesso de recibos genéricos;
Prestação de contas
3. Há casos em que o Orçamento é utilizado como recibo. No mês de setembro/16, por exemplo, o documento apresentado pela Antunes Esquadrias é ao mesmo tempo uma proposta(orçamento) e um recibo.
Prestação de contas
Há apartamentos que pagam em data diferenciada, portanto
sem o pagamento de juros e multas.

Tal concessão deveria ser comunicada e aberta a TODOS os moradores, para que aderissem caso julgassem necessário;
Isso já foi assinalado em reunião do Conselho Fiscal, mas não foram tomadas medidas quanto à publicização disso.

Não há uma padronização dos balancetes o que compromete a comparabilidade e a tomada de decisões.
Ex:
No mês de março/16 a despesa com a Contgraf está no grupo de Manutenção/Conservação, assim como a despesa com Fardas e “despesas com locomação a serviço do condominio”. Já no mês de outubro, a despesa com a Contgraf está no grupo de Contratos assim como a do G Barbosa;
Desde 03/11 foi solicitado a correção disso, mas até o presente momento não houve alterações.
No balancete apresentado, o confronto é entre receitas totais x despesas totais. Ou seja, de acordo com o balancete, a
taxa extra
,
que tem um prazo determinado e finalidade especifica
,
vem sendo usada para pagar despesas ordinárias
e o que sobra desse confronto é destinado para a conta aplicação, denotando assim, a falta de planejamento da finalidade da taxa extra.

Na reunião de Novembro foi solicitado uma alteração na forma de apresentação do balancete, mas até o presente momento o mesmo não foi alterado.
Juros e Multas
Ainda em 2016, verificou-se:
Pagamento de Encargos (Juros/Multas):

Setembro/16 - R$ 21,19
(Guia de Recolhimento FGTS)
1. Vocês têm conhecimento das despesas realizados pelo Condomínio?

2. Vocês compreendem o balancete?

3. Vocês se sentem consultados e contemplados com as ações realizadas em benefício do condomínio?
Deslocamento e alimentação a serviço do condomínio
X
2016
R$ 122,00
R$ 949,00
A despesa foi quase
8x maior.
2015
*Para 2017, a despesa com Contgraf totalizará R$ 12.181,00 - valor calculado de acordo com o novo salário mínimo de R$ 937,00.
** O total gasto com Síndico, subsíndico e Contgraf em 2017 será de
R$17.701,00
O total gasto foi de R$4580,00. Mas não estamos considerando as cobranças judiciais por êxito.
ML2
Temos um contrato com a ML2 ( já solicitei o referido contrato e, assim como o da Contgraf, não obtive retorno) totalizando uma despesa R$ 1.560,00 ao ano para o Condomínio.

No entanto, além dessa despesa, houve em 2016 outras com reparos de portão , central telefônica, interfone etc que totalizaram R$ R$ 7.255,99 com essa mesma empresa.
Fundo de reserva
De janeiro de 2015 a novembro de 2016 o Fundo de Reserva aumentou em razão do rendimento decorrente da aplicação.Somente em dezembro de R$ 2016 houve um aporte no valor de R$ 4.000,00, encerrando o ano com o total de R$ 9.385,81 nessa conta. Esse aporte nos leva a questionar:

A taxa extra dobrada foi destinada a esse Fundo? Considerando que o FR é decorrente da taxa ordinária pergunta-se: Qual a finalidade da taxa extra dobrada no mês de dezembro?
DARF
No mês de setembro/16 observou-se que no balancete foram lançadas duas despesas do PIS, ambas de agosto. No entanto, na Prestação de Contas, observa-se o preenchimento incorreto dos DARFs, sendo um, inclusive, identificado como do mês de MAIO DE 2015;
Prestação de contas
A conciliação das contas fica prejudicada porque as despesas não são identificadas de forma precisa no extrato bancário . Já foi solicitada a alteração e, até a última Prestação de Contas analisada, não houve mudança.
Planejamento 2016 e 2017
Foi necessário elaborar planilhas padronizando os dados que estão nos balancetes o que permitiu, ainda que com dificuldades, comparabilidade e análise das informações;

A Contgraf apresentou duas propostas de planejamento em 2016. A que alterava a taxa do condomínio para R$ 494,00 foi rejeitada, sendo aceita a que apresentava a taxa condominial de R$ 460,00. Analisando os dados, observa-se que não houve um planejamento para se chegar a proposta de planejamento/16;

Considerando que o planejamento de 2016 deveria ser feito utilizando as depesas realizadas em 2015 como parâmetro (com os devidos ajustes) observa-se que isso não ocorreu;
Planejamento 2016 e 2017
Apresentamos a proposta de 2017 elaborada da seguinte forma:

1. As despesas correntes varáveis foram calculadas utilizando a média dos três últimos valores pagos em 2016. Exceto as fardas que utilizamos o valor integral pago em 2016;

2. As despesas correntes fixas foram calculadas utilizando os valores de 2016. A média da despesa com pessoal* foi calculada somando os valores totais pagos em 2016, em razão da ausência da folha de pagamento.

3. As despesas com manutenção foram calculadas utilizando os valores gastos em 2016, sendo que no caso da manutenção do jardim foi realizado um ajuste.

4. Foi feita uma pesquisa e o montante do fundo de reserva costuma ser o valor de um mês de arrecadação integral do condominio, atingindo esse limite, a transferência para esse fundo é cessada.

*Despesa com pessoal: folha de pagamento , vale transporte, vale refeição, férias, 13º salário, INSS, FGTS , PIS e contribuição sindical. Não foi considerado no cálculo o reajuste.
Full transcript