Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Fernando Pessoa

No description
by

João Carreiro

on 15 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fernando Pessoa

Fernando Pessoa
Biografia de Fernando Pessoa
Fernando António Nogueira Pessoa (1888-1935) foi poeta português. Um dos mais importantes poetas da língua portuguesa. "Mensagem" foi um dos poucos livros de poesias publicado em vida. Fernando Pessoa ocupou diversas profissões, foi filósofo, editor, astrólogo, publicitário, jornalista, empresário, crítico literário e crítico político. Conhecido pelos seus inúmeros heterónimos com alguns ainda por descubrir. Venceu o Prémio Rainha Vitória em 1903 e ficou em segundo lugar no Prémio Antero de Quental.
Pobre Velha Música - Análise
Pobre velha música!
A
Não sei por que agrado,
B
Enche-se de lágrimas
C
Meu olhar parado.
B

Recordo outro ouvir-te,
D
Não sei se te ouvi
E
Nessa minha infância
F
Que me lembra em ti.
E

Com que ânsia tão raiva
G

Quero aquele outrora!
H
E eu era feliz? Não sei:
I
Fui-o outrora agora.
H

Pobre Velha Música - Análise
Questões à turma
Como interpretariam o Poema?

Que sentido tiram das "rimas soltas"?

Que sentimentos sentia o sujeito poético ao escrever este poema?

Qual o motivo para Fernando Pessoa ajetivar a música da sua infância de "Pobre".
João Carreiro
Laetitia Santos

Análise do Poema
Pobre Velha Música

Tema:
Infância
Assunto:
Ao ouvir a música o sujeito poético relembra a sua infância.
Figuras de Estilo:
Dupla Adjetivação: "Pobre Velha Música!";
Interrogação Retórica: "E eu era feliz?" - O sujeito poético questiona-se a ele mesmo uma pergunta a qual resposta nem ele mesmo a sabe.
Pontuação:
O poema contém várias exclamações que indicam o sentimento de raiva e angústia pela parte do sujeito poético.
Métrica:
Po/bre/ ve/lha/ mú/sica! - Hexassilábica
Estrofes:
Poema composto por três quadras.
Pobre velha música!
A
Enche-se de lágrimas
C
Recordo outro ouvir-te,
D
Nessa minha infância
F
Com que ânsia tão raiva
G
E eu era feliz? Não sei:
I

A ausência de rima leva-nos ao relevo dos pontos mais importantes do poema, como a música, tristeza, infância, raiva e incerteza.
Rimática:
Divisão em partes lógicas:
Ao ouvir a música o sujeito poético relembra a sua infância, e mesmo que não saiba se foi feliz, sente-se feliz neste momento por conseguir relembrar a infância.
Paráfrase:
1ª Estrofe: O sujeito poético sem saber o porquê sente-se feliz ao ouvir uma música.
2ª Estrofe: O sujeito poética associa a música à sua infância.
3ª Estrofe: Apesar de não saber se foi feliz enquanto criança, sente-se feliz neste momento por se lembrar.
Full transcript