Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tratamento farmacológico da Obesidade

Existem drogas capazes de tratar a obesidade?
by

sergio marcussi

on 22 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tratamento farmacológico da Obesidade

Drogas e obesidade
Existem tratamentos
farmacológicos
para obesidade ?
Liraglutide
- É um análogo do GLP-1

-Em um estudo de fase 2, 564 pacientes foram randomizados para doses de 1.2, 1.8, 2.4, 3.0 mg ou placebo.

-A perda de peso foi superior ao placebo em 4.8 Kg no grupo que usou 1.2 mg de liraglutide e 7.2 Kg no grupo que usou 3.0 mg durante as 20 semanas do estudo.
TOPIRAMATO
doi:10.1016/S0140-6736(03)13370-3
Tesofensina -
É um inibidor pré-sináptico da captação de noradrenalina, dopamina e serotonina,

Em estudos de 48 semanas, na dose de 0,5 a 1mg, a perda de peso foi o dobro do grupo placebo e a mesma que a observada com a sibutramina e o rimonabanto,

Pressão arterial ou humor.

Estudos de fase 3 estão sendo feitos para consubstanciar estes achados.
Bupropiona
Ação:
- Inibidor da recaptação de dopamina

Usado na dependência química da nicotina
Distribuição de gordura
Sindrome alta resistência a insulina
Obesidade Ginoide
- a ingestão de alimentos
- Secreção de glucagon
- Tempo de esvaziamento gástrico.
Lorcaserina
Oral topiramate for treatment of alcohol dependence: a randomised controlled trial
O topiramato (até 300 mg por dia) é mais eficaz do que placebo, como adjuvante no tratamento da dependência do álcool
Topiramato
doi: 10.4088/JCP.v61n0508
Treatment of binge-eating disorder with topiramate: A clinical case series.
Topiramato
Tratamento com topiramato (100-1,400 mg / d).

O topiramato foi usado por 9 sem.

Resposta moderada na ingestão compulsiva e nos sintomas do transtorno que foi mantida 3-30 meses.

O topiramato pode ser eficaz no tratamento de transtorno de compulsão alimentar.
Topiramato
Ação central
Ação periférica
Receptores cerebrais
ligados a adição
Termogênicos e outros
- Cafeina
- Yoimbina
- Dimetilamilamina (DMAA)
- Efedrina
- Sinefrina
- Efedra
Suplementos e outros
- Zinco
- Cromo
- L-carnitina
- Orlistat
- Triptofano
- Inositol
- Garcinia Camboja
Receptores
- 5-HT2C
-receptor da leptina
- Receptores recaptação
Como tratamos dependentes?
Qual a melhor dieta?
Quais opções terapêuticas atuais ?
Quais as tendências das novas drogas
Obesidade como dependência química
Diminui a Recaptação Pré-Sináptica da Serotonina, da noradrenalina e da dopamina-
Ação central premoninantemente serotoninérgica, no núcleo ventro-medial do hipotálamo, aumentando a saciedade
SIBUTRAMINA
Ação Periférica:
Aumento da lipólise, pela estimulação dos receptores Beta-3 adrenérgicos
Variáveis :
Adição x drogas x Obesidade
A PTP1B (Protein Tyrosine Phosphatase 1B)
- atua na sinalização do receptor da leptina e da insulina.

O trodusquemine é um inibidor seletivo da PTP1B que diminuiu o peso de roedores e está em investigação em seres humanos.
Trodusquemine (MSI-1436)
- Dopamina
- Serotonina
- Noradrenalina
Atua na inibição da recaptação de noradrenalina e dopamina

Naltrexone age como antagonista do receptor opioide, associado ao prazer da alimentação e do paladar.

Os estudos COR (Contrave Obesity Research trial) I e II avaliaram respectivamente 1742 e 1496 pacientes.

No COR I foram utilizadas doses de 360 mg de bupropiona e de 16 e 32 mg de naltrexone ao dia e, no COR II, doses de 360mg de bupropiona e 32 e 48 mg de naltrexone ao dia, durante 56 semanas.
Bupropiona SR + Naltrexone SR (Contrave®)
Ação Periférica
- Orlistat
- Liraglutina
- Topiramato
Ação Central

- Sibutramina
- Topiramato
- Bupropiona
- Naltrexona
- Fentermina
- Desvenlafaxina
Tratamento com topiramato melhora a sensibilidade hipotalâmica à insulina em camundongos obesos
Érica Penteado, mestrado, 2011
Alterações da ação insulínica ou de leptina no hipotálamo ?

Aumento da termogênese nos animais obesos tratados

Melhora a ação/sinalização insulínica e de leptina no hipotálamo de camundongos obesos.

Essa droga parece ter um potencial terapêutico no tratamento da obesidade e da resistência à insulina.
Roger A.H. Adan. Mechanisms underlying current and future anti-obesity drugs .Trends in Neurosciences - 1 February 2013 (Vol. 36, Issue 2, pp. 133-140)
Roger A.H. Adan. Mechanisms underlying current and future anti-obesity drugs .Trends in Neurosciences - 1 February 2013 (Vol. 36, Issue 2, pp. 133-140)
Um medicamento para perda de peso bem sucedida deve diminuir a ingestão de energia e / ou aumentar o gasto energético, sem efeitos colaterais adversos.
EUA aprovam nova
droga contra a obesidade
A 6-Month Randomized, Placebo-Controlled, Dose-Ranging Trial of Topiramate for Weight Loss in Obesity
Topiramato
Bray, G. A., Obesity Research, 11: 722–733. doi: 10.1038/oby.2003.102
6 SEP 2012
Tratar o Ambiente Obesogênico
TRATAR OS VICIOS
Educação alimentar
Drogas x Obesidade
Atividade física
Obesidade - Um desafio !
o GLP-1
Promove o aumento da saciedade e consequentemente redução da ingestão de alimentos por dois mecanismos:

1- uma ação sobre o centro da saciedade no cérebro

2- retardo no esvaziamento do estômago.
- 14 receptores diferentes para a serotonina.
- Agonista subtipo seletivo com afinidade
- 100 vezes maior para o receptor 5-HT2C, que ativa os neurônios que expressam a POMC.
Obesidade: FDA aprova Belviq para tratar adultos com IMC ≥ 30 kg/m ou com IMC ≥ 27 kg/m acompanhado de hipertensão arterial, diabetes mellitus tipo 2 ou dislipidemia
quarta-feira, 27 de junho de 2012
Belviq
Efeito fen-phen
In 2005, Symlin (pramlintide acetate), Amylin Pharmaceuticals’ synthetic analog of human amylin, was approved by the FDA, for use by type 1 and type 2 diabetics who use insulin.
Os resultados sugerem que a tesofensine na dose de 0·5 mg pode ter um efeito potencial na perda de peso.

A tesofensina esta na fase III de estudos para comprovação da eficácia e segurança
The Lancet, Volume 372, Issue 9653, Pages 1906 - 1913, 29 November 2008
doi:10.1016/S0140-6736(08)61525-1
Effect of tesofensine on bodyweight loss, body composition, and quality of life in obese patients: a randomised, double-blind, placebo-controlled trial
A zonisamida, de reconhecida utilidade como anticonvulsivante, apresenta atividade serotoninérgica e dopaminérgica.

Esta associação demonstrou acarretar uma perda de peso de 8,6% (placebo 1,1%), em um estudo de fase 2b, que envolveu 623 obesos.

Ambas as substâncias utilizadas apresentavam liberação programada e foram utilizadas na dose de 360 mg/dia.

A exemplo da outra associação da bupropiona, encontra-se atualmente em estudos de fase 3.
Bupropiona + Zonisamida (Empatic®) -
Symlin (pramlintide acetate)
A tesofensina
O Qsiva ou Qsymia foi reprovado pelo Comitê de Medicamentos de Uso Humano (CHMP)da Agência Europeia de Medicamentos.

- Potenciais efeitos cardiovasculares e no snc

- Potencial teratogênico
OUTUBRO - 2012
TOPIRAMATO + FENTERMINA
Fármaco Contra a Obesidade É Reprovado na Europa
FARIA, André M. et al. Progressos recentes e novas perspectivas em farmacoterapia da obesidade. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2010, vol.54, n.6 http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000600003.
Ação Periférica
The Miracle Patch
Tecnica criada pelo médico Nikolas Chugay (cirurgião Plástico-LA) começou a desenvolver a "arte" em 2009. O médico cobra R$ 4.000,00 reais para costurar a tela de Marlex na lingua.
Evaluation of Melanotan-II, a superpotent cyclic melanotropic peptide in a pilot phase-I clinical study
Um estudo de fase I -piloto foi realizado com um análogo heptapéptido cíclica de hormônio estimulador melanócito

A molécula chamada Melanotan - II ( MT - II ) tem uma potente ação melanotropica (in vitro ).

Estudo duplo-cego , alternando dia ( solução salina ou MT - II ) , controlado por placebo,

Realizado em 3 voluntários masculinos normais
Dose inicial de 0,01 mg / kg de MT - II .
Injecções subcutâneas de MT- II ou soro fisiológico diariamente por 2 sem
A dose de 0,03 mg / kg :
sonolência, fadiga e náusea leve e bocejos intensos e ereções penianas espontâneas
Dois pacientes tinham um aumento da pigmentação na face , membros superiores e da nádega, após 1 semana.
A dose única MT - II recomendada para futuros estudos de Fase I é de 0,025 mg / kg / dia .
http://dx.doi.org/10.1016/0024-3205(96)00160-9
Melanocortin receptor agonists, penile erection, and sexual motivation:
human studies with Melanotan II
Melanotan II,
- um agonista do receptor de melanocortina não-seletivo, em seres humanos com disfunção eréctil (DE).
- Melanotan II foi administrada a 20 homens com DE psicogênica e orgânica utilizando
A rigidez peniana foi monitorada durante 6 h usando RigiScan.
Nível de desejo e os efeitos colaterais sexuais foram relatados com um questionário.
Na ausência de estimulação sexual, Melanotan II levou à erecção do pénis em 17 de 20 homens.
O experimento evidenciou uma média de 41 min (rigidez de ponta RigiScan> 80%).
Aumento do desejo sexual foi relatado em 13 = 19 (68%)
Náuseas (12,9%) e bocejos foram freqüentemente relatados efeitos colaterais devido a Melanotan II; com uma dose de 0,025 mg = kg,
Concluímos que o Melanotan II é um
iniciador potente de erecção
peniana em homens com erétil disfunção.
International Journal of Impotence Research (2000) 12, Suppl 4, S74±S79
Os efeitos da activação crónica do sistema ( MC ) melanocortina central pela melanotan II
Ratos obesos induzidos com ração
Seis dias de infusão central da MTII (1 nmol / dia)
reduziu o peso corporal
adiposidade visceral e
Induziu um aumento sustentado do consumo de oxigênio
MTII reduziu os níveis de insulina e colesterol sérico
Aumento do tecido adiposo marrom (BAT ) em mais de duas vezes
Baixou acetil-CoA carboxilase expressão e impediu a redução muscular
Este estudo demonstrou que, apesar de reduzida expressão do receptor MC3/MC4 hipotálamo , as respostas anoréxicas e termogênicos para MTII são inabalável com um aumento inicial de gasto energético em ratos.
doi: 10.1677/joe.0.1820123
Unabated anorexic and enhanced thermogenic responses to melanotan II in diet-induced obese rats despite reduced melanocortin 3 and 4 receptor expression
The Melanocortin Agonist Melanotan-II Reduces the Orexigenic and Adipogenic Effects of Neuropeptide Y (NPY) but Does not Affect the NPY- Driven Suppressive Effects on the Gonadotropic and Somatotropic Axes in the Male Rat
O neuropeptídeo Y ( NPY ) é um neurotransmissor com forte efeito orexígeno
é um neuropeptídeo anorexígenos essencial
Quando administrado como uma injecção bolus intracerebroventricular , Melanotan -II ( MT- II) , um agonista seletivo dos receptores não MC,
inibe a alimentação,
suprime a ação orexígeno NPY
reduz a insulinemia basal.
Infusão MT - II também reduzida significativamente o aumento induzido pelo NPY em secreções de insulina e leptina .
Em conclusão , a infusão de MT- II crônica gerou uma redução grave, mas transitório na alimentação , sugerindo um fenômeno de fuga, e claramente reduzindo a gordura .
DOI: 10.1046/j.1365-2826.2003.00962.x
Sérgio Marcussi
Diretriz Tratamento
obesidade
2010
É considerada boa resposta terapêutica:

• A perda de 1% de peso por mês, nos primeiros 3 meses, atingindo pelo menos a redução de 5% do peso corporal em 3 a 6 meses;
• A melhora dos fatores de risco presentes no início do tratamento;
• A manutenção sustentada dessa perda de peso, com variação igual ou menor a 3% do peso atingido durante o tratamento.
facebook.com/profissaomedico
cjgvhkvj
Full transcript