Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

CONAR

No description
by

Andre Victor

on 30 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of CONAR

CONAR
Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária ANÚNCIOS VETADOS 01 Motivo: A campanha de Páscoa da Tele Sena em que a banda Restart era a protagonista foi vetada pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). Segundo a assessoria de imprensa do órgão, a campanha voltada para a televisão oferecia títulos de capitalização e figurinhas como brinde associadas à imagem da banda, que possui "forte apelo" com crianças e adolescentes abaixo dos 16 anos. Pela legislação em vigor, apenas adolescentes com mais de 16 anos podem comprar títulos de capitalização. De acordo com o Conar, a reclamação partiu de um consumidor, que considerou inadequada a associação do produto com a banda Restart, uma vez que títulos de capitalização têm limites legais para comercialização: só podem ser vendidos para pessoas maiores de idade, segundo a legislação brasileira. 02 Comercial Peugeot - Estagiário O Conar decidiu em reunião que a Peugeot vai ter que mudar o anúncio que mostra um estagiário sendo atropelado por consumidores, caso queira que a propaganda volte a ser veiculada.
O caso começou a ser apurado pelo Conar, quando o órgão recebeu uma série de reclamações, entre elas citando o desrespeito à figura humana. Inclusive o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) enviou uma reclamação formal ao Conar.Com o caso encerrado, cabe à Peugeot manter o anúncio em suspensão, ou modificá-lo. Segundo o Conar, a última cena, após o estagiário ser atropelado, quando seus superiores negam socorro, foi o “problema” do anúncio. Se essa cena for suspensa do filme, ele poderá voltar ao ar. 03 Em setembro de 2009 a sinceridade da vovó moderna chocou os mais conservadores e o comercial da Havaianas foi vetado pelo Conar.Estrelado por Cauã Reymond, o vídeo trazia o namorado de Grazi Massafera como alvo de uma jovem e sua avó, que incitava a menina a apenas fazer sexo com o rapaz. As gravações foram feitas no dia 20 de agosto de 2009, no Restaurante Dui, nos Jardins, em São Paulo.


Mas... Comercial Havaianas Havaianas e a Almap mandaram muito bem colocando este filme-resposta no ar, utilizando a internet para exibir o comercial. 04 Claro x Tim Um dos comerciais de TV da Claro foi obrigada a ser alterada após uma reunião do Conar em que a campanha publicitária: "A Mulher Sem Ponto Final" foi condenada por usar o slogan A Melhor Oferta do Brasil.Segundo o Conar, a Claro não conseguiu provar no anúncio que tem os melhores preços e benefícios do país. A ação foi proposta pela rival TIM. 05 o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) pediu alteração de dois comerciais recentes da Hellman’s, ambos criados pela Ogilvy, que destacam os aspectos saudáveis da maionese e do ketchup da marca pertencente à Unilever.
Nos dois casos, as representações tiveram origem em reclamações de consumidores.
O filme do ketchup sofreu penalização mais branda. No entender da relatora responsável, apenas uma frase merece alteração. Nela, uma personagem afirma: “Minha filha comia arroz com ketchup, agora come arroz com tomate”. Para o Conar, há sugestão de troca de consumo de tomate por ketchup e que, após esta modificação, o filme pode voltar a ser exibido. Ketchup Hellmann's 06 No Dia dos Namorados de 2008 a DM9DDB criou para a C&A um filme chamado Papai Mamãe, Não!.Acontece que o Conar suspendeu a campanha, por considerá-la abusiva e por estimular o comportamento sexual irresponsável do jovem. Os valores familiares também foram contestados pelo Órgão.A C&A retirou todas as peças das mídias por causa da repercussão. Já a DM9DDB afirmou que a campanha não era ofensiva.O único argumento que a C&A teve foi o fato de terem feito pesquisas junto ao consumidor, que teria demonstrado desejo de inovação e de fuga da rotina na época do Dia dos Namorados. 07 COMERCIAL C&A COMERCIAL CAIXA A Caixa Econômica alterou por livre e espontânea vontade a propaganda com Machado de Assis, mas mesmo assim o Conar fez um relatório sobre o anúncio. Segundo o conselho, a campanha pregava uma ‘inverdade histórica’ ao usar um ator branco para interpretar o escritor que era mulato.Ou seja, se não tivesse tomado a iniciativa de mudar o comercial, a Caixa teria sido obrigada a faze-lo pelo Conar.


A Caixa Econômica Federal começou a veicular uma nova peça publicitária em que mostra Machado de Assis (1839-1908) interpretado por um ator mulato... 09 Uma denúncia inusitada entrou na pauta do Conar. A campanha A Promoção é Sua da Ford estrelada por Anderson Silva foi alvo de reclamação de um consumidor com medo do lutador.

O sujeito, sem noção, afirmou que o anúncio de TV sugeria uma ameaça a quem não comprasse carros da marca. O Conar, ainda bem, arquivou o caso. ARQUIVADO! 10 ZECA-FEIRA BRAHMA Anúncio alterado Anúncios criados Defesa: Propagandas que incentivam ou que mostram o consumo de álcool ou de cigarro são proibidos no Brasil, e a função do conar é fiscalizar e punir esse tipo de comunicação.No caso, o isqueiro representa o CONAR, queimando o anúncio ou seja, proibindo o anúncio de ser veiculado. O diretor executivo do Conar pediu manifestação dos conselheiros sobre anúncio de jornal da Brahma.O diretor alega que é sabido que as noites de sexta são aproveitadas por imensos contingentes populacionais como a pré-estréia do final de semana, oportunidade em que se consome cerveja, e que a peça tenta criar uma nova oportunidade de consumo de bebidas, equiparada a mais uma sexta. Ele lembra, ainda, que a auto-regulamentação publicitária defende que os anúncios de bebidas alcoólicas não empreguem apelos de consumo e não induzam ao consumo abusivo e irresponsável.Anunciante e agência defenderam que o anúncio é apenas uma sugestão para que o consumidor faça uma pausa em sua semana, renove suas energias, quebre a rotina.
Full transcript