Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Grécia Antiga

No description
by

Nathália Pimenta de Carvalho

on 16 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Grécia Antiga

1. PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO
2. PERÍODO HOMÉRICO
3. PERÍODO ARCAICO
4. PERÍODO CLÁSSICO
Unidade econômica, social, política e religiosa;
União por laços de parentesco;
Culto aos antepassados;
Líder: Pater família (o mais velho do genos com poder baseado na experiência);
Propriedade coletiva: sociedade igualitária.

Segunda Diáspora Grega: colonização das
margens do Mediterrâneo, do Mar Negro e do sul
da Grécia (Magna Grécia).
Surgimento das cidades-estado (pólis).


Grécia sob domínio do Império Macedônico
(conquistada por Filipe II)


NATHÁLIA PIMENTA - SOMA 2016
DIVISÃO HISTÓRICA
PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO
(XX- XII a.C.)
Migrações de povos indo-europeus: aqueus (Micenas), jônios (Ática) e eólios (Tessália).
Invasão dos dórios (ótimos guerreiros) Primeira Diáspora Grega.
(1200 a.C.): colonização das Ilhas do Mar Egeu, interior da Grécia e costa da Ásia Menor.
PERÍODO HOMÉRICO
XII -VIII a.C.
Formação dos genos:
Fim dos Genos:
Crescimento populacional e consequente falta de terras férteis para todos.
As melhores terras foram destinadas para os parentes mais próximos do Pater e para os melhores guerreiros.
Surgimento de uma nobreza dona de terras
propriedade privada
classes sociais
guerras
PERÍODO ARCAICO
VIII - VI a.C.
A sociedade deste período foi se tornando escravista.
As fontes de abastecimento de escravos eram as guerras, a expansão comercial e a escravidão por dívida.
A Grécia possuía mais de cem Cidade-Estados.
Esparta
A cidade de Esparta foi fundada pelos dórios no séc. IX a.C., na região do Peloponeso.
Isolada entre as montanhas.

Economia:
Agricultura
Pastoreio
Escravismo

Sociedade
Esparciatas: aristocracia guerreira (classe
dominante).
Periecos: comerciantes, artesãos e camponeses, sem direitos políticos.
Hilotas: escravos (propriedade do Estado e s/direitos políticos).

ASPECTOS GEOGRÁFICOS
Política

Oligarquia militarista

Gerúsia: conselho dos anciãos (+ 60 anos) = ↑poder

Cultura
Militarismo
Laconismo
Xenofobia
Os homens eram educados para se tornar soldados bem preparados para a guerra. A formação dos espartanos era severa, pois os Estado não admitia soldados fracos e deformados. As crianças que nasciam com algum defeito eram sacrificadas.
As mulheres praticavam exercícios físicos e deveriam dar a luz a filhos sadios. Possuiam mais privilégios que as mulheres de outras pólis.
A EDUCAÇÃO ESPARTANA
ATENAS
Localização: Península da Ática.
Fundada pelos jônios.
Economia:
Agricultura
Pastoreio
Comércio marítimo
Escravismo
ORGANIZAÇÃO POLÍTICA
Foram várias as formas de governo adotadas em Atenas
MONARQUIA
OLIGARQUIA
PLUTOCRACIA
TIRANIA
DEMOCRACIA
DRÁCON
SÓLON
Os legisladores Drácon e Sólon

Drácon:

Leis escritas - Código de Drácon;

Leis marcadas pelo rigor e severidade - quase todos os crimes era aplicada a mesma pena;

Maior insatisfação popular.


Sólon

Fim da escravidão por dívidas;

Regime censitário (participação política associada à renda);

Fim do monopólio do poder eupátrida;

Maior insatisfação dos eupátridas.
Psístrato: ↓ poder dos eupátridas + reforma
agrária.

Hípias e Hiparco: governo cruel marcado pelas perseguições políticas.

Iságoras: tirano impopular que restaurou os
privilégios dos eupátridas.
TIRANIA VI a.C.
Tirania: poder tomado com um golpe -
Tiranos:
Clístenes: fundador da democracia (século VI a.C.)

Democracia: participação política direta de todos os cidadãos.

Cidadãos: homens livres, maiores de 21
anos, atenienses e filhos de atenienses.

DEMOCRACIA VI - IV a.C.
Ostracismo: punição para os maus cidadãos (exílio forçado por 10 anos).

Governo de Péricles (século V a.C.): apogeu da democracia.

GUERRAS MÉDICAS

Fatores: expansionismo persa + disputa pela
hegemonia marítimo-comercial nos mares Egeu
e Negro.

Fases

1ª Guerra Médica (492-490 a.C.)

Dario I, rei dos persas, invade a Grécia.

Vitória dos atenienses na Batalha de Maratona (490 a.C.)

PERÍODO CLÁSSICO
GREGOS X PERSAS
GREGOS X GREGOS
2ª Guerra Médica (484-479 a.C.)

Xerxes, filho de Dario, invade a Grécia.

Formação da Liga de Delos (aliança militar de
cidades-estado gregas) x persas.

Vitória dos atenienses e expulsão dos persas
(Batalha de Salamina – 480 a.C.).
GUERRA DO
PELOPONESO
431-404 a.C.

Fator: disputa pela hegemonia na Grécia entre
Atenas (Liga de Delos) e Esparta (Liga do
Peloponeso).
Consequências

Vitória de Esparta: hegemonia espartana (404- 371 a.C.)


Esparta
x
Tebas vitória de Tebas hegemonia tebana (371-338 a.C.)

Enfraquecimento da Grécia = ↓ economia e infraestrutura.

338 a.C.: Grécia dominada pelos macedônios, comandados por Filipe II (Batalha de Queroneia)
Consequências:

Independência das cidades-estado gregas
preservadas.

Decadência do Império Persa.

Hegemonia de Atenas na Grécia - Século de Péricles.

PERÍODO HELENÍSTICO: FILIPE II E
ALEXANDRE, O GRANDE
(IV - I a.C.)
Governo Alexandre, o Grande:

Expansão do Império Macedônico;

Conquistas: Pérsia, Fenícia, Egito,
Mesopotâmia, Palestina, Síria e Índia;

Aumento do comércio;

Preservou a paz nas regiões conquistadas;

Com a sua morte: divisão e decadência do Império Macedônico.

Cultura Helenística:
cultura helênica (grega)
+
cultura oriental (Egito e Pérsia).
CULTURA GREGA: ARQUITETURA,
ESCULTURA E TEATRO
Arquitetura
 Harmonia
 Equilíbrio
 Linhas retas
 Partenon (Atenas)

Arquitetura

Harmonia
Equilíbrio
Linhas retas

Ex: Partenon (Atenas)
História

Heródoto: analisou as Guerras Médicas, considerado o “pai da História”.
Tucídides: descreveu a Guerra do Peloponeso.
Escultura

Valorização do ser humano;
Flexibilidade;
Movimento;
Valorização da beleza física.

Ex:Fídias e Míron

TEATRO
Ao ar livre;

Usavam máscaras;

Homens em papeis femininos;

Gêneros: tragédia e comédia;

Ésquilo (Os persas), Sófocles (Édipo-Rei) e Aristófanes (As vespas).

Religião

Politeísmo;
Antropomorfismo (divindades com forma
humana);
Mitologia: narra as origens dos deuses, heróis e suas aventuras.

Filosofia

Tales de Mileto e Pitágoras: preocupação em
solucionar problemas práticos;
Sócrates: “pai da Filosofia” e criador do método da reflexão (questionamentos).
Platão:discípulo de Sócrates, exaltava a bravura , a sabedoria e a justiça na política.
Aristóteles: sistematizou os princípios da lógica.
Olimpíadas

Realizadas de 4 em 4 anos na cidade de Olímpia;
Homenagem a Zeus;
Mais importante celebração e confraternização
do mundo grego.

Introdução
5. PERÍODO HELENÍSTICO
PERÍODO PRÉ HOMÉRICO
Fundação de Micenas (pelos aqueus)

+
conquista de Creta

=
civilização creto-micênica.
Conquista de Tróia pelos aqueus
(Guerra de Tróia).
PERÍODO HOMÉRICO
PERÍODO ARCAICO
Educação Ateniense
Visavam a preparação física e a formação intelectual de suas elites.
A filosofia e o atletismo acompanhados de música e dança formavam a base da educação ateniense.
Importância da retórica - sofistas.
A mulher tinha um papel social limitado às coisas domésticas, não possuindo direito à cidadania.
PERÍODO CLÁSSICO
PERÍODO HELENÍSTICO
Full transcript