Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Análise de Coração, cabeça e estômago

No description
by

Claudio Adriano Elias Soares

on 21 October 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Análise de Coração, cabeça e estômago

Coração, cabeça e estômago
Personagens
Silvestre da Silva
Dona Paula
Protagonista
Escreveu "Coração, cabeça e estômago"
Amou sete mulheres, porém se decepcionou com todas
Vive no inicio pelo Coração (amor), depois Cabeça (intelectual) e no fim, pelo estômago (comida)
Personalidade fixa.
Amada por Silvestre
Fidalga (herdeira rica)
Foge com o Conde
No final, acaba se casando grávida com o primo prometido
Marcolina
Prostituta
Órfã
Amada por Silvestre
Morre de Tuberculose
Dona Tomásia
Se casou com Silvestre
Rica
Cozinha muito bem
Características românticas no livro
Romance de Transição
História
Prólogo
Morte de Silvestre da Silva
Coração
Emocional
Sete Mulheres
D. Paula
D. Marcolina
Cabeça
Racional
3 Mulheres Ricas
Fim de sua carreira como Intelectual
Estômago
Início de sua carreira como Político
Casamento com D.Tomásia
Enriquecimento
Doença no Sistema Digestório
Morte
Coração - Romantismo, Caráter do protagonista, idealização do amor.

Cabeça - Domínio da Razão (Realismo)

Estômago - Prazeres da Vida - Domínio dos instintos
(Naturalismo)
Contexto histórico
Portugal, século XIX
Instabilidade política e econômica em Portugal.
Revolução Liberal do Porto e desenvolvimento da burguesia.
Alta burguesia se torna a classe mais importante no cenário socioeconômico de Portugal.
"Abri meu coração às mil quimeras;
Encheram-mo de fel, e tédio, e lama,
Tive, em paga do amor, riso de infama...
Ai!, Pobre coração!, quão tolo eras!

Dobrei-me da razão às leis austeas;
Quis moldar-me ao viver que o mundo ama
O escárnio, a detração me suja a fama,
E a lei me pune as intenções severas.

Cabeça e coração senti sem vida,
No estômago busquei uma alma nova
E encontrá-la pensei... Crença Perdida!
Mulher aos pés o coração me sova;
Foge ao mundo a razão espavorida;
E por muito comer eu desço à cova!"
Na primeira parte do romance, as mulheres são geralmente retratadas de maneira a desconstruir as expectativas criadas pelo idealismo romântico do protagonista, que as reveste de um ideal de inocência, pureza e virgindade, associadas à figura do anjo
A história é uma obra metalinguística, pois o livro conta a história da origem do próprio livro.

Narrador em 3ª pessoa, mas que opina e explica algumas passagens e ainda dá informações sobre o destino das personagens.

É uma novela satírica. Nela desvenda as misérias duma sociedade que se satisfaz na vulgaridade e na hipocrisia, praticando todo o gênero de excessos e orientando todas as suas energias para a cupidez, a brutalidade e ânsia de ascensão social.

Antecipa características do Realismo

ironia (até mesmo sarcasmo)
crítica social
aparência vale mais que a essência
dinheiro vale mais que virtude
casamento visto como uma relação de interesses
1ª mulher
-
Leontina
, vizinha de Silvestre, órfã, criada por um ourives, meigo do par dela, analfabeta, de olhos bonitos.
2ª mulher - Margarida
, vizinha desconhecida por Silvestre, amante de um conde que era casado.
3° mulher — Catarina
era uma quarentona, conheceu Silvestre quando do seu freqüentar da casa onde este vivia hospedado.
4° mulher - Clotilde
, Silvestre a conheceu em uma festa. O cavalheiro que os apresentou informou ao rapaz que ela e as companheiras eram muito fúteis e vaidosas.
5° mulher
– Esta agora é a
D. Martinha
, proprietária do hotel onde vivia Silvestre.
6° mulher
– uma mulata brasileira, chamada
Tupinoyoyo
(observe o estereótipo da brasileira aos olhos do europeu, mulata de nome indígena) contratada por D. Martinha.
7° mulher - Mademoiselle Elise de la Sallete
viera da França, envergonhada porque tinha sido abandonada por um duque, seu marido.
Full transcript