Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Capítulo 1 -Frente A: Relação Homem X Natureza

No description
by

Bruno Almeida

on 17 March 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Capítulo 1 -Frente A: Relação Homem X Natureza

A relação homem-natureza.
As forças de produção tem como objetivo a satisfação das necessidades básicas dos integrantes de uma sociedade. Entretanto com o avanço social a sociedade viu-se obrigada a produzir além do suficiente, produzindo um excedente constante obrigatório para a manutenção da mesma.
Porém, para que esse excedente fosse produzido surgem as
relações de produção
, que são
as normas sociais que regulam a forma e a distribuição da produção.
4.2 - Relações de produção
Como visto o trabalho e a vida em sociedade estão intrinsecamente ligados. A técnica de produção e os objetos produzidos são passados de geração para geração garantindo assim que ocorra uma evolução no trabalho, na técnica e na sociedade.
Os conhecimentos adquiridos (técnica) e os objetos criados a partir do trabalho recebem o nome de
forças produtivas.

4 - Os modos de produção entre o homem e a natureza
Como vimos o espaço não se limita a descrição apenas, ele é um conjunto de relações entre os objetos e seres vivos em um meio em constante transformação,
e o ser que mais o produz (transforma) é o ser humano.
O poder do raciocínio dos seres humanos permite-nos adequar à natureza para nosso uso, diferentemente dos animais que são determinados pela mesma.
3- Homem e natureza na produção do espaço
A produção e reprodução do espaço e a análise que fazemos do mesmo, é o objeto de estudo da geografia. Porém, como um conceito científico o espaço pode possuir mais de uma concepção,
estudaremos duas dessas concepções:
2- A produção do espaço
Geografia
1- O estudo da Geografia
Humana
Física
Produção do Espaço (sociedade)
Conceitos (significado preciso)
2.1 - Espaço absoluto
Nessa concepção de espaço a
dimensão é o objeto principal de análise
, ou seja, a ideia de espaço absoluto se preocupava em descrever as dimensões do espaço, o número de seres vivos, o tamanho dos objetos ali presentes, a localização, etc. Assim era uma Geografia muito mais descritiva do que analítica, minimizando a influência do ser humano sobre o meio dando origem ao
"Determinismo Geográfico".
No determinismo a natureza (única produtora do espaço) determinava a vida dos homens.
2.2 - Espaço relativo
Na nova concepção (espaço relativo) o
espaço é produto da relação entre o meio físico, seus objetos e os seres que nele habitam
. Se os objetos ou os seres mudarem o espaço também é alterado, logo, o espaço é dinâmico e mutável.
O ser humano realiza a transformação da natureza através do
trabalho
, no qual altera-se os elementos naturais para que os mesmos atendam alguma necessidade.
Não basta apenas termos a capacidade natural para realizar um trabalho, é necessário que saibamos "como realizar" tal, a isso damos o nome de
técnica
.
As técnicas tiveram de ser inventadas, elaboradas e aprimoradas sendo repassadas de geração em geração, e justamente essa característica que impõe ao ser humano a
condição de ser social
.

3.1 - O trabalho, a técnica e a sociedade.
Com as mudanças históricas do início do século XX (crise de 29, guerras mundiais, revoluções industriais...) o conceito de espaço sofreu alterações profundas.
4.1 - Forças produtivas
4.3 - Modo de produção
Os modos de produção são resultantes do
conjunto das forças produtivas com as relações de produção
, logo, se um dos dois fatores se altera, ou necessita ser alterado, o modo de produção muda.
Por exemplo, nas sociedades primitivas o objetivo da produção era garantir a
reprodução da sociedade
, para tal, cada indíviduo realizava suas tarefas (divisão social do trabalho) de acordo com suas aptidões, dando um caráter igualitário aos indíviduos. Já nas sociedades modernas o objetivo é
assegurar o bom andamento da economia
, para tal, houve a separação entre o trabalho braçal e intelectual, gerando um processo de dominação e, consequentemente, de desigualdade entre os indíviduos.


Exercícios p.14
1)

De acordo com o determinismo o homem é determinado pela natureza, ou seja, as condições naturais são as responsáveis pela vida humana. Tendo isso em vista, para os deterministas as desigualdades de desenvolvimento entre as nações se dá pelas diferenças entre suas condições naturais.

2)
Todo pensamento conservador procura manter o "status quo", ou seja, preservar a sociedade como está, assim o determinismo é conservador pois, impõe que o ser humano não pode transformar sua vida já que a mesma é determinada pela natureza (única produtora de espaço).

3)
Os animais são condicionados pela natureza por não conseguirem transformá-la, já o ser humano, por meio do trabalho, transforma a natureza em objetos, permitindo com que o homem a domine e se estabeleça como sociedade.
4)
C

5)
A

6)
O modo de produção é uma relação entre as forças produtivas, que são os objetos e o conhecimento adquirido por uma sociedade, e as relações de produção, conjunto de regras e normas criadas pela sociedade para regulamentar a força produtiva.

7)
O ser humano necessita transformar a natureza para assegurar sua sobrevivência produzindo assim o espaço. Porém é o espaço que fornece as condições naturais para a transformação condicionando, consequentemente, a sociedade.


8) a/b)
A figura mostra a diminuição do espaço relativo, ou seja, as distâncias físicas mantem-em-se, porém o tempo necessário de deslocamente encurtou-se devido a evolução dos meios de transportes e comunicações. Essa evolução é característica da globalização fase do capitalismo marcada pelo grande incremento dos fluxos de pessoas, mercadorias e informações.

9) a)
A tese princiapal do texto é a produção de um novo tipo de espaço, onde, devido os meios de transporte e comunicação mais evoluídos , o fator tempo vem sendo superado.
b)
O novo espaço produzido é quem aniquila o tempo, e não o contrário.
c)
Somente o espaço relativo foi alterado pela globalização, ao melhorar as técnicas de transporte e comunicação o ser humano criou uma nova relação com o espaço, onde o tempo não é mais um empecilho à transmissão de dados, informações, conhecimento e deslocamentos populacionais.

10)
E
Professor Bruno Almeida
Full transcript