Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Transtorno Bipolar

No description
by

Paola Oliveira

on 13 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Transtorno Bipolar

Jéssica Erguy
Michele Silva
Paola Costa
Pierre Motta

Transtorno Bipolar,
Episódios de humor
* 2 semanas no mínimo de:
- Humor deprimido ou falta de interesse;
- Perda ou ganho de peso;
- Hipersonia;
- Sentimento de inutilidade/ culpa excessiva;
- Pensamentos de morte e planos de suicidio.
Episódios de humor
Maníaco
Bibliografia
* DSM-IV-TR, Transtornos do Humor, pág. 346 à 391.
* No minímo uma semana de:
- Humor anormal ou irritável mais;
- redução da necessidade do sono
- auto-estima inflada
- fuga de ideias;
- ...
Depressivo Maior
O que é o THB (Transtorno de Humor bipolar)?
O humor é a perturbação maior!
...mais a companhia de alterações: comportamentais e fisiológicas;
É grave, recorrente e crônico;
e suas bases neurobiológicas

Psiconeurofisiologia / 2013-2

Bases Neurobiológicas

O THB está relacionado com o surgimento de diversas alterações bioquímicas e moleculares em sistemas de neurotransmissão e vias de segundos-mensageiros
As modificações em neurônios e glia parecem estar associadas com o surgimento de sintomas maníacos e depressivos.
Avanços nas técnicas de neuroimagem, genéticos e de biologia moleculares têm gerado novos conhecimentos acerca das bases biológicas da bipolaridade.
Relacionado ao estresse em células neurais, gerando perda na capacidade celular de induzir neuroplasticidade
Alterações nos neurorreceptores
• Estudos têm descrito alterações neuroquímicas no THB, por meio da avaliação de diversos hormônios, neurotransmissores e seus metabólitos.
THB - alterações na regulação de aminas biogênicas

Estas são amplamente distribuídas no sistema límbico, e estão envolvidas na modulação do sono–vigília, do apetite, de funções endócrinas e de estados comportamentais, como irritabilidade e medo.
• Outro neurotransmissor relacionado à biologia do THB é o ácido gama-aminobutírico (GABA).
Alterações na neuroimagem estrutural
Por meio de estudos de neuroimagem - THB gera alterações no córtex pré-frontal e amígdala

Possibilidade de perda da substância cinzenta
Aumento significativo da substância cinzenta cerebral em bipolares em uso de lítio
Alterações na neuroimagem funcional
Uso da ressonância magnética para comparar as áreas cerebrais que ficam ativas em voluntários sadios versus pacientes com THB em vários estágios do transtorno
Por meio de paradigmas de ativação emocional utilizando estímulos com valência afetiva ou neutra.
Pacientes com transtorno bipolar utilizam áreas cerebrais diferentes (por exemplo, tálamo e hipotálamo) dos controles saudáveis (regiões do córtex frontal).
Pacientes com THB têm ativações adicionais em regiões subcorticais, tais como amígdala, tálamo, hipotálamo e porções mediais do globo pálido.
Genética do T. Bipolar
Herança Multifatorial
MACHADO-VIEIRA, Rodrigo et al . As bases neurobiológicas do transtorno bipolar.Rev. psiquiatr. clín., São Paulo , v. 32, supl. 1, 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-60832005000700005&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 07 Nov. 2013.
(base genética e fatores ambientais);

Parentes de 1º grau daqueles que possuem o fénotipo correm um risco de
8 a 15
vezes maior do que na população em geral;

A concordância entre gêmeos monozigóticos é de 60% a 80%;

Os resultados dos estudos em busca dos genes suscetíveis são inconsistentes.
Full transcript