Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Uma breve história do adventismo

No description
by

Michelson Borges

on 13 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Uma breve história do adventismo

Uma breve história do
michelson borges
“Lembrem-se de seus primeiros líderes espirituais, que anunciaram a mensagem de Deus a vocês. Pensem como eles viveram e morreram e imitem a fé
que tinham.”
Hebreus 13:7, BLH
O grande desapontamento (parte 1)
ADVENTISMO
Guilherme Miller (1782-1849)
“Deus [...] escondeu-o [Miller] na sepultura, afastando-o daqueles que o estavam constantemente desviando da verdade. Moisés errou quando estava prestes a entrar na Terra prometida. Assim também eu vi que Guilherme Miller errou quando devia logo entrar na Canaã celestial, em permitir que sua influência fosse contra a verdade. Outros levaram-no a isso; outros darão conta por isso. Mas os anjos vigiam o precioso pó desse servo de Deus, e ele ressurgirá ao som da última trombeta.”
Primeiros Escritos
, p. 258
Hampton, NY
“A história passada desta causa deve ser repetida muitas vezes ao povo, tanto aos velhos como aos moços. Necessitamos rememorar frequentemente a bondade do Senhor e louvá-Lo pelas Suas maravilhas.”
Ellen G. White,
Testemunhos
Para a Igreja
, v. 6, p. 364
“O registro da experiência vivida pelo povo de Deus no início da história de nosso trabalho deve ser publicado. Muitos dos que desde então aceitaram a verdade não conhecem a maneira como o Senhor atuou. A experiência de Guilherme Miller e seus companheiros, do capitão José Bates e dos pioneiros da mensagem adventista precisam ser mantidas diante de nosso povo.”
Ellen G. White,
O Outro Poder
, p. 96
“Os registros da História Sacra são escritos, não meramente para que possamos ler e nos maravilhar, mas para que a mesma fé que operou nos servos de Deus no passado possa operar em nós.”
E. G. White,
Profetas e Reis
, p. 170
O dia 22 passou e houve muita tristeza e desapontamento.
“Mamãe, por que papai não voltou”, foi
a pergunta dos filhos do pastor
Carlos Fitch
, falecido oito
dias antes.
Onde os mileritas haviam errado? O que, afinal, havia acontecido em 1844?
“Nós esperávamos que fosse Ele quem havia de remir Israel; e, além de tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram.”
Lucas 24:21
Quando Cristo morreu na cruz, houve muita tristeza e desapontamento gerados por
falsas expectativas
.
“De todos os lados, ouvia-se o clamor: Queremos Cristo, o Médico. [...] Mas eram expulsos dos átrios do templo, e foram postados soldados às portas. [...] Os sofredores que tinham ido para ser curados pelo Salvador, sucumbiam ante a decepção. [...] Médicos eram consultados em vão; não havia eficiência como a dAquele que jazia no túmulo de José.”
O Desejado de Todas as Nações
, p. 776
“Nós esperávamos que fosse Ele quem havia de remir Israel”, disseram os dois discípulos a caminho de Emaús.
Entrada triunfal (parte 1)
Filho de pais religiosos, tornou-se deísta.
Como capitão, serviu o exército na guerra
de 1812, contra a Inglaterra. Essa experiência
mexeu com ele. Em 1816, passou a estudar
a Bíblia com dedicação, até que
se deparou com a profecia
de Daniel 8:14. Concluiu que
Jesus voltaria dali cerca
de 25 anos. Em 1831, sentiu
que devia partilhar suas
descobertas. Mas tinha medo.
Miller (50) prometeu
a Deus que se lhe chegasse um convite em casa, ele aceitaria pregar sobre suas descobertas. Trinta minutos depois, seu sobrinho bateu à porta e disse que o pai estava convidando Miller para pregar
em sua igreja.
A população nos Estados Unidos nessa época era de
17 milhões
de habitantes. Cerca de
um milhão
de pessoas foram alcançadas pela mensagem da volta de Jesus e aproximadamente
50 mil

creram nisso.
“Quando Jesus entrou em Jerusalém, toda a cidade ficou agitada e perguntava:
Quem e este
?”
Mateus 21:10, NVI
“Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu Rei virá a ti, justo e Salvador, pobre, e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de jumenta.”
Zacarias 9:9
Como podia Jesus, o caminho, a verdade e a vida, participar de um engano premeditado?

Como podia o Príncipe da Paz preparar intencionalmente o ambiente para
a tristeza que se seguiu?

Jesus enganou o povo ao levá-lo
a vê-Lo como Rei?

O que, afinal, causou a decepção?
O Céu advertiu
a humanidade

João 1:29
Daniel 9:26, 27
Isaías 53
Gênesis 3:15
O inimigo iria ferir a Semente da mulher
Por mais de
quatro mil anos
o Céu
fez tudo o que pôde para impedir a incompreensão do povo e o consequente desapontamento. Mas havia chegado o tempo de Jesus realizar o mais significativo ato da História: a redenção da humanidade
e a vindicação do caráter de Deus.
Mas de que adiantaria demonstrar esse amor, se ninguém tivesse ouvido falar a respeito? Esse ato requeria a mais ampla
publicidade
, para que pecadores pudessem ser salvos.
Jesus fez tudo o que pôde para preservar as pessoas da incompreensão. Mas, quando elas persistiram em sua má compreensão, Ele foi em frente assim mesmo. Com o tempo, muitos compreenderiam aquilo pelo que, de outro modo, jamais teriam se interessado.
No caminho para Emaús, Jesus apareceu para dois discípulos não muito conhecidos e lhes explicou o que as Escrituras falavam a Seu respeito (Lc 24:27).
Ao falar-lhes, Jesus relembrou muitos textos conhecidos, e eles devem ter pensado: “Já ouvimos isso centenas de vezes! Por que não entendemos antes?”
Os discípulos reexaminaram cuidadosamente
as Escrituras. Capacitados pelo Espírito, fundaram um poderoso movimento religioso: a
Igreja Cristã
.
Entrada triunfal (parte 1) =
Jerusalém
Grande desapontamento (parte 1) =
cruz

Entrada triunfal (parte 2) =
despertamento do segundo advento
Grande desapontamento (parte 2) =
22 de outubro de 1844
Os mileritas não cometeram erro maior do que os discípulos, quando imaginaram que as profecias previam que Jesus viria como Rei no ano 31.
No dia 22 de outubro de 1844, Jesus começou uma nova fase de expiação, tão essencial quanto a axpiação na cruz. Isso requeria, também, ampla divulgação, para que os pecadores pudessem crer e viver.
Assim como fez com Seus discípulos, Jesus tentou advertir os adventistas:

Daniel 7
Lucas 12
Hebreus 8 e 9
Apocalipse 10 e 11

O desapontamento se deveu à má compreensão das pessoas, não à vontade de Deus.
A quem Jesus explicou primeiro o que
aconteceu em 22 de outubro de 1844?
“Cléopas do milharal”
Essa nova compreensão foi estudada e reestudada e, no devido tempo, surgiu um grande movimento religioso mundial:
a
Igreja Adventista do Sétimo Dia
.
Espetáculo paralelo
Espetáculo paralelo
Palmyra, NY
Port Gibson, NY
Hiran Edson
Joseph Smith
1820
Monte Cumorah
Apocalipse 14:6, 7
“É necessário que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, seja crucificado
e ressuscite no terceiro dia.”
Lucas 24:7
Rachel Oakes (1089-1868)
Oakes influenciou o Pr. Frederick Wheeler a guardar o sábado. José Bates visitou Wheeler, estudou a Bíblia com ele e foi convecido da vigência do quarto mandamento.
Casa de José Bates, construída em 1742 (New Bedford, MA)
Washington, NH
Battle Creek, MI
22 de outubro de 2014,
170 anos depois
1792-1872
“Após cinco anos de trabalho, permiti-me especular sobre o assunto e redigi algumas notas breves; desenvolvi estas notas em
1844
até as converter num esboço das conclusões, que então me pareciam prováveis.”
Charles Darwin,
A Origem das Espécies
Deus ama Sua igreja
“A igreja, débil e defeituosa, precisando ser repreendida, advertida e aconselhada, é o único objeto na terra ao qual Cristo confere Sua suprema consideração.”
Testemunhos Seletos
, v. 2, p. 355
“Deus tem na Terra uma igreja que é Seu povo escolhido, que guarda os Seus mandamentos. Ele está guiando, não ramificações transviadas, não um aqui e outro ali, mas um povo.”
Testemunhos Seletos
, v. 2, p. 362
“Jesus amou a igreja, e por
ela Se deu a Si próprio, e Ele
a há de aperfeiçoar, refinar, enobrecer e elevar, de maneira que fique firme em meio das corruptoras influências deste mundo.”
Testemunhos
Seletos
, v. 2, p. 356
“Não necessitamos duvidar nem temer de que a obra não avançará. Deus está à frente. [...] e porá tudo
em ordem. [...] Tenhamos fé de que
o Senhor guiará com segurança ao porto a nobre embarcação que conduz Seu povo.”
Review and Herald
, 20 de setembro de 1892
“Embora existam males na igreja e tenham
de existir até o fim do mundo, a igreja destes últimos dias há de ser a luz do mundo poluído e desmoralizado pelo pecado.”
Testemunhos Seletos
, v. 2, p. 355
“Quando alguém se afasta do corpo organizado do povo que observa os mandamentos de Deus, quando começa a pesar a Igreja em suas balanças humanas e a acusá-la, podeis saber
que Deus não o está dirigindo. Ele
se encontra no caminho errado.”
Mensagens Escolhidas
, v. 3, p. 18
Full transcript