Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Seminário Metodologias Ativas e Inovação Pedagógica na UFLA

O objetivo é promover o debate sobre possíveis caminhos para o aprimoramento do ensino nos cursos universitários por meio da adoção de metodologias ativas e da inovação pedagógica.
by

Ronei Martins

on 10 June 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Seminário Metodologias Ativas e Inovação Pedagógica na UFLA

Seminário Metodologias Ativas e Inovação Pedagógica na UFLA
[PRG - CEAD]
Objetivos
1 - Discutir o atual estágio de incorporação de TDICs no ensino universitário, na perspectiva da INOVAÇÃO PEDAGÓGICA

2 - Apresentar resultados de estudos sobre a aplicação de TDIC em atividades educacionais no âmbito da instituição.
Contexto:
-Convergência entre a educação Presencial e a Online
-Alta disponibilidade de TDIC
Currículo da graduação: espaço privilegiado para as inovações
Um estudo sobre o uso de AVA na graduação:
Base: Benigno e Trentin, 2000; Carvalho Neto, 2009; Kim e Leet, 2008; Schlemmer e Fagundes, 2001
Método:
Aplicação de um questionário online, inserido no AVA.
Instrumento:
resposta única e múltipla escolha,
27 itens baseados em escala de 4 opções
(Não se aplica; 1-Ruim; 2-Regular; 3-Bom),
3 dimensões: (1) acesso e suporte técnico,
(2) Interface e ferramentas;
(3) Aprendizagem no Ambiente Virtual.
Participantes:207 alunos (20% dos usuários do AVA),
55% do sexo feminino,
faixa etária predominante 19 e 24 anos (86%).
53% estudavam no período noturno.
PRINCIPAIS RESULTADOS E DISCUSSÃO

1) A habilidade com os recursos informáticos e o acesso ao AVA não são dificultadores.

2)A maioria dos alunos utilizou o AVA por até 2h semanais, (baixo uso)

3) A interface não prejudica (pode ser aprimorada).

4) ferramentas de comunicação são consideradas de Regulares a Ruins.

5) distribuição do material didático e envio de trabalhos para o professor avaliados como os melhores recursos.
[4 e 5 = compatíveis com Carvalho Neto (2009)]
==> Estudantes valorizam pouco as ferramentas de comunicação/interação quando o AVA é suporte para cursos presenciais.

==> Estudantes consideram que o AVA contribui efetivamente para o aprendizado e para a atuação profissional posteior
Obrigado!
roneimartins@ded.ufla.br

INOVAÇÃO NO ÂMBITO EDUCACIONAL:

Mudança DELIBERADA e conscientemente ASSUMIDA visando ao APRIMORAMENTO da ação pedagógica.
outro estudo...
Panorama UFLA: utilização de tecnologias digitais de informação e comunicação na mediação pedagógica
[MESSINA, G. Mudança e inovação educacional: Notas para reflexão. Cadernos de Pesquisa, n. 114, p.225-233, 2001.

NEIROTTI, N.; POGGI, M. Alianças e inovações em projetos de desenvolvimento educacional local. Brasília: UNESCO, 2005.

PALMA, G.; FOSTER, M. M. S. Inovação e Educação Superior – rupturas e continuidades. Educação Unisinos, v. 15, n. 2, p. 149-157, 2011.]
Vamos conversar sobre:
Tecnologias digitais
espaço-escola, ambientes [presenciais e virtuais] de aprendizagem

como nos estamos utilizando as tecnologias que já estão ai?
Conjunto de crenças básicas que dizem respeito a princípios e fins. Representa uma "visão de mundo"
Paradigmas
Trabalho e inovação
Condição docente
uma alternativa:
interação dinâmica entre
as pessoas que estão em processo de aprendizagem,
os conhecimentos, o ambiente, a cultura e a ética que as envolve.

...mediação pedagógica.
...é estar com o outro no processo
de trocas durante uma aprendizagem.
A mediação depende de "meios" (uma linguagem, uma tecnologia, um contexto.)

... mediação por tecnologias requer (e paradoxalmente provoca) mudanças profundas na forma de agir e de pensar dos estudantes, professores, gestores, ...
Vamos olhar um pouco para como estamos agindo e no que estamos pensando!
disponível em https://prezi.com/user/rxmartins/
Inicialmente, o conhecimento está dentro do professor e é exterior ao aluno.
Conteúdos complexos são difíceis de aprender e precisam, portanto, serem divididos em pedaços. Uma das tarefas principais do professor é “quebrar” o conhecimento em pedaços de complexidade adequada.
Para que o aprendizado ocorra, o “pedaço de conhecimento” tem que "entrar" na mente do aprendiz. Na mente há aberturas de tamanho limitado e pedaços “grandes” não conseguem entrar. O "bom professor" é aquele que consegue “transmitir” o conhecimento no tamanho certo para o orifício.
mesmo que o conhecimento seja do tamanho certo, ele só efetivamente “entra” na cabeça do aprendiz se este estiver no estado emocional apropriado. É como se houvesse uma pequena portinhola que só se abre se o aluno estiver atento, motivado e interessado.
dentro da mente do aprendiz, o novo conhecimento tem de se conectar com algum pré-existente (por meio de analogias, associações ou exemplos). Professores devem, portanto, estimular as conexões entre o novo conhecimento e o já existente.
Ver: http://www.blikstein.com/paulo/documents/books/Blikstein-malEstarNaAvaliacao.pdf
Teorias ingênuas: MODELOS MENTAIS NA EDUCAÇÃO
Full transcript