Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

MESOPOTAMIA

No description

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of MESOPOTAMIA

A HISTÓRIA NÃO É:
- Literatura;
- Resgate do passado;
- Compreensão única do passado;
- Verdade absoluta;
- Apenas o passado;
- Oráculo ou videncia do futuro.
- A HISTÓRIA NÃO É CÍCLICA

A HISTÓRIA É:
- Interpretação com apoio em fontes e metodologias científicas;
- Percepção do passado e do próprio presente;
- Olhar do presente sobre o passado;
- Ciência com método e fontes próprias.
ESTRUTURA SOCIAL DA MESOPOTAMIA
GOVERNO E LEI
GEOGRAFIA
RELIGIÃO
POLITEÍSTAS
Deuses Antropomórficos
Visão fatalista de mundo
Rei mesopotâmico não é bem um deus, mas um representante, um enviado, um ser divino, mas não deus
ECONOMIA E ARTES
DESCOBERTAS CIENTÍFICAS
ESTRUTURA DE GOVERNO
SARGON II
NABUCODONOSOR
HAMURABI
CÓDIGO DE HAMURABI
O REI
OS ESCRIBAS
COMERCIANTES E ARTISTAS
POVÃO
ESCRAVOS
BABILÔNICOS
ASSIRIOS
SUMÉRIOS
CALDEUS
ZIGURATES
CRENÇAS RELIGIOSAS
Morte
TIPOS DE COMÉRCIO E TRANSPORTE
AGRICULTURA - INOVAÇÕES (CANAIS IRRIGADOS)
SHEKEL, MINA E TALENTO
ESCULTURAS EM RELEVO
CUNEIFORME - ESCRITA
EPOPEIA DE GILGAMESH
ESTATUETAS
A RODA
CHARRETES - CARROÇAS
ARMAS DE FERRO E BRONZE
MATHEMATICS - Base of 60
CALENDAR (TYPE)
HANGING GARDENS OF BABYLON
Kish
Legenda
- Cidade
- Rios (linhas azuis)
MESOPOTAMIA
ANU - Deus do céu

MARDUK - Deus dos Babilônicos (principal deus)
ISHTAR - deusa do amor
NERGAL - Deus da guerra e das pragas

ARURU - mãe e esposa de Nergal
NAMMU - Deusa do mar
ENLIL - Deus do ar e das tempestades
INANNA - Deusa do amor e da guerra
KI - Deusa da terra
GIBIL -Deus do fogo
EA - Deus das aguas
NINKASI - Deusa da cerveja
Ziggurats são plataformas de vários andares. O santuário que os sacerdotes usavam para realizar rituais, recitar hinos e orações. Acreditava-se que a altura do santuário facilitaria as divindades a descer e dar bênçãos para o povo.
Mundo é um disco plano, rodeado por um vasto espaço.
O mar cerca a Terra.
O Universo nasce das águas
Source: "Religion." <i>Religion</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.dl.ket.org/humanities/connections/class/ancient/mesopreligion.htm&gt;.
HISTÓRIAS
Palavra suméria para universo é An-Ki
deus An + deusa Ki
Seu principal filho era o deus do ar, Enlil e ele está entre um dos mais poderosos deuses da mesopotamia.
Alguns associam Enlil com Zeus (grego).
Pazuzu é o rei dos demônios
Centenas de outros deuses e deusas nasceram de deuses sumérios.
A morte era vista como uma condição para os seres humanos. Deuses eram vistos como imortais, embora alguns deles morressem e ressurgissem de vez em quando.
Morte esteve ausente nos textos de criação embora apareça nos contos. Eles acreditam que os deuses criaram a morte para evitar a superpopulação.
A média de vida era em tornode 40 anos e se a pessoa morre antes de seu tempo, isso é visto como uma maldição dos deuses.
As pessoas acreditavam que submundo é, literalmente, abaixo do solo da Terra.
Após a vida
Acreditavam que as pessoas mortas iam para o submundo.
Não há julgamento particular.
Todo mundo entra no submundo.
Acredita-se que haviam modos específicos de enterrar as pessoas
Acreditavam que havia a necessidade de dar um enterro apropriado para que os mortos permanecessem no submundo.
O REI
A posição mais alta da hierarquia Mesopotâmia.
O Rei é responsável pela criação de leis.
Acreditavam que eles eram deuses na terra.
O chefe do exército.
OS ESCRIBAS
Pertenciam a uma classe superior bem educada.
Escribas podem obter uma ocupação no palácio, exército, governo, comércio etc.
Passavam por treinamentos
Pertenciam à classe superior.
A riqueza do comércio fortaleceu as cidades.
Escrita cuneiforme para documentar acordos comerciais.
Inventaram calendários para acompanhamento das operações.
POVÃO
Pertenciam a uma classe de trabalho inferior.
85% da pirâmide social.
Não educado.
Trabalhavam na fabricação de cerâmica, pesca, agricultura.
Casas simples
ESCRAVOS
Nível mais baixo da pirâmide social da Mesopotâmia.
Nenhum direito.
Trabalhavam para pessoas de classe alta, como nobreza.
Trabalhavam principalmente na agricultura
Amorita: I Império Babilônico
Mais conhecido e mais célebre rei de todos os reis da Mesopotâmia.
Governou o Império Babilônico 1792-1750 a.C
Quando começou a governar, tinha o controle de apenas 50Km quadrados de território.
Conquistou diversas cidades-estado e seu império cresceu.
Unificou os vários grupos que controlava.
Criou leis para manter a ordem.
Lei para ordem.
Mandou juristas reunirem as práticas e escreverem um único código de leis.
Algumas delas foram alteradas e outras eliminadas, mas, no total eram 282 leis.
O código é lembrado pela frase "olho por olho", porque representa um sentimento de justiça baseada na vingança.
O código pode punir ricos e pobres: nobeza, plebeus e escravos
O Código abrange todos tipo de questões relacionadas com a agricultura, os rebanhos de animais e a vivência em sociedade
Um Estado centralizado nas mãos do rei
Sociedade estratificada (pirâmide social)
Sociedade burocratizada (cadastros de dízimos pagos pelos agricultores.)
Existência de um "funcionalismo público" (Escribas).
Código de Hamurabi (que seguia o princípio da Lei de Talião: Olho por olho, dente por dente.
(Ler p. 36 do livro COC)
• One of the greatest kings of Assyria that reigned around 722-705 BC
• With Sargon II reigning, he made a pact with the Babylonian king at that time.
• Gave freedom to all temples as well as people of the towns of Assur and Harran from taxes.
• Conquered parts of the Mesopotamia areas.
• Had campaigns and projects with the cities.
Reinou 604-562 aC
II Império Babilônico
O rei mais enérgico da Babilônia.
Seus exércitos destruíram Jerusalém.
Ele foi implacável e muito inteligente na arte de governar.
Babilônia era um magnífico reino até a chegada dos Persas
Cerâmica - o uso da argila para criação de objetos data de 8000 aC. Com o uso de cerâmica, formas dIferentes de vasos foram criados
Faiança - Material envidraçado artificial foi feito na Mesopotâmia, em 4000 aC
Mesopotâmia não era rica em recursos naturais, por isso utilizava o comércio com civilizações e grupos vizinhos.
Grãos, óleos e tecidos eram comercializados em troca de vinho, madeira e metais.
Essas trocas comerciais eram realizadas nas vizinhanças da Mesopotâmia e o povo utilizava navios, jangadas, burros para chegar ao destino e até mesmo caminhavam a pé duras distâncias para realizar as trocas comerciais.
SHEKEL, MINA e TALENTO: Os tipos de moeda (dinheiro) ao longo dos anos das civilizações Mesopotâmicas. O desenvolvimento do sistema de cunhagem não se desenvolveu até 700 a.C.
Cuneiforme é o primeiro sistema de escrita que se tem notícia. Foi inventado no sul da Mesopotâmia
Escrita simples para gravar informações comerciais e coisas comuns.
Primeiros escritos foram encontrados com pictogramas, que eram utilizados na ocmunicação entre comerciantes e envolvia questões de cultura e dinheiro.
Os escribas da Mesopotâmia registravam eventos diários, coisas sobre astronomia, e literatura sobre tabuas.
Cuneiforme foi usado para escrever várias línguas.
Canais e irrigações foram construídos para dirigir a água para os campos de agricultura.
São obras de arte em que uma pedra na superfície de uma laje é parcialmente esculpidas para criar imagens.
Detalhes são feitos com martelo e cinzel.
O acabamento final é atingido com a ajuda de abrasivos
Estas esculturas foram feitas para comemorar eventos importantes como uma vitória militar.
Algumas em razão de decoração
Um poema épico da Mesopotâmia antiga
Remontando ao redor da Terceira Dinastia de Ur (2100 aC)
Começa com 5 poemas sobre Rei Gilgamesh de Uruk.
Mesopotamicos criaram estatuetas para representar sua divindade.
Seria uma imagem plausível de como os deuses se pareceriam.
Eles também esculpiam estatuas com a forma de pessoas importantes que tiveram impacto sobre a sua história, como reis.
O uso precoce de rodas na Mesopotâmia datam de 3500 aC.
Rodas foram utilizadas pela primeira vez na cerâmica.
Em seguida, eles foram usadas em carros em torno de 3200 aC.
Mudaram completamente o transporte de bens e o comércio.
Eles foram usados desde a Mesopotâmia por volta de 3000 aC
As primeiros carroças eram dos sumérios e eram puxadas por burros
2900 a.C
Yokes were used for cows to help the farmer ploughing the farmer's field.
It is called Babylonian Mathematics, it is practice in Mesopotamia
They were written in cuneiform script.
The numeral system was base of 60
It derives from modern day usage 60 seconds in a minute, 60 minutes in an hour and 360 degrees in a whole circle.
The Sumerians of mesopotamia were the first ones to create the 30 day lunar calendar.
They were priest-astronomers who observed the movement of stars.
During the Hammurabi Kingdom, the calendar was improved and this was called the Babylonian Calendar.
The Babylonian Calendar had 354 days/year.
Each year had 12 alternating months of 29 days and 30 days.
The calendar was missing 11 1/4 days so they added 2 months and 7 years every 19 days.
Hanging Gardens of Babylon was one of the seven wonders of the ancient world.
There are no archaeological evidences about the garden but they were legends and texts about the hanging gardens
According to a legend, Nebuchadnezzar II built the gardens for his wife because the wife misses her homeland with hills and valley.
SOURCE: "MESOPOTAMIAN GOVERNMENT AND JUSTICE SYSTEM." <i>MESOPOTAMIAN GOVERNMENT AND JUSTICE SYSTEM</i>. Web. 18 Feb. 2015. &lt;http://factsanddetails.com/world/cat56/sub363/item1517.html&gt;.
Source : "Sargon II." <i>Wikipedia</i>. Wikimedia Foundation. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://en.wikipedia.org/wiki/Sargon_II&gt;.
Source: Bertman, Stephen. Handbook to Life in Ancient Mesopotamia. New York: Facts On File, 2002. Infobase eBooks. Web. 18 Feb. 2015.<http://ebooks.infobaselearning.com/View.aspx?ISBN=9780816074815&InstID=3029>.
Source : Ushistory.org. "4c. Hammurabi's Code: An Eye for an Eye." Hammrabi's Code: An Eye For an Eye (ushistory.org). N.P., 2013. Web. 17 Sept. 2013
Source : Ushistory.org. "4c. Hammurabi's Code: An Eye for an Eye." Hammrabi's Code: An Eye For an Eye (ushistory.org). N.P., 2013. Web. 17 Sept. 2013
Source: "Mesopotamia Social Hierarchy." <i>Hierarchy</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.hierarchystructure.com/mesopotamia-social-hierarchy/&gt;.
Source: "Mesopotamia Social Hierarchy." <i>Hierarchy</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.hierarchystructure.com/mesopotamia-social-hierarchy/&gt;.
Source: "Mesopotamia Social Hierarchy." <i>Hierarchy</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.hierarchystructure.com/mesopotamia-social-hierarchy/&gt;.
Source: "Mesopotamia Social Hierarchy." <i>Hierarchy</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.hierarchystructure.com/mesopotamia-social-hierarchy/&gt;.
Source : "Learning about Ancient Mesopotamian Religion and Culture." <i>Learning about Ancient Mesopotamian Religion and Culture</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.smspromotions.org/mesopotamian-religion.html&gt;.
Source: Bertman, Stephen. Handbook to Life in Ancient Mesopotamia. Handbook to Life. New York: Facts On File, 2002. February 18, 2015. http://ebooks.infobaselearning.com/View.aspx?ISBN=9780816074815&InstID=3029
Source: "Mesopotamia Social Hierarchy." <i>Hierarchy</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.hierarchystructure.com/mesopotamia-social-hierarchy/&gt;.
Source: Gill, N.S. "Mesopotamian, Assyrian & Babylonian Gods and Goddesses." Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://ancienthistory.about.com/cs/neareastmyth/a/babygods.htm&gt;.
Source: Gill, N.S. "Mesopotamian, Assyrian & Babylonian Gods and Goddesses." Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://ancienthistory.about.com/cs/neareastmyth/a/babygods.htm&gt;.
Source: Gill, N.S. "Mesopotamian, Assyrian & Babylonian Gods and Goddesses." Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://ancienthistory.about.com/cs/neareastmyth/a/babygods.htm&gt;.
Source: Gill, N.S. "Mesopotamian, Assyrian & Babylonian Gods and Goddesses." Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://ancienthistory.about.com/cs/neareastmyth/a/babygods.htm&gt;.
Source: "Religion." <i>Religion</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.dl.ket.org/humanities/connections/class/ancient/mesopreligion.htm&gt;.
Source:Source: "Death In Mesopotamia." <i>Death in Mesopotamia</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.ancientworlds.net/aw/Article/1299180&gt;.
Source: "Death and the Afterlife - Mesopotamian Mythology." <i>World Mythology</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://world-mythology.org/mesopotamian-mythology/death-afterlife/&gt;.
Source: "Trade and Transport Explore." <i>Trade and Transport Explore</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.mesopotamia.co.uk/trade/explore/exp_set.html&gt;.
Source: Bertman, Stephen. Handbook to Life in Ancient Mesopotamia. New York: Facts On File, 2002. Infobase eBooks. Web. 19 Feb. 2015.<http://ebooks.infobaselearning.com/View.aspx?ISBN=9780816074815&InstID=3029>.
Source: "Heilbrunn Timeline of Art History." <i>Early Dynastic Sculpture, 2900–2350 B.C.</i> Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.metmuseum.org/toah/hd/edys/hd_edys.htm&gt;.
Source: "The Revolutionary Invention of the Wheel." <i>Ancient Origins</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.ancient-origins.net/ancient-technology/revolutionary-invention-wheel-001713&gt;.
Source: "Tombs - Explore." <i>Tombs - Explore</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.mesopotamia.co.uk/tombs/explore/w_char2.html#spo&gt;.
Source: "The Stone, Bronze, and Iron Ages." <i>Stone, Bronze, and Iron Ages</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.essential-humanities.net/history-overview/stone-bronze-iron-ages/&gt;.
Source: Hodges, Henry. <i>Technology in the Ancient World</i>. New York: Knopf, 1970. Print.
Source: "Babylonian Mathematics." <i>Wikipedia</i>. Wikimedia Foundation. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://en.wikipedia.org/wiki/Babylonian_mathematics&gt;.
Source: "The Egyptian and Mesopotamian Calendar." Ryan and Micol. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://best.berkeley.edu/~mesa/comm/group_1/ryan.html&gt;.
Source: "Hanging Gardens of Babylon." <i>Wikipedia</i>. Wikimedia Foundation. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://en.wikipedia.org/wiki/Hanging_Gardens_of_Babylon&gt;.
Source: "Religion." <i>Religion</i>. Web. 19 Feb. 2015. &lt;http://www.dl.ket.org/humanities/connections/class/ancient/mesopreligion.htm&gt;.
Civilização Mesopotâmica
x
Civilizações da Mesopotâmia

Prof. Me. Michelle Maria Stakonski Cechinel
Dica da Mimis:
Questão da UDESC/2015

“A incompreensão do presente nasce fatalmente da ignorância do passado. Mas talvez não seja menos vão esgotar-se em compreender o passado se nada se sabe do presente.” Marc Bloch. Apologia da História ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001, p. 65. Assinale a alternativa que contém a definição de história mais coerente com a citação do historiador Marc Bloch.

A. ( ) A História é a ciência que resgata o passado para explicar o presente e fazer previsõessobre o futuro.

B. ( ) A História é uma ciência que visa promover o entretenimento dos expectadores do presente e um conhecimento inútil sobre o passado.

C. ( ) A História é, tal como a literatura, uma narrativa sobre o passado determinada pela imaginação do historiador.

D. ( ) A História é a ciência que se refugia no passado para não compreender as questões do presente.

E. ( ) A História é uma ciência que formula questões sobre o passado a partir de inquietações e experiências vividas no presente.

Resumo dos conceitos:
Civilizações hidráulicas ou de regadio;
Modo de Produção Asiático:
Estado proprietário da terra (posse comunitária)
Base social aldeã;
Intervenção Estatal na economia;
Classe Social dominante identificada com o Estado;
Divisão social do trabalho (Servidão coletiva)
Não houve uma civilização mesopotâmica
Civilizações na região do atual Iraque, entre os rios Tigre e Eufrates;
Região fértil;
Rios com cheias e secas não sequenciais;
Local geograficamente não favorável;
Sem proteções naturais
Produziam cevada, trigo, linho, gergelim, legumes, raízes e frutas. Gado, caneiro, burros e aves.
Civilizações:
Sumérios:
Pioneiros, Escrita cuneiforme, fundaram primeiras cidades, cidades-estados governadas por Patesi com autonomia. Contruíram canais de irrigação. Primeiras Leis como a de Talião. Epopéia de Gilgamesh.
Acadianos
:
Povos semitas
. Primeiros a tentar uma unidade mesopotâmica. Cultura acadio-sumeriana.

Babilônicos
: Povos amoritas. I Império Babilônico, Hamurabi. Unificação do código de leis. Construção de diques,. Sofreram invasão de Cassitas e Hititas. Invasões Assirias.

Assírios:
Crueldade, expansionismo, criação da Biblioteca de Nínive, crise interna, invasão dos Babilônicos + Medas = Caldeus ou Neobabilônicos


II Imperio Babilônico, ou Caldeu, ou Neobabilônico:
Cativeiro da Babilônia (conquistam reino de Judá e aprisionam Hebreus na Babilônia). Nabucodonosor conquista Jerusalém. Jardins Suspensos da Babilônia. Império Persa.
Dica da Mimis:
Questão da UFSC/2016:
Full transcript