Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

leitura e interpretação de texto

No description
by

Sonia abdalla iglesias

on 21 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of leitura e interpretação de texto

leitura e interpretação de texto
produção textual
professora: cristina Iglesias
cristina.iglesias@unifesp.br
"
Ninguém sabe o que é escrever bem, se não sabe bem o que vai escrever
"(Camara Jr., 1978)
Leitor
texto
interação
PARA QUÊ = OBJETIVOS

HOBBY
ESCAPISMO
ESCOLA
OBRIGAÇÃO
INFORMAÇÃO
NOTÍCIAS RECEITA
.............
PROCESSO
A
INTERPRETAÇÃO
DO TEXTO
QUE FAZEMOS VAI DEPENDER DO
OBJETIVO
(S) LEITURA
=/=
leitor constrói o significado texto
"A LEITURA DO MUNDO PRECEDE A LEITURA DA PALAVRA
DAÍ QUE A POSTERIOR LEITURA DESTA (PALAVRA) NÃO POSSA PRESCINDIR DA CONTINUIDADE DA LEITURA DAQUELE (MUNDO)
LINGUAGEM E REALIDADE SE PRENDEM DINAMICAMENTE" Paulo Freire

leitor usa seu
conhecimento de mundo
e seu
conhecimento de texto
interpretação
PREVISÕES
OU
CONHECIMENTO PRÉVIO
OBJETIVO (s)
CONHECIMENTO PREVIO
FONTES DE PREVISÃO
características
= bonito,sedutor ou nervoso
situações =
euforia, depressão
fatos/indicadores que nos levam prever
certas situações
pistas tipográficas =
título, subtítulo, negrito, itálico, esquema, gráficos...
.
antes da leitura observar
EM GERAL ALGUMAS ESCOLAS
NÃO
ENSINAM
A COMPREENDER
UM TEXTO
LEITURA
= PERGUNTAS E RESPOSTAS
AO INVÉS DE
: O QUE MAIS GOSTOU OU O MAIS IMPORTANTE (Isabel Solé)
SUGESTÃO
MOTIVAÇÃO
CONTEÚDO LIGADO AOS
INTERESSES DA PESSOA
QUE LÊ E SE CORRESPONDE AOS OBJETIVOS DO LEITOR
CRIAR MOTIVAÇÃO -FUNÇÃO PROFESSOR =
textos interessantes
LER É COMPREENDER E É PROCESSO
DE CONSTRUÇÃO DE SIGNIFICADOS
O QUE É LER O QUE É COMPREENDER
O que é aprender ?
ESCOLA
conhecimento
anterior
conhecimento
NOVO
=
anterior
novo
reorganização
+ completo
+ complexo
conhecimento
Texto
não tem novidade
=
NÃO APRENDE
texto + complexo
que o meu conhecimento prévio não seja suficiente =
NÃO APRENDE
Leitura é
INSTRUMENTO APRENDIZAGEM
ler para aprender e NÃO LER POR LER
aprender a aprender
ESTRATÉGIAS DE LEITURA

POR QUÊ?
Formar
leitores autônomos
capazes de enfrentar textos diversos (aprende, interroga-se, estabelece relação com o lê, questiona conhecimento e modifica....)

Formar
leitores capazes de aprender a partir dos textos
QUAIS??
- qual o
propósito da leitura:
o que
tenho que ler?
Por que/para que
tenho que ler
-
ativar conhecimentos prévios
: o que sei do autor, tipo de texto, quais caminhos o autor se valeu para se aproximar do leitor





- qual
informação essencial
do texto para atingir meu objetivo
- este texto
faz sentido
? é fácil de entender? é coerente com o que penso ou não?
- elaborar
interpretações, hipóteses, previsões
,
conclusões
inferências
autor
Ved Stranden, 14-16 Tlf.98101550. Glæd dig til spændende og morsomme timer i selskab med festlige mennesker i en international atmosfære. Åben alle ugens dage fra kl. 20.00 – 04.00. Entré DKK 50,00,-. Der er legitimationspligt i henhold til dansk lov. Ingen adgang for unge under 18 år.
avaliação negativa
da velhice

Pluralidade de leituras e sentidos
bagagem sociocognitiva
conhecimento da língua e
coisas do mundo (valores, crenças, vivências)
conhecimento muda de leitor para leitor
de que lugar eu venho
quais meus conhecimentos

quais são meus valores, minha vivência
G
ê
NEROS T
e
XTUa
I
S
carta - blog - e-mail- relatório - bula de remédio- romance - conto notícia -- conto, resumo -redação -piada horóscopo- cardápio restaurante - aula expositiva- reunião de condomínio - telefonemas- charge, música.....
.infinito (infinitas situações de comunicação)
ocorrem por meio dos
gêneros textuais
uso conforme meu objetivo
A
g
RUPAM
e
NTO
Relatar

Narrar
Argumentar
Expor
documentação e memorização de ações humanas, experiências vividas (relato, notícia, diário, reportagem, biografia...etc
recriação do real, como no conto, conto fantástico, fábula, romance...
Descrever ações/instruir
discussão de problemas controversos se busca
sustentação de uma opinião ou não.
Tomada de posição (debate, editorial, carta argumentativa, artigo de opinião, discurso da defesa....
apresentação e construção de diferentes tipos de saberes (artigo científico, verbete, seminário, palestra, entrevista...)

normas a seguir para atingir objetivo (instrução, bula de remédio, manual, receita, regras de jogo..
narrativa -
RELATA SITUAÇÕES, FATOS
ACONTECIMENTOS REAIS OU
IMAGINÁRIOS
descritiva -
DESCRIÇÃO DAS PROPRIEDADES,
QUALIDADES E CARACTERíSTICAS DOS OBJETOS
dissertativa -
CONSTRÓI OPINIÃO, modo progressivo. Vale-se de argumentação coerente consistente, expõe os fatos, reflete a respeito, apresenta justificativas
,
avalia.
...
injuntiva:
SE REFERE a algo a ser feito como deve ser feito
explicativa:
UTILIZA E SISTEMATIZA INFORMAÇÕES
preditiva:
ANTECIPAÇÃO FATOS, faz uma previsão
dialogal :
MÍNIMO DOIS INTERLOCUTORES
que efetua trocas verbais
relações
ESQUEMAS EXEMPLOS
RESENHA
NADA MAIS É QUE UM
RESUMO CRÍTICO
RESUMO
pequeno texto
destaca ideias principais do artigo
guarda fidelidade
ao texto original
lembre-se de
sublinhar numa
segunda leitura
organize um
esquema lógico

se elabora um julgamento de uma
obra
não existe receita pronta !!!!
a
ordem das ideias
e a
sequência dos fatos
não deve ser modificado
RESUMO
1-
caso
texto seja resumido,

capítulo curto
ou até
parágrafo
-
técnica de sublinhar
2-
textos bem estruturados
cada parágrafo contém uma ideia

3-

textos longos
ou de
livros
veja
índice ou sumário
não apresentar juízos críticos ou comentários pessoais

O QUE É COERENTE?????
COERÊNCIA??
coerência
nexo entre ideias
acontecimentos, situações
relação existente entre as partes do texto, é o
vínculo entre as idéias
expostas nele responsável pela percepção de sentido
organização
textual
texto composto de:

a)
macro
estrutura
b)
micro
estrutura
manutenção da
mesma referência temática
toda extensão do texto = coerência
coesão: se refere à harmonia
entre os elementos do texto
MACROESTRUTURA
a)
harmonia de sentido
de modo a não ter nada ilógico, nada desconexo
b)
relação entre as partes do texto
, criando uma unidade de sentido
c) as
partes devem estar inter-relacionadas
d)
não apresentar contradições entre as ideias

autor
leitor
texto
Eu gosto tanto de frango, mas tenho medo de gripe aviária.


- Ah, mas só dá na Ásia, responderam.

- Justo na parte de que eu mais gosto!?






Folha de São Paulo, 18 de março de 2006, p. E13

tipos de incoerênci
a
semântica
a Televisão
transmite
lazer
= significado palavras
fazer passar de um lugar a outro
é comunicar
lazer se proporciona
NÃO
se transmite
difícil de identificar porque depende
do nosso conhecimento
SINTÁTICA
"Pessoas ricas procuram o ensino particular. Onde os métodos, equipamentos e professores são melhores.”
SINTÁTICA
ocorre quando
não utilizamos corretamente
os meios sintáticos para expressar a coerência semântica.

Ou seja, quando empregamos conectivos, pronomes… inadequadamente.
"Pessoas ricas procuram o ensino
particular,
em que
os métodos, equipamentos e professores.
.....
ESTILÍSTICA
mistura de registros linguísticos = HÁ MUDANÇA DE TOM (
formal e informal
)
“Venho diante de vossa Magnificência manifestar meu repúdio ao fato de uma instituição pública querer subtrair da população um espaço de lazer.
Francamente, achei a maior sujeira, sacanagem, nada a ver.”
pragmática
Pragmática é a o ramo da linguística que estuda a
linguagem no contexto
de seu uso na comunicação
A: “Você estudou para a prova de hoje?”
B: “Lógico!”
A: “Achei difícil compreender o tópico dois do capítulo três.”
B: “O céu está maravilhoso com as nuvens escuras de chuva.”

sentido de uma sequência de atos de fala é quebrado
coerência
conhecimento
linguístico
conhecimento
mundo
inferência
intencionalidade e aceitabilidade
conhecimento compartilhado
eu + autor
COESÃO TEXTUAL
Coesão é a
conexão, ligação, harmonia
entre os elementos de um texto
COESÃO
AMARRAÇÕES
ENTRE PALAVRAS,
PARÁGRAFOS, ORAÇÕES
tipos de coesão
por referência
quando já mencionado anteriormente
pronomes pessoais, adjetivos, pron. demonstrativos e adverbios de lugar
ex. Foi à Europa e

(na Europa) foi feliz
coesão lexical
por sinônimo
"Quando chegou a casa, o Rui viu um
carro
estacionado em frente da sua garagem. Ficou intrigado:
o veículo
não lhe era familiar.
por hiperônimo
palavras com relação de sentido
coca-cola = refrigerante
,
pertencem ao mesmo campo semântico
EXEMPLO SEM COESÃO
Texto sem elementos de coesão

“...É só isso, não tem mais jeito, acabou, boa sorte não tem o que dizer, são só palavras, saiba que o que eu sinto não mudará...”



Vanessa da Mata
Se
é só isso,
então
não tem mais jeito,
por isso
acabou,
desejo-lhe
boa sorte e
não se preocup
e não tem
nada
o que dizer,
isso
são só palavras,
mas saiba que
e o que eu sinto
por você
não mudará...”

coesão lexical
por elipse
Elipse é a omissão de um termo subentendido em um texto
João Paulo II esteve em Porto Alegre. Aqui,
disse
que a Igreja continua a favor do celibato

não há necessidade de se repetir o
sujeito

ARGUMENTAÇÃO
ARTIGO DE OPINIÃO
CARTA ARGUMENTATIVA
EDITORIAL
CARTA DO LEITOR
ANUNCIO PUBLICITÁRIO

sustentação de opinião
não é neutro
ARTIGO DE OPINIÃO
avalia e responde questão
controversa

expõe opinião de alguém
que pode ser autoridade no assunto
ou não

discute
tema atual
de ordem social, econômica,politica ou cultural, mas
relevante para os leitores

sua publicação tem certa periodicidade (mensal, semanal, quinzenal)
CARTA ARGUMENTATIVA
emissor
se dirige a um
receptor especifico
para:
reclamar

solicitar algo

emitir opinião

geralmente a
carta
é endereçada a
uma autoridade
através de um jornal ou revista

empregam-se todos os argumentos e recursos disponíveis para explicitar o raciocínio
a linguagen usada vai
depender do destinatário

São Paulo, 3 de maio de 2014
EDITORIAL
Expressa o ponto de vista do jornal ou revista
opina a respeito de temas e fatos atuais, noticias, reportagens e entrevistas
não consta o nome do autor
trata de assuntos polêmicos presentes na mesma edição ou anterior
tem espaço específico
expressa opinião do grupo que dirige
Carta do leitor
leitor se manifesta a respeito de uma matéria publicada
possibilita aos
leitores de um jornal ou revista
dialogar com o responsável pela publicação ou por seções dela
ou, com
demais leitores

cartas são passíveis de publicação
cartas enviadas por e-mail, fax ou correio
elogiar, criticar, contradizer opinião, acrescentar informações. solicitar, agradecer, sugerir, corrigir algo...etc,
artimanha da imprensa para interagir com o leitor
finalidade de
convencer as pessoas
na escolha de um produto ou serviçoo

ANÚNCIO PUBLICITÁRIO
possui título
texto
imagem
assinatura

DEFINIR
COMO
EU LEIO
rápido
mais devagar
com atenção
maior interação ou não
atribuindo significado
usamos as estratégias para:
compreender depende de
clareza e coerência conteúdo texto
grau de conhecimento prévio
de qual estratégia leitor usa para ajudar compreensão
2 tipos
informais
primário
= espontâneos e não elaborados ou
ex: diálogo família, bilhetes, cartas reuniões amigos, diários, etc
secundários
= comunicação cultural mais complexa, organizada ou na escrita
ex: livro didático, o romance, o editorial, tese, palestras, anúncio, etc
LINGUAGEM
familiar
nível menos formal - conversas com amigos, família, bilhetes, etc
comum
é acessível ao leitor comum, simples mas segue a norma padrão da língua escrita ex: artigos de opinião, editoriais, notícias, etc
cuidada
vocabulário mais preciso, mais elaborado que a comum ex: carta comercial, editais, artigos científicos, etc
oratória
usa de efeitos sintáticos, rítmicos e sonoros, imagens ex: sermões.
discursos, discursos, etc
-Você pode me emprestar seu livro do Guimarães Rosa?
-
Hoje eu comi um chocolate que é uma delícia.
!@!!!!!
coesão
sequência de frases não pode ser chamado de texto
sem relação de significado


Partilha

Os irmãos se separam e então um diz assim:

“Você fique com o que quiser, eu não faço questão de nada; mas se você não se incomoda, eu queria levar essa rede. Você não gosta muito de rede, quem sempre deitava nela era eu.     O relógio da parede eu estou acostumado com ele, mas você precisa mais de relógio do que eu. O armário grande do quarto e essa mesa de canela e essa tralha de cozinha, e o guarda-comida também
. Tudo
isso é seu. O retrato de nossa irmã você fica com ele também: deixa comigo o de mãe, pois foi a mim que ela deu: você tinha aquele dela de chapéu, e você perdeu. O tinteiro de pai é seu; você escreve mais carta; e até que escreve bonito, você sabe que eu li sua carta para Júlia.     Essas linhas e chumbadas, o puçá e a tarrafa, tudo fica sendo seu; você não nem empatar um anzol, de maneira que para mim é mais fácil arrumar outro aparelho no dia que eu quiser pescar.

[...]         Fonte: BRAGA, Rubem. In Elenco de cronistas modernos. Rio de Janeiro, José Olympio, 1994.

A que termo o pronome indefinido
tudo
está se referindo?
1
-Ao armário grande.
2
- À mesa de canela.
3 -Ao relógio da parede, ao armário grande do quarto, à mesa de canela,
à tralha de cozinha e ao guarda-comida.
4-
Ao guarda-comida.
Isabel tem um
carro
que foi comprado no ano passado. O
veículo
foi adquirido em uma concessionária, mas a professora desconfia de que
ele
é roubado.
O dia está
envelhecendo
(envelhecer é usado para coisas animadas)
está relacionada quanto ao posicionamento do pronome
Fui ao Shopping com alguns amigos e estava muito bom,
porém
voltamos tarde.
Fui ao shopping com alguns amigos e estava muito bom,
portanto
voltamos tarde
Por favor, o senhor poderia informar-me onde fica o Museu?
Eu estou perdidinha da Silva.

QUAIS OS ELEMENTOS DE COESÃO
pronomes relativos
que-quem- os quais
as quais, cujo, onde
como e quanto
pronomes possessivos
meu-teu-seu-nosso, etc
pronomes pessoais
- ele, ela, etc
pronomes demonstrativos -
esse-este-aquela, etc
artigos definidos e indefinidos -
o, a, um, uns...etc
conjunções -
mas, embora, e, logo,...etc
preposições -
a, até, de, em, para, etc
advérbios -
ontem, amanhã, aqui, lá, tarde, etc
Full transcript