Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

6Produção de Bovinos de Leite - Fisiologia da Produção do leite

SPA
by

Manuela Dias Pimenta

on 23 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 6Produção de Bovinos de Leite - Fisiologia da Produção do leite

Sistemas de Produção Animal
Fisiologia da Produção de Leite
Objectivos
ÚBERE
"DESCIDA" DO LEITE
DESENVOLVIMENTO DA GLÂNDULA MAMÁRIA
Hormonas na Lactação
CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA NO ÚBERE
Definir úbere;
Explicar o percurso do leite na GM;
Realçar a importância do fluxo sanguíneo;
Diferenciar mamogénese e lactogénese;
Reconhecer as principais hormonas que interagem com a produção de leite;
Identificar os principais constituintes do leite;
Apresenta 4 glândulas mamárias independentes chamadas quartos mamários revestidos pela pele.
O peso do úbere é variável, e no caso da vaca em lactação é de 14 a 32 kg, mas não tem relação direta e proporcional com a capacidade de produção.
O úbere dispõe de ligamentos suspensores (lateral e mediano) como estruturas primárias de suporte.
A pele oferece um pequeno suporte mecânico mas não é suficiente para suster o úbere.
O leite é drenado dos ductos principais para a cisterna da glândula e daí passa para a cisterna do teto onde fica retido.
A cisterna do teto comunica-se com o exterior por uma abertura estreita no final do teto, chamado de ducto papilar (canal do teto);
A estrutura primária responsável pela retenção do leite é um esfíncter muscular que rodeia o canal do teto.
Um intenso fluxo sanguíneo é condição para a alta produção das Glândulas Mamárias;
Após o parto ocorre rapidamente um desvio do fluxo sanguíneo do útero para as glândulas mamárias.
Para produzir 1 litro de leite é necessário circular pelo úbere 300 a 500 litros de sangue.
Quando a vaca está a produzir 60 litros de leite por dia, 20.000 a 30.000 litros de sangue circularam através da glândula mamária.
"Concentre-se nos pontos fortes, reconheça as fraquezas, agarre as oportunidades e proteja-se contra as ameaças."
Sun Tzu
Manuela Dias Pimenta
2013
mmcdias@sapo.pt
Produção de Bovinos de Leite
glândula sudorípara modificada que produz leite para nutrição
Glândula Mamária
MAMOGÉNESE
LACTOGÉNESE
MAMOGÉNESE
Período fetal: linha mamária; botão mamário;
Do nascimento à puberdade: GM desenvolve-se pouco; há um crescimento isométrico
Puberdade ao início da gestação: crescimento alométrico;
Gestação ao parto: maturação das GM (crescimento acelerado no final)
Seca: involução mamária (diminuição do número e da actividade das células epiteliais do alvéolo mamário)
LACTOGÉNESE
Processo de preparação da GM que ocorre durante a gestação para a produção de leite.
Numa 1ª fase, corresponde à diferenciação e multiplicação das células alveolares mamárias.
Mamogénese - Hormonas
Ciclo éstrico e gestação:
– Estrógenos + GH - ductos secretores; receptores para progesterona no alvéolo
– Progesterona - sistema de alvéolos
– GH- síntese protéica e direcionamento de nutrientes
– Insulina - formação do RE nas células secretoras
– H. da tireóide - estabiliza ção dos RE e aumento do
metabolismo celular
– LP - estimula epitélio secretor
– ACTH - manutenção do nº de células e ativação metabólica
Mamogénese - Hormonas
Pós-parto:
– Prolactina: atividade secretora
– Ocitocina: ejeção do leite
Dúvidas?...
mmcdias@sapo.pt
Prolactina
importante na fase da lactogénese; na maioria dos animais domésticos, os níveis sanguíneos de prolactina (liberada pela adeno-hipófise) aumentam no final da gestação e principalmente na proximidade do parto;
no final da gestação, os receptores de prolactina das glândulas mamárias aumentam também sob influência dos níveis elevados de estrogénio;
promove o desenvolvimento anatómico a partir do 6° mês de gestação (permitindo secreção do leite);
mantem o ciclo de lactação no pós parto;
capacidade de contrair as células mioepitelias que circundam os alvéolos expulsando o leite para o exterior, libertando-o;
a sua libertação na corrente sanguínea ocorre por estímulos auditivos e sensoriais, presença do vitelo, rotina diária...
Ocitocina
importante para o desenvolvimento da glândula mamária durante a puberdade;
durante a gestação, a exposição prolongada das glândulas mamárias à progesterona promove um desenvolvimento anatómico mais acentuado dos alvéolos secretores;
Progesterona
Síntese do Leite
O leite é sintetizado a partir de nutrientes fornecidos para as células secretoras da GM pelo sangue;
Estes nutrientes são provenientes diretamente da dieta ou após sofrerem modificações nos tecidos antes de alcançarem a GM.
A secreção do leite é feita pelas células epiteliais que revestem os alvéolos mamários. Elas sintetizam e segregam as proteínas e a gordura do leite.
Principais componentes do leite
água: 86 - 88%
sólidos totais: 12 - 14%
gordura: 3.5 - 4.5%
proteína: 3.2 - 3.5%
lactose: 4.6 - 5.2%
minerais: 0.7 - 0.8%
vitaminas
bactérias, leucócitos e células de descamação
Estradiol
estrogénio com protagonismo importante na mamogénese;
eleva-se consideravelmente no momento do parto, o que estimula o pico de prolactina.
Resumindo
O úbere é uma glândula sudorípara modificada que produz leite;
O leite é segregado nos alvéolos, passa para os ductos principais, depois para a cisterna da glândula e desta para a cisterna do teto, onde fica retido pelo esfíncter do teto;
Um intenso fluxo sanguíneo é condição para uma elevada produção de leite;
O desenvolvimento da GM compreende duas fases: mamogénese e lactogénese;
As principais hormonas que interagem com a produção de leite são: prolactina, progesterona, ocitocina e estradiol;
O leite é uma substância complexa composta maioritariamente por água, lactose, gordura e proteína.
Idêntico às restantes estruturas do corpo
Ocorre a um ritmo mais acelerado do que as restantes estruturas do corpo
Full transcript