Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Fundamentos da Classificação Biológica

No description
by

Tiago Saboia

on 26 January 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fundamentos da Classificação Biológica

Fundamentos da Classificação Biológica
Sistemática
É o ramo da Biologia que estuda a diversidade Biológica
Nomenclatura Binominal
Os nomes científicos devem ser escritos em latim e com destaque (itálico ou sublinhado);
Eis que surgem...
Um pouco da história...
Aristóteles (384 - 322 a.C.)
A classificação de Linnaeus
Publicou Systema Naturae, 1735;
Prof. Msc. Tiago Saboia
Descrever a diversidade biológica
Catalogar os seres vivos
Compreender os mecanismos responsáveis pela diversidade biológica
Mas... para que classificar?
Organizar segundo critérios a fim de facilitar o estudo.
Existe uma gradação completa na natureza
Classificava animais de acordo com o tipo desangue:
frio: répteis, anfíbios e peixes;
quente: aves e mamíferos
E a história continua...
O crescente número de espécies coletadas em meados do Sec. XV requeria um sistema de classificação mais eficiente;
Primeiros "metodistas" da biologia:
Andrea Caesalpino (1519 - 1603)
John Ray (1627–1705)
Augustus Quirinus Rivinus (1652–1723)
Primeiro sistema hoje conhecido de ordenação lógica das plantas.
Passou a distinguir generos de plantas pelo seu grau de analogia ou de diferenciação.
Introduziu a classificação das plantas com base na morfologia dos seus órgãos reprodutores
Carolus Linnaeus (1707–1778)
Sistema hierárquico de cinco categorias: classe, ordem, gênero, espécie e variedade;
Zoólogo, botânico e médico Sueco;
(1707–1778)
Sistema de Classificação Binária” ou “Nomenclatura Binominal”
evita variação do nome científico das espécies, pois o latim é uma língua “morta”
A nomenclatura é binomial;
Canis familiaris
Gênero
epíteto específico
O nome do gênero deve ser escrito com inicial maiúscula e o nome da espécie com inicial minúscula.
A partir da segunda vez que se escreve o nome de determinada espécie, o Gênero pode se apresentar abreviado
Ex: C. familiaris
Utiliza-se o termo "sp." após o nome do Gênero quando não é de interesse que a especie seja explicitada;
Ex: Hypsiboas sp.
(perereca pertencente ao Gênero Hypsiboas)
O nome da família é feito pela adição da terminação –IDAE ao radical correspondente ao nome do gênero
cão = gênero Canis, família Canidae
O que é uma espécie?
Existem múltiplas formas de pensar e definir espécies;
Mayden (1997) identificou mais de 24 conceitos de espécies diferentes;
Para Linneus, indivíduos são da mesma espécie se eles conformam-se a um tipo que tem propriedades essenciais fixadas.
Classificação tipológica
Era fixista e julgava sua classificação imutável;
Seu “sistema natural” deveria refletir, pela individualização e caracteres essenciais e fixos, a divisão original dos organismos em espécies geradas ab initio pelo Criador divino;
O pensamento tipológico era o dominante na época.
mudando os paradigmas vigentes...
Lamarck
(1809)
Wallace
(1858)
Darwin
(1858)
Buffon
(1749)
Cenas para os próximos capítulos...
Conceito biológico de espécie:
São agrupamentos de populações naturais intercruzantes, reprodutivamente isolados de outros grupos com as mesmas características.
(Mayr, 1963)
baseia-se em propriedades que são únicas para os sistemas biológicos;
semelhança e diferença morfológica não são suficientes para definir espécies;
variação dentro das populações.
Conceito evolutivo de espécie:
Uma espécie é uma linhagem (uma seqüência ancestral-descendente) de populações ou organismos que mantêm identidade em relação a outras linhagens e que possui suas próprias tendências evolutivas e destino histórico.
(Wiley, 1978)
Uma espécie é uma linhagem (ou intimamente relacionado conjunto de linhagens) que ocupam uma zona adaptativa minimamente diferente de outras linhagens e que evolui separadamente de todas as outras linhagens
(Van Valen, 1976).
Conceito Ecológico de espécie:
Vocês conhecem?
Blatta orientalis
Hypophthalmus edentatus
Arapaima gigas
Coragyps atratus
Classificação e parentesco evolutivo
Cladística: Relações filogenéticas de parentesco entre os seres vivos;
Cladogramas
Monofiletico:
Parafilético:
Apormorfias:
Plesiomorfias:
Sinapomorfias:
Conceitos importantes
Simplesiomorfias:
Autapomorfias:
Apomorfias: características atuais que são derivadas de características primitivas de uma espécie ancestral.
Conceitos chave:
Sinapomorfias: o prefixo "sin" indica que uma determinada apomorfia é compartilhada por um determinado grupo. Ex.: as mamas nos mamíferos.

Autapomorfias: nada mais é do que uma apomorfia, ou seja um caracter atual presente em apenas um táxon dentro de um grande agrupamento.

Plesiomorfias: são características primitivas.
Simplesiomorfias: São características plesiomorficas compartilhadas por dois ou mais grupos.
Ex.: a ausência de coluna vertebral nos vertebrados é uma característica plesiomórfica, enquanto que a presença é uma característica apomórfica.

Ex.: A presença de cinco dedos nos humanos e nos lagartos é uma característica simplesiomórfica, pois é compartilhada por ambos e por seus antepassados.
Full transcript