Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Era uma vez...

O Padre e a Passarola (Memorial do Convento)
by

Sara Tavares

on 30 April 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Era uma vez...

ERA UMA VEZ... UM PADRE QUE QUERIA VOAR E MORREU DOIDO Personagem:
Padre Bartolomeu Dias Acção: Espanha Holanda Enloquece e morre em toledo em 1724 para perceber como irir elevar a passarola onde permaneceu 3 anos Coimbra doutoramento na
Universidade de Cânones
em 1716 Brasil Nascem em Santos no mês de dezembro de 1685 Lisboa Terreiro do paço conheceu Blimunda e
Baltazar Em 1713 vai para Lisboa S.Sebastião da pedreira Fazem o voô experimental apresenta-os o projeto O que é a Passarola? Montejunto queda da passarola conflito entre Baltazar e
o Padre, porque o padre quer destruir
a passarola e o baltazar queria ter o
fruto do seu trabalho É uma barca em formato de passáro O objectivo do padre era criar um
"instrumento que andasse no ar" Primeira tentativa – (Realizada no Palácio Real)  Segunda tentativa – (Realizada na Casa Real) Terceira tentativa – (Realizada na Cada do Forte)  Quarta tentativa - (Realizada no Terreiro do Paço) Quinta tentativa – (Realizada na Sala das Audiências, interior do Palácio Real) O padre foge para Espanha Processo de elevação da passarola A maquina estremeceu, oscilou como se andasse à procura de um equilibrio. Com a elevação da passarola, Blatasar e Blimunda caiem,
menos o Padre Bartolomeu, que se agarrou a um dos prumos que sustentavam as velas. Assim padre pode ver a passarola a elevar-se a uma velociade incrivel;
Padre relembra caminhos por onde andou Padre sentia o vento a passar pelos ouvidos e a
Felicidade era tanta Baltasar grita, conseguimos;
Padre abraça, Blimunda e Baltasar; Padre grita só à um DEUS;
A Passarola é levada com o vento para trás do Horizonte de Lisboa para um bruma seca; Padre cita, em resposta à pergunta de blimunda :
"Lá onde não possa chegar o braço do Santo Ofício, se existe esse lugar" Foi um sacerdote, cientista e inventor Famoso por ter inventado o primeiro aeróstato operacional, a que chamou de "passarola".
Full transcript