Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

– SEMIOLOGIA OBSTÉTRICA e NEONATAL –

No description
by

Paulo Henrique Corrêa

on 25 July 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of – SEMIOLOGIA OBSTÉTRICA e NEONATAL –

– SEMIOLOGIA OBSTÉTRICA e NEONATAL –
Aula Prática (Prof. Paulo Henrique; Unit, 2014)

• ANAMNESE:
A finalidade é obter uma descrição de quem é a paciente e um quadro completo da situação dela por ocasião do exame.

É o primeiro contato do profissional com a paciente e proporciona uma interação entre ambos.

Cria condições para o início de uma relação de confiança.

IDENTIFICAÇÃO:
 Nome completo e o do marido / companheiro
 idade (ou Data de Nacimento)
 cor / etnia
 Endereço (localização)
 Procedência (Nacionalidade / Naturalidade)
 Situação Conjugal (relacionamentos)
 Formação / Profissão
 Nível sócio-econômico
 Religião
GESTA / PARA / ABORTA / DUM / IG / DPP
o ESTADO ATUAL
 Descrever detalhadamente a situação como foi recebida no serviço (se queixosa de dor ou chorosa; acesso venoso de outro serviço; se presença de tecido entre as pernas para estancar sangramento, se acompanhada ou vinda por conta própria; se transportada em carro próprio, ambulância, taxi ou a pé; etc.)


o QUEIXA E DURAÇÃO
 Ouvir a queixa com atenção e anotá-la utilizando o máximo possível as descrições com o vocabulário da própria paciente.
(demonstra autenticidade e veracidade de acordo com os sentimentos e interpretações da própria paciente e facilita um interrogatório e/ou retomada posterior).

o DIAGNÓSTICO CLÍNICO
 Não confundir com o Diagnóstico de Enfermagem
 Trata-se da definição da condição obstétrica ou da patologia que a gestante apresenta
 Possui um CID
– Antecedentes Pessoais
Investigar história pessoal de:
• Antecedentes Obstétricos
• Quantia de gestações
• Paridades
• Abortamentos
• Tipos de partos
• Complicações nas gestações e partos
• Intervalos interpartal
• Puerpério(s) patológico(s)
• Interrogatório Clínico sobre os Diversos Aparelhos

– Antecedentes Familiares
Investigar história familiar de:
• Ca ginecológico
• Infertilidade
• Patologias obstétricas
• Doenças como:
o Endocrinopatias (Diabetes, tireopatias, etc. )
o Hipertensão
o Diabete
o Alergias
o Doenças infecto contagiosas
o Etc.
– Antecedentes Obstétricos (e Ginecológicos)
História Pregressa da Moléstia Atual e Outras Correlatas
• Evolução referida pela paciente dos sinais e sintomas ao longo do tempo.
• Referências pessoal a todas e quaisquer manifestações clínicas anteriores.
• Busca de patologias e condições mórbidas anteriores que possam sugerir alguma associação com a doença atual (Tratamentos anteriores , retratamentos, melhoras expontâneas, medicações em uso ou utilizadas, doenças de infância, cirurgias anteriores, alergias, transfusões, etc.)

O conhecimento destes dados favorecem o raciocínio cínico para a proposição de um melhor diagnósticos e terapêutica.

Considerando as especificidades da ginecologia e da sexualidade, atentar para:

• Ginecológico:
o Dor Abdominal ou Pélvica
o Prurido Vulvar
o Corrimentos vaginal
o Uso de MAC
o Sintomas do Climatério

• Atividade Sexual
o Presença de DSTs atual e passadas
o Tratamentos e resultados realizados
o Frequência e Qualidade das relações sexuais
o Parceiro (s)
o Libido
o Orgasmo
o Etc.
Full transcript