Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of retrato do colonizado precedido pelo retrato do colonizador

para a disciplina arte contemporânea africana 2010
by

Joana Leite

on 17 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of retrato do colonizado precedido pelo retrato do colonizador

Retrato do
COLONIZADO
COLONIZADOR
PRECEDIDO PELO
Retrato do
Arte Contemporânea Africana
Professor Marcos Hill
I - O Retrato
do Colonizado
II - Situações
do Colonizado
III - As Duas Respostas
do Colonizado
O nascimento do mito
A Desumanização
A Mistificação
A prerrogativa unânime da preguiça e da ingratidão do colonizado: "...das exigências econômicas e afetivas do colonizador que nela fez as vezes de lógica, comanda e explica cada um dos traços que atribui ao colonizado."
"Afogamento no coletivo anônimo:
Eles são isso... Eles são todos os mesmos"
"Desejado e divulgado pelo colonizador,
esse retrato míticoe degradante acaba, em certa medida, por ser aceito e vivido pelo colonizado. Ganha assim certa realidade e contribui para o retrato REAL do colonizado"
O Colonizado e a História
O Colonizado e a Cidade
A criança Colonizada
Os valores Refúgios
Amnésia Cultural
A Escola do Colonizado
O Bilinguísmo Colonial
E a situação do escritor
O ser da carência
"O colonizado, este, não se sente nem responsável
nem culpado, nem cético, está fora do jogo."
"A mais grave carência sofrida pelo colonizado é a
de estar colocado fora da história e fora da cidade."
Considerando-se excluído da cidadania, o colonizado
perde igualmente a esperança de ver seu filho tornar-se
um cidadão."
"Cedo ou tarde, cai em posição de recuo, quer dizer,
nos valores tradicionais"
"Acrescentemos agora que dispõe cada vez menos de seu
passado. O colonizador jamais o conheceu; e todo mundo
sabe que o plebeu, do qual ignoramos as origens, não o tem."
"Os livros lhe falam de um mundo que em nada lembra o seu."
"Em resumo, o bilinguísmo colonial não é nem uma diglossia,
onde coexistem um idioma popular e uma língua de purista, pertencem ambos ao mesmo universo afetivo, nem uma simples riqueza poliglota, que se beneficia de um teclado suplementar, porém relativamente neutro; é um drama linguístico."
"Curioso escrever para um povo que não é o seu! Mais curioso escrever para os vencedores de seu povo."
"O fato verificável é que a colonização reduz o colonizado à privação
e que todas as carências se entretêm e se alimentam umas as outras."
O Amor do Colonizador e o Ódio de Si Mesmo
Impossibilidade de Assimilacão
A Revolta
E a Recusa do Colonizador
A Afirmação de Si
As ambiguidades da Afirmação de Si
"A primeira tentativa do colonizador é a de mudar de condição
mudando de pele."
"O candidato a assimilação quase sempre, acaba se cansando
do preço exorbitante que por ela é preciso pagar, e doqual jamais
chega a desobrigar-se."
"Foi arrancado de seu passado e detido no seu futuro, suas
tradições agonizam e ele perde a esperança de adquirir uma
nova cultura, não tem existência nacional nem internacional,
nem direitos, nem deveres: nada possui, nada mais é, nada espera."
"O racismo do colonizado não é, em suma, nem biológico
nem metafísico, porém social e histórico."
"A mesma paixão que o fazia admirar e absorver a Europa, o levará a afirmar suas diferenças, afinal de contas, constituem propriamente a sua essência."
1º - "Aceitando o desafio da exclusão o colonizado se aceita
como separadoe diferente, mas sua originalidade é delimitada,
definida pelo colonizador."

2º - "Tornando essa negatividade, um elemento essencial da sua
recuperação e do seu combate, vai afirmá-la, glorificá-la até o
absoluto. "Em plena revolta, o colonizado continua a pensar e
sentir contra e portanto em relação ao colonizador e a colonização."

3º - "Não sabendo mais o que deve a si mesmo e o que deve pedir,
o que os outros lhe devem realmente e o que deve pagar por sua vez
enfim, a medida exata de todo comércio humano. Complicando e
estragando, a priori, suas relações humanas, já tornadas tão difíceis
pela história"
Albert Memmi
I - O retrato do Colonizado


II - Situações do Colonizado


III - As Duas Respostas do Colonizado
Conclusão
1º ) Colonização é uma doença de europeu da qual deve ser completamete curado e preservado.

2º ) Chega sempre o dia que o colonizado levanta a cabeça e faz oscilar o equilibrio semre estável da colonização.
Full transcript