Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Ansiedade a Exames

No description
by

Manuel Pereira

on 21 October 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ansiedade a Exames

RESPOSTA ANSIÓGENA (1)
ANTES DO TESTE:
– Antecipação do fracasso
Pensamentos acerca do fracasso eventual ou previsível
Sintomas de ansiedade antecipatória: dificuldades de concentração e memória, sono agitado e sintomas gastrointestinais
Comportamentos de segurança: estudo excessivo, demasiada atenção ao pormenor, tempo insuficiente para estudar toda a matéria, verificações excessivas e controlo excessivo
Desejo de evitar ou de adiar
RESPOSTA ANSIÓGENA (2)
DURANTE O TESTE
– A ansiedade não diminui durante a realização da tarefa:
Sintomas vegetativos da ansiedade
Desvio do foco da atenção
Pensamentos irrelevantes para a tarefa — auto-derrotistas
Lentificação da realização do teste
Dúvidas acerca das capacidades e do desempenho
Comportamentos de segurança: verificações excessivas, respostas exaustivas e longas, cuidado excessivo com a linguagem e apresentação
Preocupação com o valor pessoal
Desistência
RESPOSTA ANSIÓGENA (3)
APRESENTAÇÃO CLÍNICA
Medo elevado de reprovar, ter um desempenho fraco ou não conseguir terminar o curso/entrar na faculdade
Padrão de estudo perfeccionista
Desistências e evitamentos
Sintomas ansiosos, gastrointestinais e alterações do sono
Tendência para sintomatologia depressiva comórbida
Invalidação — desempenho prejudicado
Evitamento/adiamento sucessivo dos testes/exames
Não investimento noutras áreas da vida
Auto-Conceito
• Sou burro
• Não tenho valor
• Não sou inteligente
• Sou um atadinho
• Sou um incapaz
• Sou um incompetente
• Sou diferente dos outros
Ansiedade de avaliação
Adaptativa
– Se ajuda a concentrar recursos e capacidades para produzir mais e melhor de forma eficaz

Não adaptativa
– Se diminui a eficácia e/ou impede a realização das tarefas e desafios desejados pelo sujeito (ou necessários à prossecução dos seus
objectivos)
Exames nacionais 2014: não stresses... Relaxa!
Numa situação de avaliação:
Se o indivíduo tem a percepção de não ter controlo sobre uma situação considerada importante para si, as exigências são então sentidas como demasiado elevadas
CRENÇAS ACERCA DO DESEMPENHO
• Tenho que ser o melhor em tudo o que faço
• O trabalho está acima de tudo
• É preciso dar sempre o nosso melhor
• O segundo lugar não é suficientemente bom se puder ocupar o primeiro
• A minha obrigação é dar o máximo para retribuir aos meus pais todo o esforço que têm feito comigo
• O melhor que posso fazer por mim e pelos outros é trabalhar o mais que possa.
APÓS O TESTE
“Autópsia” do acontecimento
Expectativas de fracasso (resultado esperado inferior ao resultado real)
Ansiedade perante o conhecimento da classificação
Humor depressivo
Pensamentos auto-derrotistas
Incapacidade de “esquecer” e envolver-se em tarefas gratificantes
Evitamento de futuras situações de avaliação
Procrastinação — adiamentos sucessivos

Construção da situação como ameaçadora
Pensamentos automáticos negativos:
“não sou capaz de fazer isto”
“vou fazer figura de urso”
“todos vão ver as minhas fraquezas”
“nunca vou entrar no curso que quero”
“nunca hei-de ser ninguém na vida”
“sou um fracasso”
Atitudes disfuncionais - exemplos

Se não estudar muito, nunca serei um bom profissional
Se não trabalhar o máximo e tiver um mau resultado, devo sofrer as consequências
Se não tiver óptimas notas, decepcionarei os meus pais e professores
Se não tiver boas notas, nunca terei o curso que quero e nunca serei feliz
Regras de funcionamento - exemplos



Tenho que estudar todo o tempo livre que tenho
Tenho que ler tudo o que posso sobre isto
Tenho que saber tudo de cor
Não posso ter dúvidas sobre nada na matéria
Devo preocupar-me com o estudo acima de tudo
Devo abdicar de tudo para estudar o mais possível


CONSEQUÊNCIAS PARA O RESULTADO
Erros por distracção
Erros decorrentes das dúvidas excessivas
Respostas demasiado longas
Respostas pouco específicas
Respostas em branco por falta de tempo
Respostas em branco por bloqueio
DESEMPENHO DIMINUIDO
CONSEQUÊNCIAS PARA O SUJEITO
SINTOMATOLOGIA DE TIPO DEPRESSIVO:
Tristeza
Diminuição da motivação para as tarefas diárias
Alterações do sono
Alterações do apetite
Visão negativa do futuro
Desespero

REFORÇO DAS CRENÇAS DISFUNCIONAIS E AUMENTO DO MEDO
“ EU SOU MAIS DO QUE AS
NOTAS QUE TIRO “

Um dos meus principais inimigos num exame é a ansiedade e isso é algo que está na minha cabeça, não no exame em si.
É normal que no início não perceba logo muito bem uma matéria nova e me sinta frustrado(a) a estudá-la.

Reprovar num exame, ou ter uma nota mais baixa do que eu gostaria, é um acontecimento normal na vida de qualquer estudante que frequente um curso exigente e não representa qualquer humilhação.
É uma ilusão pensar que estudo melhor sobre pressão nas vésperas de uma avaliação.
Ninguém fica "burro" de repente.
Bons pensamentos...
Manter os meus apontamentos razoavelmente organizados é mais de meio caminho andado para um estudo eficaz.
Não adianta nada preocupar-me com o que penso não ter tempo para estudar.
Ninguém percebe toda a matéria.
Provavelmente terei que trabalhar muito antes de um exame, mas não faz sentido fazê-lo de forma frenética ou desregrada.
É natural ter a sensação de que não me lembro de nada antes do exame - isso não significa que me tenha realmente esquecido de tudo!
É tão importante planear o tempo de estudo como o tempo de descanso.
Não preciso de gostar muito de uma matéria para a estudar eficazmente.
É importante reservar, com alguma antecedência, um tempo para resolver exames antigos.
É bom ter uma ideia de como os meus colegas estão a estudar.
É uma perda de tempo pensar que não vou ter tempo.
Full transcript