Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Biometria Ultrassónica VS Biometria de Coerência Óptica com o Lenstar LS 900®

Apresentação no serviço + poster SPO
by

Raquel Almeida

on 4 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Biometria Ultrassónica VS Biometria de Coerência Óptica com o Lenstar LS 900®

*Serviço de Oftalmologia do CHEDV
Unidade de São Sebastião - Santa Maria da Feira Raquel Almeida*, José Guilherme-Monteiro*, Gil Calvão-Santos*, Patrícia Neves*, Raquel Leitão*, M. Conceição Manso**, José Salgado-Borges*. Biometria Ultra-sónica
VS
Biometria de Coerência Óptica com o Lenstar LS 900® Introdução Material e métodos Doentes programados para cirurgia de catarata, que realizaram biometria entre Junho e Agosto de 2012, no CHEDV;

Distribuição aleatória pelas técnicas de ortóptica; avaliação segundo as recomendações dos fabricantes dos dois aparelhos.

OcuScan RxP® (Alcon, Fort Worth, USA)

Lenstar LS 900® (Haag-Streit Ag, Köniz/ Switzerland)

Excluiram-se :
LIOs inferiores a 18 ou superiores a 25 dioptrias (D)
Doentes incapazes de manter fixação constante

O valor de potência da LIO foi calculado pela fórmula SRK/T com constante A de 119,20 ou 119,10 para a OPT e US, respectivamente. Usaram-se os valores correspondentes ao erro refractivo mais próximo da emetropia ou ao primeiro valor negativo.

Análise estatística com IBM©SPSS© (vs.20.0). Resultados Discussão Maior precisão biométrica
Menores incisões
Recuperação pós-operatória mais rápida Linha temporal, entre 1700 e 2000, mostrando a evolução da cirurgia da catarata de acordo com a técnica utilizada na época e os marcos que mais influenciaram para sua evolução. Evoluiu graças ao progresso da tecnologia, materiais utilizados e aperfeiçoamento da técnica cirúrgica Cirurgia de Catarata Ondas acústicas com frequência entre 8 e 15 MHz;
Som propaga-se através das estruturas e o biómetro ultra-sónico obtém as medidas pelos ecos reflectidos. Factores a considerar para uma biometria ultrassónica correcta:
incidência perpendicular da sonda;
utilização correcta do ganho para superar os artefactos;
indentação corneana;
alterações intraoculares;
estafiloma miópico;
erros na introdução dos valores de queratometria. Biometria com ultra-som em modo A Biometria óptica com o Lenstar LS 900® Objectivo Parâmetros biométricos Comprimento axial (CA)

Profundidade da camara anterior (PCA)

Espessura central da córnea (ECC)

Espessura do cristalino (EC)

Espessura da retina (ER)

Curvatura corneana (K)

Distância branco a branco (BB)

Pupilometria (PO) técnicas de imagem;
no eixo visual Comparar os valores de PCA, CA e potência da LIO, medidos pelo inovador método de coerência óptica e o tradicional método de aplanação com ultra-som em modo A. Os valores de queratometria introduzidos foram medidos pelo queratómetro Tonoref II ® (Nidek, Gomagori, Japão). Perdas de fixação ou pestanejo foram automaticamente detectadas assegurando-se assim, que apenas boas medições fossem utilizadas. 201 olhos de 109 doentes;
37M : 72 F
Idade média 73,11 ± 7,80 anos de idade. A medida do CA continua a ser um dos pontos chave no calculo da LIO
0.1mm corresponde a um erro de 0.27D A menor PCA obtida com o US também pode ser justificada pela indentação corneana;
OPT mede desde endotélio corneano até à cápsula anterior do cristalino.
A biometria OPT é um método mais agradável ao utilizador; obtém-se mais informação com um único aparelho e em tempo único.


US é vantajoso em casos de opacificação do meio óptico Requer uma fixação constante --> não pode ser realizada em casos de degenerescência macular, ambliopia, glaucoma avançado, patologia da córnea, catarata densa, tremor ou incapacidade de posicionamento adequado do doente. Contacto directo do transdutor com o olho do doente comporta um risco não desprezível de infeção;
Introdução manual dos valores de queratometria pode induzir em erro. Quando comparado à biometria de aplanação, o Lenstar demonstrou alta reprodutibilidade relativamente às medidas de CA, PCA e cálculo da potência da LIO. Referências bibliográficas
1 - Bjeloš Rončević M, Bušić M, Cima I, Kuzmanović Elabjer B, Bosnar D, Miletić D. Intraobserver and interobserver repeatability of ocular components measurement in cataract eyes using a new optical low coherence reflectometer. Graefes Arch Clin Exp Ophthalmol 2011; 249: 83-87
2 - Bjeloš Rončević M, Bušić M, Cima I, Kuzmanović Elabjer B, Bosnar D,
Miletić D. Comparison of optical low-coherence reflectometry and applanation ultrasound biometry on intraocular lens power calculation. Graefes Arch Clin Exp Ophthalmol 2011; 249: 69-75
3 - Connors R 3rd, Boseman P 3rd, Olson RJ. Accuracy and reproducibility of biometry using partial coherence interferometry. J Cataract Refract Surg 2002; 28: 235-238
4 - Cruysberg LP, Doors M, Verbakel F, Berendschot TT, De Brabander J, Nuijts RM. Evaluation of the Lenstar LS 900 non-contact biometer. Br J Ophthalmol 2010; 94: 106-110
5 - Holzer MP, Mamusa M, Auffarth GU. Accuracy of a new partial coherence interferometry analyser for biometric measurements. Br J Ophthalmol 2009; 93: 807-810
6 - Jasvinder S, Khang TF, Sarinder KK, Loo VP, Subrayan V. Agreement analysis of LENSTAR with other techniques of biometry. Eye (Lond) 2011; 25: 717-724
7 - Kołodziejczyk W, Gałecki T, Łazicka-Gałecka M, Szaflik J. Comparison of the biometric measurements obtained using noncontact optical biometers LenStar LS 900 and IOL Master V.5. Klin Oczna 2011; 113: 47-51
8 - Leaming DV. Practice styles and preferences of ASCRS members--2003 survey. J Cataract Refract Surg 2004; 30: 892-900
9 - Lege BA, Haigis W. Laser interference biometry versus ultrasound biometry in certain clinical conditions. Graefes Arch Clin Exp Ophthalmol 2004; 242: 8-12
10 - Olsen T. Calculation of intraocular lens power: a review. Acta Ophthalmol Scand 2007; 85: 472-485
11 - Rohrer K, Frueh BE, Wälti R, Clemetson IA, Tappeiner C, Goldblum D. Comparison and evaluation of ocular biometry using a new noncontact optical low-coherence reflectometer. Ophthalmology 2009; 116: 2087-2092
12 - Santodomingo-Rubido J, Mallen EA, Gilmartin B, Wolffsohn JS. A new non-contact optical device for ocular biometry. Br J Ophthalmol 2002; 86: 458-462
13 - Tappeiner C, Rohrer K, Frueh BE, Waelti R, Goldblum D. Clinical comparison of biometry using the non-contact optical low coherence reflectometer (Lenstar LS 900) and contact ultrasound biometer (Tomey AL-3000) in cataract eyes. Br J Ophthalmol 2010; 94: 666-667 Dados demográficos Estatística para potência da LIO, PCA e CA medidos com US e OPT. Distribuição de observações de potência da LIO, PCA e CA medidos com US e OPT. Comprimento Axial (mm) Profundidade da câmara anterior (mm) Potência da lente intra-ocular (D) Reflectometria de baixa coerência que usa um díodo superluminescente com comprimento de onda de 820 nm;
As refracções das diferentes estruturas oculares são interferometricamente combinadas com valores de referência.
O sinal de interferência da interface reflectora é gerado quando o feixe de medição é fixado e quando é perpendicular à interface.
A calibração do Lenstar é baseada em física óptica, com determinados padrões ópticos bem determinados (informações confidenciais da Haag-Streit®). 1 exame - 20 seg **Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade Fernando Pessoa, Porto. Existe diferença estatisticamente significativa (p<0.001). Indentação corneana;

OPT mede a distância entre o vértice da córnea e o epitélio pigmentar da retina; US mede o comprimento axial até à membrana limitante interna da retina;

OPT faz a avaliação ao longo do eixo visual ; US baseia-se no eixo óptico, que pode ser difícil de determinar se os componentes oculares não forem paralelos;

As medições de CA podem ser prejudicadas quando existem estafilomas ou cataratas densas. Análise de concordância de Bland-Altman Erro de 1D na LIO corresponde a um erro refractivo de 0.67D Análise de concordância de Bland-Altman Análise de concordância de Bland-Altman OcuScan RxP® (Alcon, Fort Worth, USA) Lenstar LS 900® (Haag-Streit Ag, Köniz/ Switzerland)
Full transcript