Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Organização sequencial global dos Atendimentos de ação social

Projeto ACASS | http://geacc.hypotheses.org/projectos-2/acass-2
by

Michel G. J. Binet, PhD

on 6 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Organização sequencial global dos Atendimentos de ação social

Aproximação aos dados
A Organização global de um Atendimento de ação social (em Gabinete)
1. Abertura
2. Corpo
principal

3. Fecho
2. Macro-sequência centrada num problema
Projecto ACASS-2 |
http://geacc.hypotheses.org/projectos-2/acass-2
1.1. Pré-Abertura
1.2. Abertura
1.1.1. Apuramento da vez
1.1.2. Saudações
1.1.4. Pedido de autorização para gravar
Bibliografia:


Binet, M., 2013. Microanálise etnográfica de interacções conversacionais: atendimentos em serviços de acção social. Tese de Doutoramento. Lisboa: FCSH-UNL.

Binet, M. & Monteiro, D., 2012. The Service Encounter in Social Work: An Interactional Event Organized in Multiple Scales. In Critical Approaches to Discourse Analysis Across Disciplines (CADAAD 2012 | Universidade do Minho). Braga: Communication and Society Research Centre (CECS) & Centre for Research in Social Sciences (CICS).

Monteiro, D., 2011. A organização sequencial de interacções informais institucionalmente enquadradas. O caso do Atendimento de Acção Social. Dissertação de Mestrado (dir. Adriano Duarte Rodrigues & Maria Isabel Gonçalves Tomás). Lisboa: FCSH-UNL.
2.1. Inquérito
2.2. Problema
2.3. Encaminhamento
2.2.1. Identificação
2.2.2. Exposoção
2.2.3. Resolução
Orientação dos interactantes


Falante primeiro: Utente
Orientação dos interactantes


Falante primeiro: Técnico
Paradoxo do Observador (W. Labov)
Empoderamento do técnico
Trabalho em rede e Poder normalizado(r) da escrita administrativa
3.1. Pré-Fecho
3.2. Troca de cortesia
3.3. Fecho
1.1.3. Troca de cortesia
Michel G. J. Binet
, Doutor (
PhD
) em Antropologia
Professor Auxiliar na Universidade Lusíada de Lisboa

GEACC-Clissis
|
http://geacc.hypotheses.org/
Full transcript