Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

~Lições da Vida de Salomão

No description
by

Claudimar José Abreu

on 17 June 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ~Lições da Vida de Salomão

Lições da Vida
de Salomão

Tanto no culto público como no particular é nosso dever dobrar nossos joelhos diante de Deus quando a Ele proferimos nossas petições. Jesus, nosso Exemplo, "pondo-se de joelhos, orava".


(Review and Herald, 30/11/1905)

Culto Aceitável

A oração proferida por Salomão na dedicação do templo insuflava sentimentos da mais elevada piedade mesclada com a mais profunda humildade.

Em tudo o que foi dito durante os serviços dedicatórios, Salomão procurou remover da mente dos presentes as superstições acerca do Criador que haviam anuviado a mente dos pagãos. Ele lhes disse que o Deus do Céu não é como os deuses dos pagãos, que são confinados a templos para eles construídos, mas que o verdadeiro Deus deseja encontrar-Se com o Seu povo por meio de Seu Espírito quando eles se reúnem na casa dedicada a Sua adoração. O Senhor visita o Seu povo nos respectivos lares, ou onde quer que estejam, e os anima com revelações especiais de Sua bondade. Em todo lugar os filhos de Deus têm o privilégio de adorar seu Pai Celestial.






Séculos mais tarde, Paulo ensinou a mesma verdade nestas palavras: "O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo Ele Senhor do Céu e da Terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa, porque Ele mesmo é quem dá" "a todas as nações dos homens" "a vida, a respiração e todas as coisas; . . . para que O buscassem, e talvez, tateando, O pudessem achar, ainda que não está longe de cada um de nós. Pois nEle vivemos, e nos movemos, e existimos." Atos 17:24, 26, 27, 28.


E o salmista declara:

"Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que Ele escolheu para Sua herança. O Senhor olha desde os Céus, e vê a todos os filhos dos homens; da Sua morada contempla todos os moradores da Terra." Salmos 33:12-14. "O Senhor olhou do alto do Seu santuário." Salmos 102:19.

"O Senhor estabeleceu o Seu trono nos Céus, e o Seu reino domina sobre tudo." Salmos 103:19.

"Teu caminho, ó Deus, está no santuário. Que Deus é tão grande como o nosso Deus? Tu és o Deus que fazes maravilhas; fizeste notória a Tua força entre os povos." Salmos 77:13.

Embora Deus não habite em templos feitos por mãos, honra com Sua presença as assembléias de Seu povo. Ele prometeu que quando se reúnem para buscá-lO, para reconhecer os seus pecados, e para orar uns pelos outros, Ele se encontrará com eles por meio de Seu espírito. Mas os que se reúnem para adorá-lO devem afastar de si toda coisa má. A menos que possam adorá-lO em espírito e em verdade e na beleza da santidade, sua reunião de nada valerá.





Se o povo de Deus, quando se reúne, deixar que Ele lhes fale por meio de Seus agentes designados, todos se unirão em seu serviço. Ele roga: "Escutai a Minha lei, ó povo Meu; inclinai os vossos ouvidos às palavras da Minha boca. Abrirei a Minha boca em parábolas, proporei enigmas da antigüidade, o que ouvimos e sabemos, e os nosso pais no contaram. Não o encobriremos aos seu filhos; mostraremos à geração futura os louvores do Senhor, assim como a Sua força e as maravilhas que fez. Ele estabeleceu um testemunho em Jacó e pôs uma lei em Israel, a qual ordenou aos nossos pais que a fizessem conhecer a seus filhos, para que a geração vindoura a soubesse; até os filhos que ainda haveriam de nascer, e eles, por sua vez, a contassem a seus filhos. Então poriam em Deus a sua esperança, e não se esqueceriam das obras de Deus, mas guardariam os Seus mandamentos. Não seriam como os seus pais, geração contumaz e rebelde, geração de coração instável, e cujo espírito não foi fiel para com Deus." Salmos 2:1-8,


Palavras de Aprovação e de Advertência

Após o fim da cerimônia dedicatória "o Senhor lhe apareceu de noite e lhe disse: Ouvi a tua oração, e escolhi para Mim este lugar para casa de sacrifício. Quando Eu cerrar os Céus, e não houver chuva, ou ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou enviar a peste entre o Meu povo, se o Meu povo, que se chama pelo Meu nome se humilhar e orar e buscar a minha face, e se converter de seus maus caminhos, então Eu ouvirei dos Céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. Agora estarão abertos os Meus olhos e atentos os Meus ouvidos, à oração que se fizer neste lugar. Escolhi e consagrei esta casa, para que o Meu nome esteja nela rpetuamente." 2 Crônicas 7:12:16.

Se Israel tivesse permanecido fiel e leal a Deus, esse glorioso edifício teria permanecido para sempre, como perpétuo sinal do especial favor de Deus ao Seu povo escolhido. Deus declarou que: "Aos estrangeiros que se chegarem ao Senhor para O servirem, e para amarem o nome do Senhor, sendo deste modo servos Seus, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem a Minha aliança, também os levarei ao Meu santo monte e os alegrarei na Minha casa de oração. Os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no Meu altar, pois a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos." Isaías 56:6, 7. E o próprio Salvador, referindo-se a este verso, declarou que o templo devia ser conhecido como "casa de oração para todas as nações." Marcos 11:17.

Na visão noturna dada a Salomão, o Senhor tornou bem claro diante do rei, o caminho do dever. Ele declarou: "Ora, se andares perante Mim como andou Davi, teu pai, com inteireza de coração e sinceridade, para fazeres segundo tudo o que te mandei, e guardares os Meus estatutos e os Meus juízos, então confirmarei o trono de teu reino sobre Israel para sempre, como prometi a Davi, teu pai, dizendo: Não te faltará sucessor sobre o trono de Israel." 1 Reis 9:4, 5.

Quão abundantes são as promessas de Deus! Tivesse Salomão continuado a servir ao Senhor em humildade seu reino teria sido uma poderosa influência para o bem sobre as nações pagãs circunvizinhas — nações que tinham sido tão favoravelmente impressionadas pelo reinado de Davi seu pai e pelas sábias palavras e obras magnificentes dos primeiros anos do seu próprio reinado.

Deus em sua misericórdia, prevendo as terríveis tentações que acompanham a prosperidade e a honra mundana, ternamente advertiu a Salomão contra o pecado de apostasia e predisse os terríveis resultados do pecado.

O Senhor afirmou claramente: "Porém se vos desviardes e deixardes os Meus estatutos e os Meus mandamentos, que vos tenho proposto e fordes, e servirdes a outros deuses, e vos prostrardes a eles, então arrancarei Israel da Minha terra que lhes dei, e lançarei da Minha presença esta casa que consagrei ao Meu nome, e farei com que seja por provérbios e motejo entre todos os povos. E desta casa, que é tão exaltada, qualquer que passar por ela se espantará, e perguntará: Por que fez o Senhor assim com esta terra e com esta casa? E lhe responderão: porque deixaram o Senhor Deus de seus pais, que os tirou da terra do Egito, e se apegaram a outros deuses, e se prostraram a eles, e os servirão. Por isso Ele trouxe sobre eles todo este mal." 2 Crônicas 7:19-22.

"Ajoelhemos Diante do Senhor Que nos Criou"

A oração proferida por Salomão durante a dedicação do templo, não foi uma oração feita de pé. O rei ajoelhou-se assumindo a humilde posição de um suplicante.

Eis aqui uma lição para o povo de Deus hoje. Nossa força espiritual e nossa influência não aumentam quando adotamos uma postura mundana durante a oração. Nestes tempos perigosos, os que professam ser o povo que observa os mandamentos de Deus devem guardar-se contra a tendência de perder o espírito de reverência e temor piedoso.

As Escrituras ensinam como os homens devem aproximar-se do criador – com humildade e temor, mediante a fé no divino Mediador. Aproxime-se o homem com os joelhos dobrados, como um súdito da graça, um suplicante no estrado da misericórdia. Ao proceder assim, dá testemunho de que tem toda a alma, corpo e espírito sujeitos ao seu Criador.

Tanto no culto público como no particular é nosso dever dobrar nossos joelhos diante de Deus quando a Ele proferimos nossas petições. Jesus, nosso Exemplo, "pondo-se de joelhos, orava".

Lucas 22:41. De Seus discípulos registra-se que também se ajoelhavam para orar (Ver Atos 9:40; 21; 20:36; 21:5). Estevão pôs-se de joelhos (Atos 7:60). Paulo declarou: "Ponho-me de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo." Efésios 3:14. Ao confessar perante Deus os pecados de Israel, Esdras ajoelhou-se. Daniel "três vezes no dia se punha de joelhos, orava e dava graças, diante do seu Deus." Daniel 6:10. E o convite do salmista é: "Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos, ajoelhemos diante do Senhor que nos criou." Salmos 95:6.

"E agora, ó Israel, que é o que o Senhor teu Deus pede de ti, senão que temas o Senhor teu Deus, que andes em todos os Seus caminhos, e O ames, e sirvas ao Senhor teu Deus de todo o teu coração e toda a tua alma?" Deuteronômio 10:11. "Não Me temereis? Diz o Senhor. Não temereis diante de Mim?" Jeremias 5:22.

"Tema toda a Terra ao Senhor; temam-nos todos os moradores do mundo. . . Mas os olhos do Senhor estão sobre os que O temem; sobre os que esperam no Seu constante amor." Salmos 33:8, 18. "O galardão da humildade e do temor do Senhor são riquezas, honra e vida." Provérbios 22:4.

"Pelo que. . . retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente com reverência e santo temor." Hebreus 12:28.
Full transcript