Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ditadura Civil-Militar no Brasil

Aula de história para os alunos do 3 ano do Ensino Médio sobre Ditadura Civil-Militar
by

Elio Alencar Freixo

on 23 July 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ditadura Civil-Militar no Brasil

1961-64
1964-67
1979-85
1945-60
1974-79
DITADURA MILITAR: 50 ANOS (1964-2014)
De Jânio e Jango (1961-64)
Jânio Quadros (1961)
- Excêntrico
- Medalha para Che Guevara
- Proibição da Rinha de Galo e do Biquini
O Governo Castello Branco (1964-67)
O Governo de Costa e Silva (1967-69)
O Governo Médici (1969-1974)
O Governo de Geisel (1974-79)
O Governo de João Figueiredo (1979-85)


A Guerra Fria (1945-91)
A Revolução Chinesa (1949)
A Guerra das Coreias (1950-53)
A Guerra Vietnã (1955-1975)
A Revolução Cubana (1959)
A Crise dos Mísseis (1962)
A morte de JFK (1963)
Antecedentes
João Goulart (1961-64)
- A posse conturbada (1961)

- O Parlamentarismo (1961-63)
• Crise Inflacionária
• Pressão Popular
• Plebiscito (1963)

- A volta ao Presidencialismo (1963)
• Reformas de Base (1963)
• A crise econômica
• A pressão internacional

- A radicalização (1964)
• As ligas camponesas
• As greves urbanas
• O comício da Central do Brasil (13/03)
• A marcha da Família com Deus pela Liberdade (19/03)
• A rebelião dos Marinheiros (25/03)
• O Golpe (31/03 - 01/04)




Um paralelo com o presente
Principais medidas

-
A.I. 1 (1964)
- Prisão de Opositores ao regime, cassação de mandatos, suspensão das eleições presidenciais.

-
PAEG
(PLANO DE AÇÃO ECONÔMICA DO GOVERNO)

• Arrocho salarial
• Cortes nos gastos públicos
• Impostos
• FGTS
• Consequências: Inflação e desemprego

- A.I. 2 (1965)

-
Fim dos Partidos Tradicionais, criação do BIPARTIDARISMO (MDB x ARENA)

- A.I. 3 (1966)
- Fim das eleições diretas para governadores
- A.I. 4 (1966) -
Convoca o congresso para a aprovação da
Nova Constituição
• Anexação dos A.I.´s
• Fortalecimento do poder Executivo
• Lei de Imprensa
• Lei de Segurança Nacional

Principais Medidas e Acontecimentos
A Oposição ao Regime
O discurso de
Márcio Moreira Alves
O A.I. 5 - O Golpe dentro do Golpe
O AVC de Costa e Silva
A Junta Militar
A Frente Ampla
Passeatas
Passeata dos 100 mil
Festivais
Características

- Chefe do SNI
- Militar de Linha Dura
A Repressão

- DOI - CODI
- SNI
- OPERAÇÃO BANDEIRANTES
- OPERAÇÃO CONDOR
A Luta Armada
- Lamarca e Marighella
- Araguaia
- Sequestros de Embaixadores
- Justiçamentos
O Milagre Econômico
- Empréstimos
- Obras Faraônicas
- Desigualdade Social
A Propagando Ufanista
1967-69
“As cúpulas militaristas procuram explorar o sentimento profundo de patriotismo do povo e pedirão aos colégios que desfilem junto com os algozes dos estudantes.

Seria necessário que cada pai, cada mãe, se compenetrasse de que a presença dos seus filhos nesse desfile é o auxílio aos carrascos que os espancam e os metralham nas ruas. Portanto, que cada um boicote esse desfile”.

Em outro trecho, talvez o que mais enfureceu as “autoridades” Márcio lança um pedido às namoradas, noivas e esposas dos militares:

“Esse boicote pode passar também, sempre falando de mulheres, às moças. Aquelas que dançam com cadetes e namoram jovens oficiais. Seria preciso fazer hoje, no Brasil, que as mulheres de 1968... Recusassem aceitar aqueles que silenciam e, portanto, se acumpliciam. Discordar em silêncio pouco adianta. Necessário se torna agir contra os que abusam das forças armadas, falando e agindo em seu nome.”

1969-74
Dermi já estava preso na madrugada do dia 14 de janeiro de 1974, quando a equipe do delegado Sérgio Paranhos Fleury chegou à casa onde Darcy estava abrigada, em São Bernardo do Campo, levando o bebê, que havia sido retirado da residência da família.

Ela havia saído em busca de ajuda para libertar o marido. Os policiais derrubaram a porta e um deles, irritado com o choro do menino, que ainda não havia sido alimentado, atirou-o ao chão, provocando ferimentos em sua cabeça.

Com a prisão de Darcy, também o bebê foi levado ao Dops, onde chegou a ser torturado com pancadas e choques elétricos.

Depois de ganhar a liberdade, a família mudou várias vezes de cidade, em busca de um recomeço. Dermi e Darcy conseguiram retomar a vida e tiveram outros três filhos, mas Carlos Alexandre nunca se recuperou. Aos 37 anos, teve reconhecida sua condição de vítima da ditadura e recebeu uma indenização, mas nunca pôde trabalhar regularmente.
.
A Política Externa
- África
- Ásia
- Oriente Médio

A economia
- A Crise do Petróleo de 1973
- Inflação e Desemprego
- Aumento da Dívida Externa
A Abertura Política
- Fim da Censura Prévia
- Eleições para Deputados e Senadores
- Abertura: Lenta, Gradual e Segura

- Lei Falcão
- Pacote de Abril
A reação da
"Linha Dura"
- Vladimir Herzog

- Manuel Fiel Filho
PND 2 - O NOVO MILAGRE

- PRÓ-ALCOOL
- ENERGIA NUCLEAR
A pressão contra o regime
- Greves do ABC
- Pressão internacional
- Descontentamento Civil
A reação da Linha Dura
- Cartas-Bombas
- Explosivos em Bancas de Jornal
- Sequestros
- Atentado do Gasômetro
- Atentado do Rio Centro
A Lei da Anistia (1979)
Ampla, Geral e Irrestrita
A Volta do Pluripartidarismo
- ARENA (PDS)
- MDB (PT, PDT, PTB, PMDB...)
As Diretas Já (1983-84)
- Emenda Dante de Oliveira (1983)
- A derrota no Congresso
As eleições de 1984
Paulo Maluf (PDS)
_
Tancredo Neves (PMDB)
José Sarney
A TRAGÉDIA (1985)
Full transcript