Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Triunfo dos Porcos

No description
by

André Rocha

on 21 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Triunfo dos Porcos

Breve síntese biográfica do autor
George Orwell, pseudónimo de Eric Arthur Blair, nasceu a 25 de Junho de 1903 em Bengala mas foi educado em Inglaterra, onde, além do jornalismo, se dedicou à escrita. É autor, entre outros, do famoso livro 1984. Acabou por falecer de tuberculose a 21 de Janeiro de 1950 em Londres.
A obra escolhida
Título: O Triunfo dos Porcos
Autor: George Orwell
Editora e ano de edição: Edições Europa-América; 2ªedição
Divisão em Capítulos: Sim. 10 Capítulos
Como tomei conhecimento deste livro: Tomei conhecimento deste livro a partir do plano nacional de leitura.
Data de início da leitura: 12-05-2014
Data da conclusão da leitura: 19-05-2014

Para os animais menos inteligentes, os porcos resumiram os mandamentos apenas na máxima "Quatro pernas bom, duas pernas mau" que passou a ser repetido constantemente pelas ovelhas e carneiros. Após a primeira invasão dos humanos, na tentativa frustrada de retomar a quinta, Snowball luta bravamente, dedica todo o seu tempo ao aperfeiçoamento da quinta e da qualidade de vida de todos, mas, mesmo assim, Napoleão o expulsa do território, alegando sérias acusações contra o antigo companheiro. Acusações, estas, que se prolongam por toda a história, mesmo após o desaparecimento de Snowball, na tentativa de encobrir algo ou mesmo ter alguma explicação para os animais em relação às catástrofes, criando-se um mito em torno do porco que, a partir daí, é considerado um traidor.
Tema e Resumo do livro
Tema
A história relata uma revolução os animais de uma quinta e o modo como o idealismo foi traído pela corrupção e pela mentira.

Resumo
Sentindo chegar a sua hora, Major, um velho porco, reúne os animais da quinta para partilhar um sonho: serem governados por eles próprios, os animais, sem a submissão e exploração do Homem. Ensinou-lhes uma antiga canção, Animais da Inglaterra, que resume a filosofia do Animalismo, exaltando a igualdade entre eles e os tempos prósperos que estavam por vir, deixando os animais encantados com as possibilidades.
O velho Major acaba por morrer três dias depois, tomando a frente os astutos e jovens porcos Snowball e Napoleão, que se passaram a reunir clandestinamente a fim de traçar as estratégias da revolução. Certo dia o Sr. Jones, descuidou-se na alimentação dos animais, facto este que fez com que os animais o expulsassem da quinta. Sob o comando dos inteligentes porcos, os animais passaram a chamar a Quinta Manor de Quinta dos Animais, e aprenderam os Sete Mandamentos, que, a princípio, ganhava a seguinte forma:
1. Tu o que anda sobre duas pernas é inimigo.
2. Tudo o que anda sobre quatro pernas, ou tenha asas, é amigo.
3. Nenhum animal usará roupa.
4. Nenhum animal dormirá em cama.
5. Nenhum animal beberá álcool.
6. Nenhum animal matará outro animal.
7. Todos os animais são iguais.

O Triunfo dos Porcos
André Rocha
Nº4
8ºE

O hino da Revolução é banido, já que a sociedade ideal descrita, segundo Napoleão já teria sido atingida sob o seu comando. Napoleão é declarado líder por unanimidade. As condições de trabalho degradam-se, os humanos atacam novamente a Quinta dos Animais e já não se lembram se na época em que estavam submissos ao Sr. Jones era mesmo pior, mas lembravam-se da liberdade proclamada, e eram sempre lembrados por sábios discursos dos porcos, principalmente os proferidos por Squealer, um porco com especial capacidade persuasiva. Napoleão, os outros porcos e os agricultores da vizinhança celebram, em conjunto, a produtividade da Quinta dos Animais. Os outros animais trabalham arduamente em troca de míseras rações.
O slogan das ovelhas fora modificado ligeiramente, “Quatro pernas bom, duas pernas melhor!”, pois agora os porcos andavam sobre as duas patas traseiras. No final, os animais, ao olhar para dentro da casa antes pertencente a Jones e onde os porcos agora vivem em considerável luxo em relação aos outros animais, veem Napoleão e outros porcos a jogar cartar com Frederick e Pilkington, senhores das quintas vizinhas, e celebrando a prosperidade económica que os seus acordos proporcionam para suas quintas. Numa visão confusa, os animais já não conseguem distinguir os porcos dos homens.

Personagens e sua caracterização
Major: é um porco velho, sabedor e o mais respeitado da quinta.
Snowball: é ambicioso e tem muitas ideias
Napoleão: é grande e gordo
Clover: é uma corpulenta égua próxima da meia-idade, que nunca conseguira recuperar as suas formas depois do nascimento do seu quarto potro.
Boxer: é um animal de grande porte, com perto de um 1,80m de altura e tão forte como dois cavalos comuns. Uma lista branca no focinho dava-lhe uma aparência um tanto imbecil e, de facto, não possuía uma inteligência de primeira, mas era respeitado por todos devido à sua firmeza de caráter e capacidade no trabalho.
Muriel: uma cabra branca
Benjamin: era um burro e o animal mais velho da quinta. Era muito mal-humurado.
Entre outras...
Napoleão agarra na ideia de Snowball de construir um moinho de vento para a gerar energia, mesmo tendo feito duras críticas à imaginação do companheiro, e inicia a sua construção. Algum tempo depois, os porcos, Napoleão e Squealer, começam a negociar com os agricultores da região. Os porcos passam a viver na antiga casa de Sr. Jones e começam a modificar os mandamentos que estavam na porta do celeiro:
1. Nenhum animal dormirá em cama com lençóis.
2. Nenhum animal beberá álcool em excesso.
3. Nenhum animal matará outro animal sem motivo.
4. Todos os animais são iguais, mas alguns são mais iguais que os outros.

O slogan das ovelhas fora modificado ligeiramente, “Quatro pernas bom, duas pernas melhor!”, pois agora os porcos andavam sobre as duas patas traseiras. No final, os animais, ao olhar para dentro da casa antes pertencente a Jones e onde os porcos agora vivem em considerável luxo em relação aos outros animais, veem Napoleão e outros porcos a jogar cartar com Frederick e Pilkington, senhores das quintas vizinhas, e celebrando a prosperidade económica que os seus acordos proporcionam para suas quintas. Numa visão confusa, os animais já não conseguem distinguir os porcos dos homens.
Espaço e Tempo
Espaço: A ação decorre na Quinta Manor (Quinta dos Animais)
Tempo: A ação decorre durante anos
Estatuto do narrador
O narrador é heterodiegético, ou seja, não participando na história, assim sendo, contando-a na 3ª pessoa do singular.
Apreciação final
Achei esta história interessante, pois remete para assuntos de poder e de idealismos. É um livro que aconselho a ler, porque não é muito grande e o resumo fácul de realizar.
Duas frases que se destacaram
"Squealer estava tão gordo que quase não conseguia ver."
1ª frase
(isto remete para o abuso dos porcos no final da história)
2ª frase
"O velho Major (...) era tão respeitado na quinta que todos estava dispostos a perder uma hora de sono para ouvirem que ele tinha para dizer."
(na minha opinião, esta frase tem um sentido mural, nós devemos respeitar os mais velhos, porque têm menos capacidades que nós... porque tem mais sabedoria)
Full transcript