Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação

No description
by

Cindy Lira

on 15 December 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação

Brasil, Ministério da Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização.
HumanizaSUS: a clínica ampliada. 1ªed. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.

Brasil, Ministério da Saúde; Secretaria de Atenção à Saúde. Diretrizes de atenção à pessoa com Síndrome de Down. 1ªed. Brasília : Ministério da Saúde, 2012.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

COSCRATO, Gisele; PINA, Juliana Coelho; MELO, Débora Falleiros de. Utilização de atividades lúdicas na educação em saúde: uma revisão integrativa da literatura. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v.23, n. 2, p. 257-263, 2010.

CAMPOS, Gastão Wagner. Saúde Paidéia. 3ªed. São Paulo:Hucitec, 2007.

DAPS, Secretaria de Assistência a Saúde. Série de informação sobre Síndrome de Down: destinada a profissionais das unidades de saúde. 3ªed. Brasília, DF, [s.d.].

GIARETTA, Andréia; GHIORZI, Angela da Rosa. O ato de comer e as pessoas com síndrome de Down. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 62, n. 3, p. 480-484, maio-jun. 2009.

MINAYO, Maria Cecília de Souza; GOMES, Suely Ferreira Deslandes Romeu. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 28ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2009.

MALTA, Deborah Carvalho. Lista de causas de mortes evitáveis por intervenções do Sistema Único de Saúde do Brasil. Revista Epidemiologia e Serviços de Saúde do SUS. v. 16, n. 4, p. 233-244. dez. 2007.

VIANA, Ana Célia de Lima; FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira. A musicalização como meio de intervenção no desenvolvimento de crianças com síndrome de down – um
Estudo de caso. In: XXI Congresso de Iniciação Científica da UNESP, São José do Rio Preto 2011, Anais do Evento. P. 05170 – 05173. ISBN: 978-85-88792-08-1. Disponível em: http://prope.unesp.br/xxi_cic/27_35387787873.pdf. Acesso em: 19 de agosto de 2012.


REFERÊNCIAS
*
Identificar a clientela com Síndrome de Down na área de abrangência das unidades básicas: Marcos Raimundo Costa, Dr. José Fernandes de Melo , Dr. Chico Costa, Dr. Ildone Cavalcante de Freitas e Dr. Epitácio da Costa Carvalho.

*
Conhecer o processo de trabalho dos profissionais em enfermagem das unidades referidas, identificando as orientações e atividades voltadas à assistência do usuário com síndrome de Down.

*
Investigar a existência e potencialidade de atividades lúdicas positivas na abordagem a pessoas com Síndrome de Down.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Destarte, as pessoas com SD merecem uma assistência mais humanística, que faça prevalecer a sua singularidade.Promotora de atividades e ações influentes na inserção dessas, pessoas com SD, à sociedade
*
É facilmente diagnosticada.

*
Brasil possui mais de 300 mil pessoas com SD.

*
Diretrizes
de Atenção à Saúde da Pessoa com Síndrome de Down.

*
Caráter exploratório, com abordagem qualitativa

"Destina-se ao estudo dos significados,
crenças, percepções, opiniões,
aspirações e interpretações que os
homens fazem a respeito de como
vivem, preocupa-se com as ciências sociais, com um nível de realidade não quantificado"
(
Minayo, 2009
).


METODOLOGIA
*
Cenário nacional
*
Aspectos anatômicos e desenvolvimento particular diferenciado
Justificativa
Viana e Fonterrada (2009), trazem que quanto mais precoce for o acompanhamento do paciente com SD às atividades lúdicas, por exemplo, a musicalidade, o brincar, a teatralidade, melhor é o desenvolvimento da linguagem, pensamento, socialização, iniciativa, auto-estima.
Conforme os princípios de equidade, universalidade e integralidade, não deve haver restrição quanto ao atendimento;os profissionais devem estar aptos a realidade de cada usuário, seja ele com deficiência ou não.
*
Ausência de uma abordagem especifica a nível acadêmico;

*
Capacitação dos profissionais atuantes na área da atenção primária;

*
Realidade da alta demanda de clientela;

*
Ministério da Saúde traçou alternativas para reverter o quadro da realidade
PRESSUPOSTOS
Diante do exposto questiona-se: Quais estratégias estão sendo utilizadas pela equipe de enfermagem na assistêcia á pessoa com SD, e quais os aspectos interatuam no entrave do êxito dessa assistência no âmbito das Uninadade Básicas de Saúde Dr. José Fernandes de Melo, Dr. Chico Costa, Dr. Ildone Cavalcante, Dr.Epitácio da Costa Carvalho e Marcos Raimundo Costa?
PROBLEMÁTICA
Orientam e esclarecem sobre diagnósticos, tratamentos e acompanhamento de pessoas com SD.


Lançado no dia 21 de março de 2012, a consulta pública para sua definição.

*
Descoberta em 1866, por John Langdon Down, é uma alteração genética que se caracteriza pela presença a mais no par de autossomos 21(BRASIL, 2012).


*
As pessoas com SD possuem características fisionômicas particulares como:
-
Braquicefalia
-
Nariz pequeno

-
Olhos com inclinação lateral
-
Orelhas com implantação baixa
-
Tórax afunilado
-
Mãos com prega simiesca


*
Complicações
Introdução

Conhecer as atividades de enfermagem direcionadas à assistência de pessoas com Síndrome de Down na Atenção Primária.


OBJETIVO GERAL
OBRIGADA
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO USUÁRIO COM SÍNDROME DE DOWN NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE NO MUNICÍPIO MOSSORÓ-RN.
Universidade do Estado do Rio Grande do Norte -
UERN
Faculdade de Enfermagem -
FAEN
Departamento de Enfermagem -
DEN
Discente : Cindy Damaris Gomes Lira
Orientadora: Amélia Carolina.

*
Relevância informativa e reflexiva desse estudo para a academia;
*
Os profissionais de enfermagem, pois a mesma contribuirá de forma significativa para reflexão desses;
*
Para a sociedade é importante ao passo em que, a investigação poderá issumos interessantes para discussão;
*
As áreas de investigações corresponderão às unidades básicas (UBS) Marcos Raimundo Costa, Dr. José Fernandes de Melo, Dr. Chico Costa, Dr. Ildone Cavalcante de Freitas e Dr. Epitácio da Costa Carvalho.

*
Sujeitos da pesquisa serão os enfermeiros lotados nas Unidades Básicas de Saúde já referidas.

*
Critérios de inclusão e exclusão

*
A pesquisa constará de três etapas:
-Aprofundamento do referencial teórico, pela pesquisadora
-Coleta de dados
-Os dados colhidos serão submetidos a uma minuciosa análise sendo articulados com os registros de diários de campo.


*Respeitando as questões éticas,


*A análise dos dados será utilizada a análise de conteúdo de Bardin (2009)
"equivale a um conjunto de técnicas de análise das comunicações, que buscam a obtenção de indicadores que permitam inferir conhecimentos relativos às condições de produção/recepção das mensagens através de procedimentos sistemáticos de descrição dos conteúdos das mesmas". (
Bardin , 2009)







A pesquisa em campo será autofinanciada pela investigadora. Acredita-se ainda, que tal estudo trará benefícios aos entrevistados, pois possibilitará aos mesmos uma reflexão acerca de suas práticas
Cronograma
Fase exploratória - 2012 a 2014

Fase de Campo - 2014

Revisão do Texto- meados de 2014

Apresentação a Banca- 2015

Defesa - 2015

Divulgação- 2015

Material Quant. R$ Valor Total R$
Caneta 05 1,00 5,00
Corretivo 02 1,50 3,00
Cartucho 05 35,00 175,00
Capa dura 02 25,00 50,00
Encadernação 05 3,00 15,00
Encadernação
com broche 02 45,00 90,00
Pen drive 2g 01 20,00 20,00
MP4 01 150,00 150,00
Papel A4 04 12,00 48,00
Pasta 01 1,50 1,50
Revisão de texto 50 pág. 2,00 100,00
Transporte 60 2,00 120,00


TOTAL 777,50

Orçamento
Full transcript