Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

História da Cenografia

No description
by

Cenografia Turma 4

on 10 February 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of História da Cenografia

editar
editar
1919
500 a.C.
Séc. XV
História da Cenografia
Espaço Cênico Grego
Espaço Cênico Romano
O teatro romano entre os séculos III e II a.c. surge com os Ludi romani, festas populares em sua maioria ligada a religião e os ludi scaenici os jogos cênicos basedos na literatura romana , durante essa época as apresentações eram feitas em estruturas temporárias.
Espaço Cênico Medieval
Espaço Cênico Elisabetano
Espaço Cênico Renascentista
O espaço cênico da Renascença retomou os princípios da harmonia clássica da arquitetura greco-romana proposta por Vitrúvio em seu quinto livro da obra " De Arquitetura", sobre o ofício para projeto para teatro.
Caixa Cênica Italiana
Espaço Cênico Barroco
Trompe l'oeil
Simula a tridimensionalidade, era representação do espaço idealizado
Espaço Cênico Expressionista

O expressionismo tanto no teatro como no cinema assegura a expressividade máxima, atingindo diretamente o público, fazendo cada elemento cênico um "elemento de choque", um elemento "que age", portador do "grito da alma".
Busca "desnaturalizar a cena", descaracterizando a cena de todo caráter descritivo, de toda imitação realista para exprimir "a essência do drama", pelo jogo antinaturalista do ator, o simbolismo do objeto, da linha, da cor, e da iluminação cênica. Permitir ao espectador, não captar o lugar de uma ação, seu quadro, mas o seu "acontecimento" a realidade profunda do drama.
Os Cenógrafos expressionistas pensavam em um espaço cênico essencial onde houvesse um espaço dinâmico e rítmico, definidos por luzes e contrastes, arquiteturas distorcidas e planos dentados propondo cenas diagonais e múltiplas.

Espaço Cênico Construtivista
Espaço Cênico Futurista
Espaço Cênico da Bauhaus
Um edifício teatral polivalente que permitiria uma série de mobilidades e multifunções espaciais.
Poderia ser usado como arena, anfiteatro ou palco lateral. Foi projetado por Walter Gropius em 1927.
editar
1927
Algumas características do expressionismo:
• A nostalgia do claro-escuro: a cena era mantida ora na penumbra, ora iluminada por feixes luminosos, ora por contrastes.
• As sombras: projetar sombras sobrenaturais e aumentar a tensão patética.
• Reflexos em espelhos deformantes, distorção, a luz e a escuridão.
• Escadas, corredores escuros e desertos.

O filme "O Gabinete do Dr. Caligari" de Robert Wiene, de 1919.

O vídeo fala sobre como era feito o cinema Expressionista e como funcionava o espaço cênico do filme "O Gabinete do Dr. Caligari" de Robert Wiene, de 1919.
Filmes Expressionistas

O vídeo retrata vários outros tipos de espaços cênicos de outros filmes famosos da época.
Cena do Filme "O Gabinete do Dr. Caligari" de Robert Wiene, de 1919.
Cenografia criada por: Water Reimann, Walter Rohrig e Hermann Warm.
Cenografia do Filme "Der Golem" de Poul Wegener, de 1920.
Cenografia Hans Poelzig
Cenografia do Filme "Der Golem" de Poul Wegener, de 1920.
Cenografia Hans Poelzig
Cena do Filme "Escada de Serviço" de Leopold Jessner, de 1921.
Cena do filme "A Morte Cansada" de Fritz Lang, de 1921.
Cena da Peça "O Homem-massa" de Ernst Troller, de 1921.
Cena da Peça de Teatro "A Caixa de Pandora" de Georg Wilhelm Pabst, de 1929.
Cena do Filme "M. O Vampiro" de Düsseldorf, de 1931.
Theatron
- lugar de onde se vê;
Orchestra
- onde o coro atua;
Skené
- a cena, era originalmente uma
tenda onde os atores trocavam de
figurinos e posteriormente onde o
aparato cenográfico era guardado.
Composição do espaço cênico grego
As máscaras eram um
instrumento essencial
do figurino dos autores.
Na Grécia Antiga os
gêneros teatrais eram
classificados em:
Comédia e tragédia.
Evolução Teatral

Skéne Licurguiana, 330 a.C

Skéne Helenística, séc. II a.C
Não havia espaço para as
mulheres. Os atores mais
novos, que estão em
processo de mudança de
voz, eram colocados para
fazer a voz feminina.
Festival in Montmartre
1913
Train of the Wounded 1913
Motivação: Gropius, nessa proposta de um teatro moderno adequado às novas necessidades das artes cênicas no século XX, optou por uma forma elíptica na cúpula oval pela flexibilidade das elipses e circunferências para movimentação dos palcos sem prejudicar a acústica ou a visibilidade.
Teatro Total
A maquete do projeto, exposta em Paris em 1930, representou um grande avanço na arquitetura do espetáculo, apesar de não ter sido edificada. Para ele o teatro tem função preponderante de promover a comunhão social, eliminando praticamente a distinção entre palco, platéia, atores e espectadores.
Dynamic Hieroglyphic of the Bal Tabarin

A princípio eram encenados dramas litúrgicos em latim, escritos e representados por membros do clero ( padres e monges). Os fiéis participavam como figurantes e, mais tarde, como atores e misturavam ao latim a língua falada no país. As ocasiões de representações eram nas festas do ano litúrgico (Ressurreição de Cristo ou Páscoa). As mesmas eram longas e podiam levar vários dias.O espaço cênico medieval, no início era no interior da igreja.
Mas quando as peças tornaram-se mais elaboradas e exigiram mais espaço, passaram para a praça em frente à igreja. Palcos largos deram credibilidade aos cenários extremamente simples. Uma porta simbolizava a cidade, uma pequena elevação, indicava uma montanha; uma boca de dragão, à esquerda, indicava o inferno; e uma outra elevação, à direita, simbolizava o paraíso. No decorrer dos tempos surgiram grupos populares que improvisavam o palco em carroças e se deslocavam de uma praça à outra.
Surgimento do teatro grego
O teatro grego teve início em Atenas, na Grécia, por volta de 550 a.C.
e surgiu a partir das celebrações realizadas sobretudo, para o Deus
Dionísio, divindade das festas, fertilidade e vinho.
Nas celebrações Dionisíacas, que duravam cerca de uma semana,
as pessoas bebiam, cantavam e dançavam. Com o passar do tempo,
essas festas foram evoluindo na organização e elaboração, até
chegar ao o que hoje conhecemos como o teatro.



Periacto
Técnica usada anteriormente, sendo substituída pelos bastidores de planos de uso mais simples e dinâmico.
Giacomo Torelli
Considerado o 'grande mágico' do barroco.
Imagem de "Trionfo della Continenza", 1677
Giacomo Torelli
Multiplicou as possibilidades de metamorfose cênica.
Giacomo Torelli, o gênio inventor
Vídeo sobre o "grande mágico" do barroco e sua tecnologia

Teatro Barroco
Nesse vídeo podemos ver alguns cenários mostrando bem a perspectiva ilusória do barroco
Galli-Bibiena (neo-barroco)
Rejeitava a simetria com perspectivas diagonais e uso de complexos escadarias, balcões, sacadas e arcos.
As mudanças começaram a ocorrer na época de Plauto. Surge um galpão de madeira ao fundo do palco para servir de camarim, o proscênio na frente da cena para atender as necessidades cênicas
Teatro Grego x Romano
O teatro que antes era construído em encostas agora é construído em terrenos planos , sobre o apoio de muros feitos de pedras fazendo a inclinação do teatro grego
A orquestra passou a funcionar em semi círculo, dando lugar ao proscênio (espaço que avança até a platéia)
O proscênio decorado com colunas e estátuas em baixo relevo.
O uso da perspectiva para a cenografia
Os pintores do renascimento representaram a natureza como uma paisagem de perspectiva na tela estruturando um novo olhar. A pintura transformada criou uma analogia à teatralização do mundo. A perspectiva introduziu a ciência na pintura estabeleceu o modelo de representação do espaço cartesiano em planos bidimensionais. Ela ampliou ilusoriamente a cena e seus criadores uniram as artes pictóricas à arquitetura. Na cenografia em projetos cênicos. Ela resolveu o problema de palcos reduzidos ampliando suas dimensões por linhas convergentes a um único ponto situado no centro do cenário com edifícios, ruas e praças, bosques e campos. Esta ilusão ótica transformou a cena, em planos e ambientes, trazendo a terceira dimensão ao cenário.
Um dos maiores exemplos do teatro renascentista. Projetado por Andrea Palladio e Vicenzo Scamozzi, que uniu o estilo tardo - romano ao ar livre às reflexões de Vitrúvio.
Teatro Olímpico, em Vicenza 1585
Teatro All' Antiqua, em Sabbioneta,1588
Teatro Farnese, em Parma,1618
Principais personagens que colaboraram com o movimento futurista.
Filippo Tommaso Marinetti, Luigi Russolo, Carlo Carrà,Umberto Boccioni e Gino Severini.
Giacomo Balla
Carlo Carrà
Em relação com as demais expressões artisticao a aproximação com o cinema foi tardia,mais de sete anos separaram o primeiro manifesto do futurismo(1909) de um interesse declarado pelo cinema(1916). A partir daí, o cinema é visto como a nova forma de expressão artistica que atenderia à necessidade de uma expressividade plural e múltipla; um instrumento a serviço da alogicidade , característica do "viver futurista", exaltando, na nova arte o jogo de decomposição/recomposição da realidade.
Futurismo no Cinema
Os filmes futuristas deviam representar a simultaneidade(sucessão rápida das imagens), a sugestividade musical(polifinia), a libertação da lógica os dramas geométricos", a "sensibilidade nemérica" ,o drama de objetos dotados de vida com o objetivo de conseguir metaforizar os "estados d'alma".
Teve como obra considerada a representante legítima do movimento , pois realizada pelo grupo de Filipo Marinetti, Vita Futurista(rodada em Florença em setembro de 1916).

Principais filmes futuristas.

Eu . Robô- ( 2004);
A.I Inteligência Artificial (1989);
De Volta para o Futuro (1989);
Minority Report (2002);
Gatacca (1997);
Brazil (1985);
2001-Uma Odisséia no Espaço (1968);
Blade Runner (1982);
Metropolis (1927).


(

Séc. XII
Full transcript