Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of CIÊNCIA, NAÇÃO E REVOLUÇÃO NO SÉCULO XIX

No description
by

Valeria Andrade

on 7 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of CIÊNCIA, NAÇÃO E REVOLUÇÃO NO SÉCULO XIX

O TRIUNFO DA BURGUESIA
TENTATIVA de RESTAURAÇÃO
CONGRESSO DE VIENA - (1814-1815)
Reações à RESTAURAÇÃO
REVOLUÇÕES DE 1848 - PRIMAVERA DOS POVOS
1848- deposição de Luis Felipe - proclamação da República na França

Movimento republicano atingiu: ITÁLIA, ALEMANHA, SUIÇA, AUSTRIA, POLÔNIA, ESPANHA E PORTUGAL

( Brasil - 1848- REVOLUÇÃO PRAIEIRA -Pernambuco)

levantes fortemente reprimidos pela burguesia

Objetivo: implantar uma república, realizar reformas sociais e econômicas

Resultado na França - LUIS BONAPARTE (eleito presidente da Segunda República Francesa)

1851 - golpe de Estado - Luis Bonaparte - Imperador francês.
CIÊNCIA, NAÇÃO E REVOLUÇÃO NO SÉCULO XIX - ref. cap. 23
LIBERALISMO POLÍTICO - limites ao Estado e liberdade individual
(ler p. 421 - fazer p.422)


NACIONALISMO - defesa do Estado-nação (com duas tendências: separatismo e unificação )
(ler p. 423


PROGRESSO - como garantia para o conforto e liberdade (ler p. 427/ 428)
MÁXIMAS DO SÉCULO XIX:
objetivo: Restaurar o ANTIGO REGIME NA EUROPA

países membros: Inglaterra, Rússia, Prússia, Aústria
resultados: divisão da sociedade em europeia em três correntes ideológicas:

- ULTRARREALISTAS (conservadores)

- LIBERAIS

- NACIONALISTAS
1820 - revoltas liberais: Itália, Espanha, Portugal, Grécia

1820 - REVOLUÇÃO DO PORTO

1821-1832 - Movimento Nacionalista grego com apoio financeiro dos liberais contra o Império Otomano: Independência da Grécia


1830 - rei CARLOS X- ORDENANÇAS DE JULHO (retomada dos princípios absolutistas)
resultou em revoltas populares e na abdicação do rei
para evitar a implantação de um república popular: LUIS FELIPE assumiu o poder com apoio da alta burguesia
expansão da onda revolucionária - Bélgica, Polônia, Itália e Alemanha
Nacionalismo e UNIFICAÇÃO

ITÁLIA

1831- Giuseppe Manzini - movimento JOVEM ITÁLIA
contra Estados da Igreja e contra o domínio estrangeiro

estratégias: republicanos fazem aliança com o Reino Piemonte-Sardenha
1859 - Cavour entra em guerra contra a Austria, com ajuda da França, expulsa os austriaco;
Giuseppe Garibaldi e os camisas vermelhas - conquistaram o sul da Itália
1861- rei Vitor Emanuel II (Piemonte-Sardenha) - proclamado rei da ITÁLIA
1866 - conquista de Veneza
1870 - conquista de Roma
ALEMANHA

1834 - UNIÃO ADUANEIRA E COMERCIAL - liderada pelo REINO DA PRÚSSIA

1861 - Guilherme I coroado REI DA PRÚSSIA; Otto von Bismarck - primeiro-ministro
- fortalecimento do poder militar
- aliança estratégica com a o Império Austro -Hungaro: anexação de territórios dinamarqueses
1863 - GUERRA AUSTRO-PRUSSIANA - Reino da Prússia venceu a guerra anexação dos Estados do Norte
1870 - GUERRA FRANCO-PRUSSIANA - anexação dos Estados do Sul
1871 - UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA : potência militar, expansionista, focada na industrilização

p. 425 - NACIONALISMO E XENOFOBIA e NAÇÃO COMO INVENÇÃO
Organização Cientifica da Sociedade
Positivismo, Darwnismo Social, Degenerescência e Eugenia (ler p. 433)
Full transcript