Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A vida nas embarcações

seminário de História
by

Pedro Magalhães

on 4 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A vida nas embarcações

A vida nas embarcações Alimentação Crianças nas embarcações Cargos Morte Curiosidades Nas grandes navegações, os alimentos ficavam em lugares inapropriados, causando contaminação da comida. Para evitar esta contaminação, eles exageravam nas especiarias e no sal.

A única pessoa que tinha a chave do local onde os alimentos ficavam, era o capitão do navio, para evitar brigas e roubos relacionados a ela. Era racionada.

A agua ficava em barris e também era racionada, fazendo com que sempre que possível, eles parassem na costa e nas ilhas para pescar, tentar coletar mais comida (principalmente frutas), e agua. Depois de algumas semanas, a agua ficava com vermes, sendo igualmente contaminada.

Os alimentos mais consumidos eram a farinha e derivados e o vinho.

Em algumas viajens eram levados animais vivos, para o consumo de sua carne fresca, porém, devido à suas fezes, as doenças se agravavam ainda mais.

Em situações extremas, as pessoas chegavam a cometer canibalismo, com aqueles que morriam, e a caçar ratos, que eram abundantes no local.
Alguns também tentavam pescar no mar, quando o mesmo estava calmo. Na época, sempre que os pais das crianças conseguiam algum dinheiro, elas pagavam para dar um lugar nos navios a eles. Porém, já que os tripulantes adultos ja ficavam muito tempo sem manter relações sexuais, violentavam elas durante a noite. As Doenças eram uma das maiores causas de morte nas navegações. Por causa do ambiente úmido e quente, dependendo do dia, é o ambiente perfeito para a ploriferação das bactérias. Também muitas causas das doenças é a falta de higiene. Por exemplo, não se lava louça, roupa, se toma banho um vez em nunca e etc, devido a escassez de água potável.
O escorbuto é uma das doenças mais famosas da época. Ela era gerada por causa da falta de vitamina C e causava aos navegantes, o apodrecimento das gengivas e dos dentes.
Toda a tripulação, ou quase toda, morria após naufrágios.
Grandes causas de morte também são as doenças pulmonares, devida a exposição duradoura ao sol, frio, calor e a água.
Muitos morriam de desnutrição.
Em uma embarcação, existem vários cargos para se "preencher". O capitão é o cargo máximo em um navio. Ele é quem comanda todos os outros cargos, e supervisionisa todos. Também castiga os tripulantes. Existem os que cuidam de ficar tirando a água que entra na embarcação, o que fica no "caralho", o que tenta "limpar" o navio entre outros. Porém não necessariamente eles eram fixos. Eles se revesavam entre si. Viajantes: Numa navegação viajavam marinheiros, soldados, padres, ajudantes, médicos e até mesmo um escrivão.

Caravelas: Eram grandes embarcações feitas de madeira, capazes de transportar centenas de homens e toneladas de mercadorias. Tinham uma ou mais velas grandes e altas, geralmente retangulares. Também tinham canhões para combates.

Viagem: Nos grandes mares, as viagens eram imenças e tediosas. O jogo de cartas era uma das unicas atividades de lazer a bordo. Acomodações Nas grandes navegações, apenas os oficiais tinham aposentos particulares. Os outros tripulantes ficavam espalhados pelo navio durande o sono. Ataques piratas As embarcações eram atacadas por piratas (principalmente franceses, holandeses e ingleses ), violentamente, provocando incendios e outros danos aos barcos, que na maioria dos casos eram abandonados. Como os marinheiros era vistos pela população? Os marinheiros eram vistos pela população de diversas maneiras.
Alguns viam eles como heróis, que ajudavam a nação a expandir seus territorios e a trazer riquesas. Já alguns os viam como bêbados, agressivos, sem respeito a religião e sem honra. Religião. Os viajantes eram muitos religiosos e supersticiosos. Durante a viagem os padres organizavam as orações nos navios.

Lendas:
Monstros? Os navegantes acreditavam na existência de monstros no fundo do mar, o que assombravam
toda a viagem.
Havia também a crença de que nos mares do sul a agua ia esquentando, a ponto de ferver, e de que o planeta era plano, podendo cair em uma "cachoeira a qualquer momento. Motin Por causa do risco de motins durante as grandes navegações, o capitão deveria ter armas em seu camarote duas armas de fogo e uma espada. Surpreendentemente, os ratos consumidos pela tripulação, forneciam vitamina C aos homens, evitando às veses o aparecimento do escorbuto. Alguns morriam ao tentar fazes suas ~necessidades~, caindo do navio. Algumas pessoas empurravam os colegas do navio, com o objetivo de agora, pertencer os objetos do morto. Grupo: Pedro Magalhães Del Rey
Olivia Prado
Nathalia Pureza
Full transcript