Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Império Bizantino

No description
by

Kieran Bragança

on 9 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Império Bizantino

O Império Bizantino
CARACTERÍSTICAS GERAIS
- Império Romano do Oriente, com capital em Constantinopla;

- Aderiram a cultura helenística (romana, grega e oriental);

- Local privilegiado estrategicamente (ponto de conexão entre o Oriente e o Ocidente - Estreito de Bósforo, do grego, "passagem do boi");

ECONOMIA
- Comércio, grandes latifundios e orgãos públicos reguladores;

- Corporações de ofício (associações de artesãos);

- A localização de Bizâncio, entre a Ásia e a Europa, permitiu-lhe um intenso desenvolvimento comercial;

- Foram grandes intermediários entre o comércio oriental e ocidental;

- Essa grande movimentação atraiu para as cidades comerciantes de todas as nacionalidades.

- Comércio ativo + produção agrícola próspera = acumulo de riquezas;
O REINADO DE JUSTINIANO (527 - 565 d.C.)
- Reconquista de parte do antigo império romano ocidental
Vários povos com idiomas e costumes diferentes;
Justiniano usou o Cristianismo como ferramenta de unificação dos povos;
O gasto com exércitos elevou os impostos fome e insatisfação popular;

(395 - 1453 d.C.)
- Manteve durante toda a Idade Média:
A atividade comercial;
O esplendor cultural;
Centralização política.
- Código Justiniano: resgate dos preceitos da justiça romana e aperfeiçoamento da mesma.
elaboração do
Corpus Juris Civilis
(corpo do direito civil);
composição:
o Código
: revisão de todas as leis romanas;
o Digesto
: sumário escrito por juristas;
as Institutas
: manual para estudantes de Direito;
as Novelas
: conjunto de leis criadas por Justiniano.
- Construção da Basílica de Santa Sofia (537 d.C.)
- Revolta de Nika (532 d.C.): população cansada de altos impostos;
- Esplendor máximo do Império Bizantino;
- Acabou com as tentativas de invasões "bárbaras";
CESAROPAPISMO
- A Igreja local era cada vez mais subordinada ao poder do imperador;
- Cesaropapismo: O imperador bizantino acumulou os poderes de Líder político-militar e religioso;
-
Grande cisma do Oriente
(1054 d.C.)
Igreja Católica Apostólica Romana (Papa - Roma);
Igreja Cristã Ortodoxa Grega (Imperador - Constantinopla).
- Alguns aspectos ideológicos diferentes se propagaram:
Iconoclastia: não acreditavam no culto às imagens sacras;
Monofisismo: queria ver em Jesus Cristo apenas a natureza divina.
- O forte processo de evangelização bizantino na Europa justifica o porque de tantos países europeus, principalmente na região balcânica, serem ortodoxos hoje.
- Não aceitação do governo religioso sendo emanado do Papa em Roma;
O FIM DO IMPÉRIO
- Após Justiniano, nenhum outro imperador conseguiu administrar o império de forma sólida;

- Gradativamente seus territórios foram sendo tomados por outros povos como lombardos (Itália), Eslavos (Balcãs) e o Islã (no leste);

- Em 1095, com a ameaça dos Turcos Otomanos, o imperador Aleijo pediu ajuda ao Papa Urbano II, fato esse que deu origem as
Cruzadas
;
Em 1071, Jerusalém foi tomada pelos turcos, que impediam os cristãos de se aproximarem da cidade.

- Em 1453, Maomé II cercou Constantinopla e em seguida tomou a cidade, renomeando-a para Istambul.
A tomada da capital bizantina pelos turcos, foi facilitada pelo uso de canhões de pólvora, arma desenvolvida pelos chineses.
Full transcript