Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Reparo tecidual

No description
by

Iusta Caminha

on 21 March 2018

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Reparo tecidual

O que aconteceria se...
O castigo de Prometeu
Regulação e estímulo para divisão celular e reparo
De que nos serve esse conhecimento?
Fatores mecânicos e químicos
Regenerar ou cicatrizar?
Fases do reparo
Como aplica-lo?
Depende do turnover de cada tecido
Células lábeis
Células estáveis
Células permanentes
Regeneração x Reparo ( cicatrização)
O que pode dar errado?
O que eu preciso para que tudo corra bem?
As células do parêquima tecidual perdidas com a lesão são substituídas por componentes da MEC e colágeno
Se o fígado é um órgão que se regenera tão bem,
por que existe dano irreverssível no fígado?
Disturbios da coagulação
Inflamação crônica
Hipersensibilidades
Deficiência na adesão leucocitária
Remodelação deficitária ( metaloproteinases)
Funções celulares
comprometidas ( Infecção pro HIV)
Células mesenquimais pluripotentes hepáticas
Onde aplica-lo?
Obrigada.
Inspirem-se!
Reparo tecidual
Medicina - UniChristus
Iusta Caminha

Importante?
Agressão,
exemplos?
Sequência de eventos
E se essa lesão for em órgãos permanentes?
Stem Cell Res Ther. 2016 Aug 31;7(1):125.
Mechanisms of mesenchymal stem/stromal cell function
Cell Transplant. 2014;23(9):1045-59.
Paracrine mechanisms of mesenchymal stem cell-based therapy: current status and perspectives.
Se você levasse uma topada na quina da mesa e destruisse o seu dedo mindinho do pé direito, você gostaria que ele regenerasse ou cicatrizasse?

Cell Death Differ. 2015 Dec; 22(12): 1891–1892.
"...Adult stem cells climbed up to the top list of regenerative tools and mesenchymal stem cells (MSC) showed promise for regenerative cell therapy with a rather limited level of risk. They have been shown to offer the possibility to establish novel therapeutic interventions for a variety of hard-to-noncurable diseases. There have been many elegant studies investigating the impact of MSC in regenerative medicine. "

Stem Cells Int. 2017;2017:5173732. Epub 2017 Feb 13.
Por que é importante classificar o tecido como lábil, estável ou permanente para saber se ele sofrerá processo de reparo por regeneração ou cicatrização?

a. Porque os tecidos lábeis e estáveis tem seu processo de regeneração garantido pela capacidade de multiplicação de suas células.
b. Porque só os tecidos permanentes possuem células tronco mesenquimais que viabilizam o processo regenerativo após lesão tecidual.
c. Porque essa classificação indica a capacidade que a célula tem em se dividir e esse é um dos fatores determinantes na regeneração.
d. Porque esses tecidos tem velocidade de reparo diferentes e isso irá interferir na interpretação das fases da cicatrização.
e. Porque apenas tecidos lábeis e estáveis tem atuação de células inflamatórias como macrófagos para viabilizarem a regeneração

Nomei os processos conceituados na figura e assinalados como 1 e 2.
Marque a alternativa que contém todos e somente fatores que ajudam a determinar se o tecido sofrerá regeneração ou cicatrização.

I. Caracterização do tecido como lábil, estável ou permanente
II. Gravidade da lesão tecidual
III. Qualidade do dano: se pontual ou persistente
IV. Preservação da matriz tecidual
V. Capacidade de proliferação das células do parênquima tecidual


a. I, II, e III
b. I, III, e V
c. II, IV e V
d. III, IV e V
e. I, II, III, IV e V

Marque a alternativa que contem a sequencia correta de eventos do reparo tecidual assinalados de 1 a 4 no gráfico abaixo.













a. Sangramento, remodelamento, proliferação e inflamação
b. Remodelamento, coagulação, proliferação e inflamação
c. Inflamação, proliferação, coagulação e retração
d. Coagulação, inflamação, proliferação, remodelamento
e. Proliferação, inflamação, sangramento e remodelamento

Marque a alternativa que comenta corretamente sobre as fases do reparo tecidual mostradas na figura


















a. A fase de sangramento/coagulação tem intensa participação das plaquetas porém, estas tem mera função física na formação do coágulo e não contribuindo com os mediadores da inflamação.
b. Durante a fase inflamatória, a população celular mais encontrada no tecido é a de macrófagos e de fibroblastos que encontram-se em plena formação de fibrina para o tecido cicatricial.
c. A fase proliferativa é marcada por invasão linfocitária e neutrofílica garantindo a liberação de fatores de crescimento necessários para a correta formação do novo tecido cicatricial.
d. A atuação das colagenases é importante na fase de remodelação tecidual, proporcionando equilíbrio entre proliferação e degradação do tecido de cicatrização. Problemas nessa fase podem levar à formação de queloides.
e. Todas as fases da cicatrização contam com a presença dos mesmos mediadores inflamatórios e fatores de crescimento para garantir equilíbrio entre a fases e prevenir processos patológicos.

De acordo com a fases da cicatrização mostradas no diagrama abaixo, marque a alternativa que apresenta o nome correto da fase assinalada de 1 a 3 juntamente com as células predominantes na mesma fase.









a) Fase 1 : Remodelação – Neutrófilos
b) Fase 1 : Inflamatória – Fibroblastos
c) Fase 2 : Proliferativa - Fibroblastos
d) Fase 2: Inflamatória – Plaquetas
e) Fase 3: Remodelação – linfócitos

. Marque a alternativa que contém formas pelas quais as células tronco mesenquimais podem atuar para facilitar e viabilizar o processo de reparo tecidual.

I. Diferenciando-se em células do tecido danificado para repor e corrigir o dano tecidual.
II. Liberando fatores de crescimento e mediadores inflamatórios para facilitar o reparo.
III. Transferindo organelas e substâncias para as células danificadas seja através de microtúbulos ou vesículas.
IV. Migrando para linfonodos próximos para comunicar a lesão ao sistema imune e viabilizar o reparo.
V. Fundindo-se com as células do tecido agredido à fim de garantir sua sobrevivência.

a. Apenas I, II, III e V
b. Apenas III, IV e V
c. Apenas II, III
d. I, II, III, IV e V
e. Apenas I e II

Marque a alternativa que contém o melhor comentário a respeito da ação desempenhada pelas células tronco mesenquimais no processo de reparo tecidual.

a. As células tronco presentes nos tecidos tem papel único, porém fundamental, de repor as células danificadas, diferenciando-se em células do parênquima tecidual durante o processo de reparo tecidual.
b. Após a lesão, as células tronco multiplicam-se funcionando como células do sistema imune, sendo capazes de provocar inflamação, ocasionando vasodilatação liberando quimiocinas para facilitar o reparo tecidual.
c. Diferenciação em células do parênquima, liberação de fatores de crescimento e mediadores inflamatórios e transferência de organelas e substâncias são algumas das maneiras que a célula tronco mesenquimal pode agir no reparo.
d. O reparo ocorre independentemente da existência de células tranco mesenquimais pois estas só estão presentes em tecidos permanentes como o músculo cardíaco e o tecido nervoso.
e. Não há associação entre células tronco mesenquimais e reparo tecidual, pois, no adulto, essas células perdem importância, já tendo exercido seu principal papel durante o período embrionário.
Full transcript