Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Affonso Eduardo Reidy

No description
by

on 14 October 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Affonso Eduardo Reidy

Affonso Eduardo Reidy
Alunas: Ivisnay Parreira
Fernanda Pires
Lyvia Pires
Nayane Cristine

1- Vida trajetória e Obras de Affonso Reidy
2- Influências na arquitetura e pensamento de Reidy
3- A Habitação Social
4- Estudo de Caso - Pedregulho
5- Conclusão
6- Referências Bibliográficas
Vida, trajetória e obras de Affonso Reidy
Nasce em Paris, logo sua família migra para o Brasil;
1926
- Ingressa no Curso de Arquitetura da Escola Nacional de Belas Artes
-Formação acadêmica e tradicional
1928
Contato com o livro Vers une architecture (Por uma arquitetura) de Le Corbusier;
1938
1936
1935
1934
1939
Realiza o projeto para a Escola Primária Rural Coelho Neto, em parceria com sua esposa;


Ingressa, como arquiteto-chefe, na Secretaria Geral de Viação, Trabalho e Obras da Prefeitura do Distrito Federal, ocupa os cargos de diretor do Departamento de Habitação Popular e de Urbanismo e permanece até se aposentar.
- Conhece sua futura esposa Carmem Portinho, engenheira civil;




- Realiza o projeto de um bar na praça Afonso Vizeu;


Obteve Grau Máximo no projeto de conclusão, Palácio de Convenções Rotarianas, caracterizado pela monumentalidade e simetria;
- É professor na cadeira de composição de Aquitetura na Enba;



-É membro do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura - Crea; 1935
-Projeta o Edifício-sede da Polícia Municipal;


- Integra a equipe que realiza o projeto do Ministério da Educação e Saúde - MES e, na equipe que realiza o projeto da Cidade Universitária da Universidade do Brasil na Quinta da Boa Vista liderada também, pelo arquiteto Lucio Costa;
- Estabelece contato pessoal e profissional com o arquiteto Le Corbusier;


- Realiza o projeto do Edifício-sede da Prefeitura Municipal;
- É responsável pelo plano de urbanização da Esplanada do Castelo;



1944
1945
1948
1950
1952
1946
1964
1962
1960
1955
1953
1931
1930
1932

1909
Vence, com Gerson Pompeu Pinheiro, o concurso para a construção do Albergue da Boa Vontade;


- É vice-presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB;


- Realiza o projeto da Fábrica da Sydney Ross Company;
- Coordena o projeto de urbanização do centro da cidade do Rio de Janeiro;



- Realiza o projeto do Conjunto Residencial Marquês de São Vicente;
- Realiza o projeto do Colégio Experimental Brasil- Paraguai;


- Projeta o Teatro Rural do Estudante;


- Projeta os Pavilhões do Parque do Flamengo;
- Realiza o projeto do Fórum de Piracicaba (SP);


- Integra a equipe que realiza o projeto do Aterro e Parque do Flamengo onde é responsável pela urbanização
- Ano de seu falecimento


- Realiza o projeto do Museu Nacional na cidade do Kuwait;
- É lançado o livro Affonso Eduardo Reidy - Bauten und Projekte (Affonso Eduardo Reidy - Edifícios e Projetos);



Recebe o 1o prêmio na Bienal Internacional de São Paulo, pelo projeto do Conjunto Habitacional Pedregulho;
- Realiza o projeto do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ


- Realiza o projeto de sua residência;
- Realiza o projeto do Teatro Armando Gonzaga, também conhecido como Teatro Popular



- Realiza o projeto do Conjunto Habitacional Pedregulho;


- Vence, com Jorge Moreira, o concurso para a sede administrativa da Viação Férrea do Rio Grande do Sul;


Influências na arquitetura e pensamento de Reidy
A Habitação Social
Estudo de Caso
O Pedregulho

Conclusão
Influência Corbusiana do compromisso social e da visão poética baseada na busca de uma nova concepção na arquitetura moderna brasileira:
1927-1930
- Consciência social
- Realização do plano para a remodelação do Rio de Janeiro por Alfred Agache
- A busca de uma nova concepção
o uso de pilotis
terraço jardim
planta livre da estrutura
fachada livre da estrutura
janela em fita
Agache e sua influência urbanistica e projetual, em grande escala: Conceitos importantes introduzidos por Agache:
Pensamento miesiano do sintetismo na obra de Reidy:
- Utilização de "formas puras"
- Ausência de ornamentação
- Modulação projetual
- Uso do vidro (caixa de vidro)
- Tecnologia construtiva ligada a plástica do edifício
O Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes, conhecido como Pedregulho
São Cristóvão, Rio de Janeiro
1947
Projetado para abrigar funcionários públicos do então Distrito Federal
Ele foi elogiado por Max Bill em 1953, e por Le Corbusier em sua passagem pelo Brasil, em 1962, marca um momento de reconhecimento internacional das obras arquitetônicas e urbanísticas de Reidy.
O arquiteto Le Corbusier, um dos principais ideólogos do movimento defendia que a habitação deveria ser construída em larga escala, devendo prever todos os equipamentos e serviços necessários à vida dos moradores. Le Corbusier acreditava que esses equipamentos seriam como um prolongamento da habitação, exercendo as funções complementares à moradia. Dessa forma dispensariam o seu provimento no interior da moradia, permitindo que a unidade habitacional fosse de tamanho reduzido. Para ele, a habitação deveria se constituir em verdadeiras cidades-jardins verticais, constituídas por blocos de apartamentos que incorporasse todos os serviços vinculados à moradia.
A HABITAÇÃO SOCIAL MODERNA (Internacional e no Brasil)
O conceito moderno de morar que já vinha sendo divulgado desde a primeira década do século 20 na Europa, tomou grande impulso no final da 1a. Guerra Mundial, em 1918. A imensa necessidade de reconstruir as principais cidades europeias destruídas pela guerra gerou um grande impulso ao Movimento Moderno na arquitetura. O 1o. Congresso Internacional de Arquitetura Moderna já abordava o tema como prioritário em 1928, o que foi confirmado nos congressos posteriores, assumindo uma nova linguagem de moradia nas cidades.
- O Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes, conhecido como Pedregulho
São Cristóvão, Rio de Janeiro, 1947

- Projetado para abrigar funcionários públicos do então Distrito Federal

- Foi elogiado por Max Bill em 1953, e por Le Corbusier em 1962.

- Marca um momento de reconhecimento internacional das obras arquitetônicas e urbanísticas de Reidy.

- O Pedregulho compõe a face social da arquitetura de Reidy.

- A estética e os princípios defendidos por Le Corbusier se fazem sentir no projeto do Pedregulho

-Outros projetos similares ao Pedregulho são executados no período, por exemplo:
O Conjunto do Residencial do Realengo, de Carlos Frederico Ferreira, 1943
O projeto para a Vila Guiomar, em Santo André, 1949, também de Carlos Ferreira;
O Conjunto Residencial Passo d'Areia, Porto Alegre, 1946, de Marcos Kruter e Edmundo Gardolinski;
O Conjunto Habitacional da Gávea, 1954, de Reidy,
E o Conjunto Residencial de Vila Isabel, 1955, de Francisco Bolonha (1923).

- Influências do debate internacional em todos esses projetos, em especial dos pontos sistematizados nos Congressos Internacionais de Arquitetos Modernos – Ciam

-No 2º Ciam, de Frankfurt, o tema central é a questão da habitação para setores de renda mínima e buscando a simplificação dos processos construtivos, eliminação de ornamentos, racionalização do traçado urbanístico e uniformização de unidades e blocos.

- O terreno destinado à implantação do conjunto habitacional possui uma área total de 52.142,00 m² e a taxa de ocupação final do projeto ficou em 17,3%.
- A municipalidade responsável pelo empreendimento doou uma área de 40.000 m2 para sua implantação.
- É composto por 328 unidades
- Cada obra é definida por um volume simples, onde a forma indica a diferença de funções:
O paralelepípedo destina-se aos prédios residenciais;
O prisma trapezoidal aos edifícios públicos;
E as abóbadas, às construções desportivas.
- O projeto compreende quatro blocos residenciais, localizado na parte mais elevada do terreno seguindo a forma sinuosa do morro.
- O Bloco “A” com 260 metros de extensão contém 272 apartamentos de diferentes tipos.
- A solução duplex foi adotada por oferecer maior rendimento, pela possibilidade de atingir sem elevador os quatro pavimentos.
- Os blocos “B1” e “B2” têm 80 metros de extensão, com dois tipos de apartamentos duplex, contendo 56 unidades de 2, 3 e 4 dormitórios.
- O quarto bloco de habitação não chegou a ser construído.
- Duas pontes ligam o acesso a um pavimento intermediário que é parcialmente livre, composto por colunas grossas.
- Nestes pavimentos residenciais, de 50 em 50 metros estão localizadas as escadas. Os outros dois blocos, de 80 metros cada aproximadamente.


- O projeto como um todo reúne várias áreas e edifícios distintos, num mesmo espaço. - - A idéia de Reidy era atender às necessidades dos moradores no local.

- O conjunto abriga blocos como do: jardim-de-infância, maternal, berçário, escola primária, mercado, lavanderia, centro sanitário, quadras esportivas, ginásios, piscina, vestiários e centro comercial.

- A escola de Pedregulho é concebida como um prisma trapezóide montado sobre pilotis, com amplo pátio coberto no térreo.

- As salas de aula, localizadas na face sul, dão para um terraço particular.

- A fachada inclinada garante a luminosidade e as aberturas no topo das divisórias entre as salas e o corredor asseguram a ventilação.

- A escola encontra-se integrada às dependências esportivas pelo desenho da cobertura e pelos contrapontos formais: os arcos e o fechamento do ginásio contrastam com o traçado reto e com a arquitetura vazada das escolas.
- Como elemento decorativo, um grande painel de azulejos feito por Candido Portinari (1903 - 1962) para o ginásio.

- O projeto da escola era de não apenas atender às crianças moradoras do Conjunto, mas também, a comunidade do bairro como um todo.
- O projeto inclui ginásio de esportes, piscina, vestiários e campos de jogos ao ar livre.
- Reidy optou em posicionar os blocos residenciais paralelamente entre si, enquanto as demais funções estão implantadas perpendicularmente.
- A preocupação de Reidy com a insolação e a ventilação, fez com que projetasse os blocos sob pilotis, proporcionando áreas abrigadas e ventiladas ao mesmo tempo.
- Com seus volumes ritmicamente variados, espaços permeáveis e transparentes movimentando-se em fluxo contínuo, ao encontro de um novo conceito de habitação social.
Disse Reidy: “A função habitar não se resume na vida de dentro de casa’’.
- Utilização dos cinco pontos da arquitetura moderna:
sistema de pilares que elevam o prédio do chão, permitindo o trânsito por debaixo do mesmo.
transformando as coberturas em terraços habitáveis, em contraposição aos telhados inclinados das construções tradicionais;
resulta igualmente da independência da estrutura. Assim, a fachada pode ser projetada sem impedimentos;
é também conseqüência da independência entre estrutura e vedações, se trata de aberturas longitudinais que cortam toda a extensão do edifício, permitindo iluminação mais uniforme e vistas panorâmicas do exterior.
resultado direto da independência entre estruturas e vedações, possibilitando maior diversidade dos espaços internos, bem como mais flexibilidade na sua articulação;
- Affonso Eduardo Reidy foi um pioneiro da linha modernista.
- Havia a necessidade de se pensar um novo modo de atender às necessidades do crescimento urbano acelerado e desordenado.
- O arquiteto preocupava com um melhor aproveitamento do espaço, preservando a natureza.
- Lutava por uma arquitetura social e econômica.
- Reidy deixou um legado admirado e citado em diversas escolas de formação não só no Brasil como no exterior.
- o Pedregulho é o testemunho de um país que prefigurava o futuro.
Referência Bibliográficas
- A ideia de cidade funcional
- A valorização do espaço público enquanto espaço educativo das massas
- Planejamento em grande escala
- Visão técnica da cidade na busca de uma metodologia e de "instrumentos" para dominar seus problemas
BRUNA, Paulo - Os primeiros arquitetos modernos: habitação social no Brasil - São Paulo. Edusp, 2010.
BRUAND, Yves. Arquitetura Contemporânea no Brasil
BARDI, Instituto Lina Bo. Affonso Eduardo Reidy
CAIXETA, Eline Maria Moura Pereira. Uma Arquitetura para a Cidade: Obra de Affonso E. Reidy

- O pedestre tem a oportunidade de circular entre todos os elementos construídos.
- A intenção de manter a vista da baía de Guanabara.
- Os pilotis de alturas variáveis constituem outra solução original empregada em função dos desníveis do solo.
- A peça-chave de todo o conjunto é o grande edifício construido no alto, que acompanha as condições naturais do terreno.
Full transcript