Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Workaholic

Seminário sobre o vício em trabalho
by

Pablo Herthel

on 4 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Workaholic

WORKAHOLIC O VÍCIO EM TRABALHAR Pablo Herthel Aluno de doutorado em Ciência Animal Universidade Federal de Minas Gerais
Escola de Veterinária
Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias Wayne Oates - 1968 ("On being a workaholic"):

"Alcoholic".

Wayne Oates - 1971:

Vício em trabalho;
Compulsão ou necessidade incontrolável para trabalhar incessantemente. DEFINIÇÃO Viciados respeitáveis. DEFINIÇÃO Aceitação Respeito Aprovação Sucesso Killinger (1991) e-mails AVANÇO NO NÚMERO DE CASOS? Trabalhar demais Viciado em trabalho Hansen (2005) SMS Smartphones Celulares tablets COMPULSÃO POR TRABALHAR TRABALHAR MUITO Estímulo financeiro;
Problemas financeiros;
Pobre relacionamento conjugal;
Pobre relacionamento familiar;
Ascenção profissional. Redes sociais COMPETITIVIDADE Schaufeli et al. (2008) Desejo obscessivo;
Falta de controle sobre o trabalho;
Falta de controle sobre as horas dedicadas ao trabalho;
Atividades extralaborais. Schaufeli et al. (2008); Salanova et al. (2008). Envolvimento progressivo, excessivo e desadaptativo;
Perda de limites;
Longas jornadas diárias;
Carga horária descomedida;
Ritmo veloz;
Busca desenfreada por resultados;
Acumular atividades;
Não se satisfazer com o que foi feito;
Altamente exigentes e rigorosos;
Ações voltadas para uma necessidade pessoal e não organizacional. CARACTERÍSTICAS COMUNS Serva (2004); Salanova et al. (2008); Schaufeli et al. (2008). Culturas corporativas estimulam e privilegiam os workaholics LEVANTAMENTOS Espanha
79% dos trabalhadores. Salanova et al. (2006) Brasil
14,6% em Porto Alegre

46% em São Paulo

55% em São Paulo Cartolo (2011) Japão
89% dos trabalhadores Schaufeli et al. (2009) Privação social;
Divórcio;
Agressividade;
Solidão;
Depressão;
Estresse;
Suicído;
Negligência com a saúde. PROBLEMA PSICOSSOCIAL ( Goldberg, 1980; Barros, 2002; Lira, 2003; Arendt, 2004; Stefaniczen et al., 2010) Catho (2003) Datafolha (2003)
70% no Brasil
79,3% no mundo GRUPO DE RISCO 55% dos familiares reclamam da ausência
67% não tem amigos fora do ambiente de trabalho Desvincular o aspecto negativo da expressão workaholic; Abordagem atual Carater psciquico + influência organizacional; WORKAHOLIC Compulsivo dependente Orientado para realização Perfeccionista Dependência
Excessivo
Irracional
Não reduz a carga O trabalho enobrece o homem
Max Weber Necessidade de controle
Rígidos e inflexíveis
Agressividade e domínio
Preocupação exacerbada Desejo de ascenção
Motivação
Identidade com a carreira
Recompensas Mudança organizacional
Rever os padrões educacionais
Valorizar o trabalhador competente PERSPECTIVAS Relatórios Reuniões
Full transcript