Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Lubrificação de Engrenagens/ Redutores

No description
by

stefanie bonifacio

on 13 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Lubrificação de Engrenagens/ Redutores

Lubrificação de Engrenagens/Redutores
• Integrantes:

Dhenner Bravos
Douglas
Leonardo
José Fernando
Murilo kelson
Romulo
Stefanie Bonifácio

Professor: Valdir Lemes.

Grupo 3 Turma: 3TN
Lubrificação de Engrenagens
• Engrenagens são conjuntos, um par no mínimo, de rodas dentadas destinadas á transmissão de movimento e potência.No par de rodas dentadas, a de menor número de dentes é chamada de pinhão e a de maior,coroa.Na linguagem atual, as próprias rodas dentadas são denominadas engrenagens.
Na lubrificação de engrenagens existem dois Métodos:

- Lubrificação de engrenagens fechadas
- Lubrificação de engrenagens abertas


A completa separação as superfícies dos dentes das engrenagens durante o engrenamento implica a presença de uma película de óleo de espessura suficiente para que as saliências microscópicas dessas superfícies não se toquem.
O óleo é aplicado ás engrenagens fechadas por meio de salpico ou circulação.

Lubrificação de engrenagens fechadas
• A engrenagem maior mergulha no óleo, transporta-o e salpica-o no ponto de engrenamento e nos mancais.O nível correto é importante, pois se for baixo, resultará em distribuição deficiente e falta de lubrificação; se for alto provocará agitação excessiva, consumindo força e gerando calor, com o conseqüente aumento da temperatura, que influirá na viscosidade do óleo.

Lubrificação por Salpico
• São empregados dois sistemas: o sistema centralizado e o sistema individual. Em qualquer um deles o jato de óleo fornecido por uma bomba é atomizado sobre os dentes no ponto de engrenamento. A bomba também fornece óleo aos mancais. Muitas vezes, os sistemas são providoseriam caus de filtros a fim de manter limpo o óleo e remover as impurezas que podar o desgaste das superfícies dos dentes e dos mancais.

Lubrificação por Circulação
ghjgffkfbjbkjb
bcbbb

Para que haja formação de película lubrificante, é necessário que o fluído apresente adesividade, para aderir ás superfícies e ser arrastada por elas durante o movimento, e coesividade, para que não haja rompimento da película. A propriedade que reúne a adesividade e a coesividade de um fluído é denominada OLEOSIDADE.

Formação de Película
• As características do óleo empregado têm grande influencia na formação e manutenção da cunha de óleo. Ao selecionar o óleo para engrenagens fechadas, devem ser levados em consideração os seguintes fatores:

- Tipo de engrenagem;
- Rotação do pinhão;
- Grau de redução;
- Temperatura de serviço;
- Potência;
- Natureza da carga;
- Tipo de acionamento;
- Método de aplicação;
- Contaminação.

Fatores que Influenciam a Lubrificação
Tipo de Engrenagem:

• A pressão sobre qualquer ponto nas na linha de contato engrenagens cilíndricas e cônicas é aplicada e retirada tão bruscamente que quase não há tempo para desalojar a película de óleo, e a direção do deslocamento age no sentido de criar uma cunha de óleo.


•Na engrenagem sem-fim, o deslocamento da linha de contato sobre os dentes da engrenagem ocorre do topo para a raiz. Geralmente existe a lubrificação por camada limítrofe, o que exige que o óleo tenha alto poder lubrificante.

Fatores que Influenciam a Lubrificação
Rotação do Pinhão:

Quanto maior for a velocidade do pinhão, maiores serão as velocidades de deslizamento e rolamento em cada dente. Quando há amplo suprimento de óleo, a velocidade ajuda á formação e manutenção da cunha. Com altas velocidades, maior quantidade de óleo é levada á area de pressão e o tempo disponível para que o óleo seja desalojado é curto por essa usa-se um óleo pouco viscoso. E quanto menor a rotação do pinhão, maior deverá ser a viscosidade do óleo.

Grau de Redução:
Quando a redução é menor do que 11:1, um único redutor é geralmente usado. Quando a redução é maior do que 11:1, emprega-se redutor múltiplo e, neste caso o óleo é selecionado de modo satisfazer os requisitos do pinhão de baixa rotação. No caso das engrenagens sem-fim e hipoidais, não é necessário considerar o grau de redução, pois nestas engrenagens o tipo de deslizamento entre os dentes é o fator fundamental para a formação do filme de óleo.

Temperatura de Serviço:
O calor gerado pelo atrito e pela agitação do óleo eleva a temperatura do óleo contido no conjunto. Nas engrenagens cilíndricas e cônicas, em plena carga, o aumento de temperatura é de aproximadamente 15°C e influenciado pela potência. As engrenagens sem-fim operam normalmente comum aumento de 30°C de temperatura, em plena carga. Em serviços industriais, a temperatura de funcionamento das engrenagens sem-fim e hipoidais não deve exceder 90°C. Nos veículos automotores entretanto, essas temperaturas excedem sempre 130°C.

Fatores que Influenciam a Lubrificação
Tipo de Acionamento:
Quando o torque transmitido pelas egrenagens é fornecido por motores elétricos, turbinas a vapor ou hidráulicas, o movimento uniforme desses equipamentos não introduz nenhum esforço extraordinário sobre os dentes. O torque variável desenvolvido pelos equipamentos de movimento alternativo é acompanhado de uma variação na carga dos dentes e, quando as engrenagens de transmissão são acionadas por máquinas a vapor ou motores Diesel, pode ser necessário aplicar um óleo mais viscoso a fim de assegurar um filme eficiente.

Contaminação:
A água proveniente da refrigeração, ou mesmo a própria condensação da umidade do ar, pode penetrar no sistema de lubrificação. Deve-se excluir a água das caixas de engrenagens, impedindo sua entrada por meio de filtros ou centrífugas, porque a água forma uma emulsão permanente no óleo severamente oxidado, podendo causar desgaste das engrenagens e dos mancais e dificultar a formação de um filme eficiente de óleo entre as superfícies dos dentes.

Fatores que Influenciam a Lubrificação

• Os métodos de lubrificação de engrenagens são:

- Manual (engrenagens abertas);
- Por Banho ou por Salpico( engrenagens fechadas
- Por Circulação ( engrenagens fechadas).

• Métodos de Aplicação
• As engrenagens abertas só podem ser lubrificadas intermitentemente e, muitas vezes, só a intervalos regulares, proporcionando películas lubrificantes de espessuras mínimas entre os dentes, prevalecendo as condições de lubrificação limítrofe.
Ao selecionar o lubrificante de engrenagens abertas, é necessário levar em consideração as seguintes condições: temperatura, método de aplicação, condições ambientais e material da engrenagem.

Lubrificação de Engrenagens Abertas
Full transcript