Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Barroco na Península Ibérica

No description
by

on 23 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Barroco na Península Ibérica

Las Meninas
Vênus ao Espelho
O movimento barroco em Portugal, presente nos períodos do século XVII ao XVIII, surgiu em meio a um período de decadência política, econômica e social, por este agravante, a arte e cultura estavam entrando em processo de depredação. O domínio filipino, a perda de algumas colônias, as guerras da Restauração e a pressão vinda da Inquisição são os motivos que conturbam este período. Uma reviravolta começa a surgir quando Portugal, nos reinados D. João V e D. José, pois investe na importação em ouro e diamantes.
Arquitetura Barroca em Portugal
Barroco na Península Ibérica
Contexto Histórico
O barroco se desenvolve no seguinte contexto histórico: após o processo de Reformas Religiosas, ocorrido no século XVI, a Igreja Católica havia perdido muito espaço e poder. Mesmo assim, os católicos continuavam influenciando muito o cenário político, econômico e religioso na Europa. A arte barroca surge neste contexto e expressa todo o contraste deste período: a espiritualidade e teocentrismo da Idade Média com o racionalismo e antropocentrismo do Renascimento. Os artistas barrocos foram patrocinados pelos monarcas, burgueses e pelo clero. As obras de pintura e escultura deste período são rebuscadas, detalhistas e expressam as emoções da vida e do ser humano. A palavra barroco tem um significado que representa bem as características deste estilo. Significa " pérola irregular" ou "pérola deformada" e representa de forma pejorativa a ideia de irregularidade.
A Igreja de São Gonçalo(1705)
O que foi o Barroco e quando surgiu
Foi um período estilístico e filosófico da história das sociedades ocidentais,
ocorrido desde meados do século XVI até o século XVIII. Inspirado no fervor religioso e na passionalidade da contrarreforma, embora tenha assumido diversas características ao longo da história.
*Dualidade
*Rebuscamento
*Dramaticidade
*Assimetria
*Exagero das formas
*Emocional sobre o racional
*Contrastes violentos
*Riqueza de imagens




Características Gerais
Contexto Histórico
Após o processo de Reformas Religiosas, ocorrido no século XVI, a Igreja Católica havia perdido muito espaço e poder. Mesmo assim, os católicos continuavam influenciando muito o cenário político, econômico e religioso na Europa. A arte barroca surge neste contexto e expressa todo o contraste deste período: a espiritualidade e teocentrismo da Idade Média com o racionalismo e antropocentrismo do Renascimento. Os artistas barrocos foram patrocinados pelos monarcas, burgueses e pelo clero. As obras de pintura e escultura deste período são rebuscadas, detalhistas e expressam as emoções da vida e do ser humano. A palavra barroco tem um significado que representa bem as características deste estilo. Significa " pérola irregular" ou "pérola deformada" e representa de forma pejorativa a ideia de irregularidade.

Pintura e Estatuária Barroca
na Espanha
- Para os epanhóis o século XVII é sem dúvida o século de ouro das artes na espanha. Importantes artistas surgiram nele.

- Na arte barroca espanhola predomina os temas religiosos porque é o momento da contrarreforma
O século de ouro
Pintores espanhóis
e suas obras

DIEGO VELÁZQUEZ (1599-1660)
Foi um importante pintor espanhol do século XVII. Destacou-se na pintura de retratos, principalmente de integrantes da nobreza espanhola.
Igreja de Senhor da Pedra (1747)
Infanta Margarida da Áustria
Igreja do Senhor da Cruz(1705-10)
Amarante, Portugal
Óbidos, Portugal
Barcelos, Portugal ‎
Equipe:
Andressa Mercuri
Caio Souza
Charles Araújo
Ricarte Pestana
Escultores espanhóis
e suas obras

Juan Martínez Montañés(1568-1649)
Montañés nasceu em Alcalá la Real, foi educado pelo escultor Pablo de Rojas em Granada e completou os estudos em Sevilla, onde se firmou e foi considerado um dos maiores escultores de seu tempo. O principal material que utilizava era a madeira policromada.
O Cristo de la Clemencia (1603-1604)

Catedral de Sevilla
Retábulo de San Isidoro del Campo (1609-1613)
Igreja de San Isidoro del Campo
Inmaculada ou
La Cieguecita
(1629-1631)
Catedral de Sevilla
Alonso Cano (1601-1667)
Pintor, arquiteto e escultor, nasceu em Granada. Dominava a arte em praticamente todos os sentidos, teve sua maior influência no clássico e barroco italiano. Foi discípulo de Juan Martínez Montañés na arte estatuária e utilizava o mesmo material
Virgem da Oliveira
ou La Virgen de la Oliva
(1629)
Retábulo maior da Igreja
Nossa Senhora de la Oliva
Imaculada do Facistol ou
La Inmaculada del Facistol
(1655-56)
Catedral de Granada
Tido como o pintor que melhor define o barroco espanhol. Nasceu em Sevilha, onde passou a maior parte de sua vida.
Bartolomé Esteban Murillo
Fachada da Catedral de Granada (1524)
São João Batista e o Cordeiro
El Buen Pastor
La Dolorosa
Full transcript