Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Didática e prática Histórico-social

No description
by

Daniel Oltramari

on 6 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Didática e prática Histórico-social

Didática e pártica Histórico-social A Educação vista como uma atividade humana transformadora
O aluno é um ser educável, ativo do seu próprio conhecimento, mas também um ser social
Neste sentido, o professor precisa associar pensamento teórico com a prática, isso significa agir sobre o real
Para isso ele precisa dominar os meios operacionais de atuação Tendências pedagógicas Na visão Tradicional:
Didática entendida como um conjunto de regras e preceitos. Supõe uma matéria a ser ensinada e o aluno deve submeter-se aos métodos do professor. . Assim, o ensino retoma a conotação de métodos, acaba por reeditar uma nova roupagem da pedagogia tradicional.
Reduz o ensino numa dimensão técnico-prática da prática escolar, dissociando-a dos fundamentos da educação e afirmando a neutralidade científica e técnica dos métodos. ... A crítica sócio-política à Pedagogia e a Didática se inicia no começo da década de 1970 sendo que na segunda metade ´e que aparecem suas manifestações na prática escolar
Havia naquele momento uma preponderância das considerações sócio-políticas no tratamento das questões pedagógico-didáticas, que vinha a minimizar os aspectos especificamente pedagógicos da realidade escolar
Não há problema pedagógico, mas sim político ... Num outro lado temos as Pedagogias Libertadora e Libertária
Elas expressam outra concepção - centram na experiência existencial
A Didática fica desvinculada do especificamente pedagógico
A metodologia deveria aparecer espontâneamente em cada situação experiencial A Crença Iluminista "O poder libertador da razão"
Levou a burguesia ao poder pela revolução
A formação cultural transformaria o homem e através dele a sociedade
Porém, quando a burguesia chega ao poder, nega a formação cultural para o povo, deixa-os apenas com o ensino Profissional.
Isso no séc. XVIII Neutralidade - não será um conceito válido
Representa o interesse da manutenção de poder proclamada pela burguesia
mas também, refuta-se a idéia de defender uma suposta educação popular que negasse os conteúdos Em síntese: A Didática progressista assentada numa Pedagogia crítica social dos conteúdos buscará formas pedagógicas nas pedagogias:
Tradicional;
Renovada;
Outras Pedagogias
Tendo como base procedimento lógico metodológico da análise da realidade concreta
Em situações pedagógicas específicas - para a superação da realidade presente Tomar o trabalho docente no seu desenvolvimento, nas suas contradições A partir da crítica às concepções de didática vigentes na prática escolar brasileira, pretende-se encaminhar este estudo para a busca de evidencias sobre as possibilidades de uma didática crítico-social Numa versão que concebe o ensino como transmissão de conteúdos culturais e científicos Entendendo cultura como expressão das contradições e lutas concretas da sociedade A Ciência da educação deverá centrar-se na análise das condições concretas de vida dos homens, das suas necessidades e interesses concretos, bem como de suas contradições e lutas também concretas Enfoque Tecnicista:
Previa planejamento formal previamente elaborado
Livros didáticos descartáveis
Aquela exercitação dos processos mentais numa forma de chegar a auto-estruturação do conhecimento(herança da escola nova)
Acaba sendo deslocada para o uso de técnicas de transmissão passiva O Enfoque sócio-político é acentuado nas tendências progressistas
Sendo exacerbado nas versões libertadora e libertária
Em alguns casos articuladas com as teorias crítico-reprodutivistas ESCOLA - Cumpre seu papel no aparelho ideológico do estado.
Ela garante a inculcação da ideologia burguesa e acomoda-se às necessidades do sistema industrial como formadora de mão-de-obra
Domestica professores e alunos Neste sentido há uma visão reduzida a dimensão sócio-política que acaba negando a especificidade do pedágógico Enquanto isso:
Pedagogia Tradicional acentua a transmissão como transferência de conhecimento
Pedagogia Renovada - Centra nos processos mentais
Tecnicista - centrava-se em Meios e técnicas autonomizados As críticas que vêm, são da separação entre aspectos material e formal do ensino
Valorização da transmissão dos conteúdos "versus" o modo de aquisição desses conteúdos
Métodos e técnicas - não são meios em si mesmos - devem atender às necessidades de assimilação dos alunos
Isso requer métodos e técnicas adequados - devem atender a um objetivo Maior Quando o processo se acentua em detrimento da experiência o conteúdos fica reduzido apenas à aquisição de conhecimento Trabalho Formativo:

Precisa trazer elementos pedagógicos Didáticos contextualizados
Professor como mediador(interessado e motivado)
Trabalha com conteúdos culturais "Vivos", problematizados no confronto com a realidade social Quando o Proletariado exige formação o faz no sentido de exercer uma força política em favor da emancipação.
Dimensões a levar em consideração:
Historicidade
Unidade Teoria-prática
Concreticidade da ação Pedagógica
Colocam em questão temas como educação e prática social, as relações entre Pedagogia e Didática e a natureza do trabalho docente Educação e Prática Social
A Perspectiva da educação enquanto inserida no momento da prática social global como tarefa crítico transformadora devem ser ressaltadas duas consequencias práticas para o trabalho docente 1)A Instrução como meio de humanização
O trabalho docente não se reduz à mera transmissão de conhecimentos
Também não se dará pela apropriação espontânea feita pelo aluno e nem como mera formação política
O processo é simultâneo(transmissão/assimilação ativa) com o professor intervindo trazendo o conhecimento sistematizado
Onde o aluno é capaz de reelaborá-lo criticamente a partir dos recursos disponíveis na aprendizagem
Cada matéria precisa ser situada em relação às realidades sociais facilitando ao aluno a avaliação das implicações sociais dos seus estudos. 2)O trabalho docente deve ser contextualizado historicamente e socialmente
Articular ensino e realidade
Ao analisar dado contexto, deve se perguntar como é produzida a realidade humana no seu conjunto?
Isso nos diz os significados que tem certos conteúdos, métodos e outros eventos pedagógicos no conjunto das relações sociais vigentes
A Historicidade das coisas, ajuda a compreender o modo como a existência humana é produzida numa determinada etapa, em seus períodos históricos, dividida pela sociedade de classes, dividida por interesses antagônicos
Isso ajuda ao professor na análise crítica das situações pedagógicas concretas, a encarar os desafios metodológicos que surgem no trabalho docente Pedagogia e Didática
Os procedimentos metodológicos escolares são inseparáveis daqueles métodos pelos quais se busca uma compreensão crítica da sociedade (este é um ponto a ser considerado como de união, ou de unidade)
1) O Conhecimento é de ordem prática
2)O conhecimento começa pela prática
A humanidade representa o acúmulo de um imenso trabalho do conjunto do pensamento humano
Isso se traduz num esforço secular para passar da ignorância ao conhecimento A Natureza do trabalho docente
A ação docente do professor consiste no ato educativo que se eleva do senso comum ao saber criticamente elaborado
Didática=mediações assumidas pelo professor, ele não vai para a sala de aula provido apenas de competências A Didática deixa o seu poder de domínio técnico-prático para constituir-se numa perspectiva lógico metodológico de leituras das situações pedagógicas completas
Conseguimos isso procurando ver o "todo" Formação do Professor:
Articulação entre teoria e prática
Experiência social concreta
Conhecer os processos psicológicos relativos a aprendizagem
dominar os conteúdos a serem ensinados
Saber selecionar os conteúdos representativos do saber cultural e científico que tenham utilidade para a nossa intervenção
Dominar os instrumentos lógicos e metodológicos que permitam a articulação da prática pedagógica com a prática social(a análise da realidade concreta Escola -frente ao contexto social
Há um conjunto de implicações nesta prática cotidiana A escola visa a transmissão, apropriação ativa do conhecimento e habilidades voltadas para os interesses majoritários da sociedade para a reflexão e também a ação sobre o modo de produção da vida social Assimilação do conhecimento:
Articulação
Prática educativa +prática social(ambas mediadas pelo Professor) Prática educativa:
Domínio dos conteúdos e métodos pelo professor
conhecimento das condições de vida dos alunos
Compreensão dos mecanismos que geram o insucesso escolar
Valorização das experiências dos alunos
Encontro do aluno com as matérias de estudo associa-se às condições concretas de vida Prática social:
é ponto de partida e ponto de chegada para a assimilação do conhecimento Conciliação dialética entre as atividades do sujeito de aprendizagem e o objeto de conhecimento e suas exigências metodológicas de transmissão, pela mediação do professor
Objeto só se torna de conhecimento pela relação que o sujeito trava com ele Núcleo da relação pedagógica: Trabalho docente
1º Momento: se aproxima das motivações
2º Momento: deve acentuar aquele caráter racional
Exercício intelectual
Uso de procedimentos lógicos Aquela visão global, generalista e confusa - avança para a análise do desdobramento da realidade(a partir dos seus elementos)
Percebendo a parte não como isolada do todo A síntese resulta
da integração de todos os conhecimentos num todo que é orgânico e lógico
Disso resultam novas formas de ação Passos para atingir o objetivo de aprendizado:

1ºpasso - criação de uma situação motivadora
2ºpasso - desenvolver o operacional(momento da atividade do aluno(pesquisa, exercícios, atividades, etc)
3º passo - momento da síntese, conclusões, formulações de conceitos ENTENDER
INCORPORAR
PARA DEPOIS, SUPERAR AS REALIDADES PRESENTES
Full transcript