Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Processo Criativo

Palestra Sobre Processo Criativo - Artes Visuais / Artes Plásticas Roberto Mazinini
by

Roberto Mazinini

on 6 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Processo Criativo

SHOW
MICHEL TELÓ
AI SE EU TE PEGO
Contando as Repetições da Letra
Ai Se Eu Te Pego
de Michel Teló

Nossa, nossa____________________________(três vezes)
Assim você me mata___________________(seis vezes)
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego__(seis vezes)
Delícia, delícia___________________________(três vezes)
Sábado na balada_______________________(duas vezes)
A galera começou a dançar____________(duas vezes)
E passou a menina mais linda_________(duas vezes)
Tomei coragem e comecei a falar_____(duas vezes)
Marilda Castanha – escritora e ilustradora

Da infância até hoje: gostar de inventar, desenhar, rabiscar (rabiscos soltos) nas últimas folhas dos cadernos (infância), falando ao telefone, na mesa do bar, rabiscando papel, guardanapo (adulta), muitos blocos com esses rabiscos.

Norte: seus rabiscos, desenhos semicriados é que vai norteá-la na hora de criar, é isso que mais gosta, é desses rabiscos e desenhos semicriados que pega muita coisa para colocar em seus livros.

Questionamento: por quê? Porque é o momento em que mais se solta, intuição, não há um compromisso e tudo flui, quando há o compromisso em fazer um livro sua criatividade é freada, bloqueio.
Mary França – escritora

Poder de Síntese: primeira coisa que ela descobre nela, linguagem direta, abandonar adjetivos, não ficar dando voltas.

Percepção: percebe que isso ia direto ao interesse da criança.

Questionamento: sempre se questionando, sempre querendo saber.

Alimento: diálogo de Jean Piaget com as crianças a leva a pensar sobre a visão e os sentimentos das crianças, muitas de suas histórias surgiram a partir desses diálogos.
Ana Maria Machado – escritora

Movimento espontâneo: como vem.

Compara com: dançar, seguir a música; suas lembranças de Ipanema, descer uma onda, na força da onda, sem saber para onde ela te leva.

Energia: que vem, deixa fluir.

Deixa descansar e Retoma: mais ou menos uns dois meses depois.

Pente fino: corta, retira repetições, acrescenta algo, muda palavras.

Primeiras versões: sempre maiores.

Comparações: autores que aumentam – Guimarães Rosa e autores que diminuem como ela – Graciliano Ramos.

Disciplina: Escreve todo dia, de manhã. A disciplina ajuda, mas não significa que aproveita o que escreve todo dia.
Ziraldo – escritor e ilustrador

Processo criativo do livro infantil Flicts.
Primeiro livro infantil de Ziraldo (texto e ilustrações).

A história: Ziraldo procura a editora na intenção de publicar Jeremias, o Bom (HQ).
Nessa época acontecia uma revolução editorial no Rio no sentido de se produzir livros infantis tipo álbum, capa dura, com padrão europeu.

Pressão: A editora se compromete a publicar Jeremias, O Bom; mas pede a Ziraldo uma história infantil com o padrão europeu que buscavam. Ziraldo pede tempo, 15, 30 dias. A editora diz não. Acredita que Ziraldo já tenha algum livro pronto, ele mente, diz que sim, mas precisa de tempo para datilografar.

Pensamento direcionado: Já sai da editora com o pensamento voltado para o livro.
"Um livro infantil tem que ter ilustração ou cor, mas tendo cor não precisa de ilustração, pode ser um livro só com cor, e o personagem então vai ser uma cor, faço uma página de cada cor, mas como inventar a história de uma cor?"

Insight: Cartaz com foto tirada pela Apolo 11 mostrando parte da lua e a terra azul ao fundo. Lhe chama atenção a cor bege da lua na foto. Questionamento sobre a cor da lua.
"Vou contar sobre a cor da lua então".
Quando chega em casa a história já está pronta.

Texto: bate o texto na máquina e o guarda.

Layout: vai até a papelaria e compra papel contact em várias cores e faz um layout do livro.

Publicação: apresenta o layout para os editores que se encantam com o livro.
1 - Apresentação

2 - Proposta e Objetivo

3 - Definições
Artes Visuais
Artes Plásticas
Processo Criativo
Fases do Processo Criativo

4 - Compositor de Letra de Música - Michel Teló
Música e Letra
Vídeo
Resumo da letra e Contando Palavras e Frases Repetidas

5 - Memórias da Literatura Infantil e Juvenil
Vídeo
Ana Maria Machado - Escritora
Mary França - Escritora
Marilda Castanho - Escritora e Ilustradora
Ziraldo - Escritor e Ilustrado

6 - A Gênese da Pintura
Vídeo

7 - Depoimento Pessoal
Processo Criativo da Palestra e da Apresentação
Vídeo 1
Vídeo 2
Vídeo 3

8 - Créditos
Processo Criativo
Roberto Mazinini. Formado em Arquitetura e Urbanismo pela UEL – Universidade Estadual de Londrina (PR). Exerceu trabalhos nas áreas de arquitetura, programação visual, decoração e artes plásticas, sendo esta sua maior área de atuação desde 1992. Pintura e fusing são suas maiores atividades dentro das Artes Plásticas. Desde 1994 tem atuado também como arte-educador.
APRESENTAÇÃO
Através de depoimentos pessoais de alguns artistas falando sobre seus trabalhos, seus processos criativos e produtivos, despertar no participante sua consciência em relação ao seu próprio processo de criação artística.
Proposta e Objetivo
É uma área extremamente ampla.
Abrange qualquer forma de representação visual, ou seja, cor e forma.
Normalmente são as artes que lidam com a visão como meio principal de apreciação.
Consideram-se artes visuais as seguintes: pintura, desenho, gravura, fotografia. Além dessas, são consideradas ainda como artes visuais: a escultura, a instalação, a arquitetura, o web design, a moda, a decoração e o paisagismo.
Outras formas visuais dramáticas costumam ser incluídas em outras categorias, como teatro, música ou ópera, apesar de não existir fronteira rígida. É o caso da arte corporal e da arte interativa ou mesmo do cinema e do videoarte, entre outros.
Artes Visuais
As artes plásticas ou belas-artes são as formações expressivas realizadas utilizando-se de técnicas de produção que manipulam materiais para construir formas e imagens que revelem uma concepção estética e poética em um dado momento histórico.
O surgimento das artes plásticas está diretamente relacionado à evolução da espécie humana. Desde a pré-história até os dias atuais há sempre uma necessidade de expressão artística utilizando novos meios. É nas artes plásticas que encontramos o uso de novos meios para a criação, invenção e apreciação estética.
Artes Plásticas
O que é um Processo Criativo?
É o caminho que nossa mente faz quando queremos gerar uma idéia ou resolver alguma coisa.
Há muitos anos esse "caminho" vem sendo estudado.
O Processo Criativo pode ser dividido em: preparação, incubação, iluminação e implementação.
A criatividade, portanto, é apenas uma etapa no processo criativo, e acontece no estágio que chamamos de "iluminação". É justamente nesse momento que percebemos que resolvemos alguma questão ou geramos alguma nova idéia.
Em outras palavras, podemos afirmar que o processo criativo é a habilidade de desenvolvermos a qualidade do nosso pensamento.
Processo Criativo
Fases do Processo Criativo
Definições
Compositor de
Letras
de
Músicas

Memórias

da Literatura

Infantil e Juvenil
1. Preparação – A primeira etapa é a preparação, quando mergulhamos no problema,buscamos informações e exploramos as soluções possíveis.

2. Incubação – Vem após a preparação; é etapa na qual a mente “descansa” e digere as informações recebidas.

3. Iluminação - Momento em que as peças do quebra-cabeça parecem finalmente se reunir e as ideias surgem claras em nossa mente.

4. Avaliação – Etapa em que julgamos se a ideia realmente soluciona o problema. Muitas vezes, é necessário fazer ajustes ou começar novamente, adotando novas perspectivas ou reunindo novas informações.
BOM DIA
PROCESSO
CRIATIVO

SAYAKA GANS
Declaração da Artista

Impulsionada pela paixão por formas estranhas e simpatia para com objetos descartados.

Infância no Japão - Mas morou em diversos países.

Influência da crença xintoísta japonesa – Todos os objetos e organismos possuem espíritos – Aprendeu no jardim de infância que objetos descartados antes do tempo choram durante a noite na lixeira – Imagem vívida em sua mente.

Constantes mudanças e a necessidade de sempre se ajustar a um novo ambiente se tornou um forte desejo de se adaptar e criar harmonia em torno de si.

Objetivo - Que o objeto transceda sua origem ao se integrar a um animal / formas orgânicas que estão vivas e em movimento.

Processo de recuperação é libertador para ela.

Construir esculturas ajuda a entender as situações que a rodeiam.
Se há conflito, há solução para que todas as peças consigam coexistir pacificamente.
Embora existam grandes lacunas em algumas áreas e pequenos buracos em outros, quando visto à distância há beleza e harmonia no conjunto.

Busca com suas esculturas transmitir uma mensagem de esperança.
Sua filosofia.

Muitas vezes previsões são erradas e não há garantias para o futuro de ninguém.

Não condena o uso do plástico ou o desejo por uma vida mais conveniente, mais fácil.

Acredita que como artista pode ajudar a reduzir o desperdício mostrando como belos estes materias podem ser, e o que pode ser feito com eles.

Valorização de nossos recursos. Menos gastos. Conciência.
SAYAKA GANS
SAYAKA GANS
MARK MAWSON
MARK MAWSON
MARK MAWSON

Fotografo de pessoas e lugares para revistas e agências de publicidade.
Especializou-se em fotografia subaquática de moda, retratos e nus.

Alguns de seus projetos são cheios de originalidade. Como uma das séries chamada Aqueous de 2010.

Iniciou a série inspirado em fotos de tinta em água.
"Ainda que fossem bonitas, achei que faltava algo, que podia criar algo diferente."
"Eu queria algo que criasse formas orgânicas, com corpo."

Utilizou técnicas de macro para capturar a reação de gotas acrílicas pingadas dentro de um aquário com água. Utilizou diferentes soluções de tinta para chegar àquelas que melhor funcionavam esteticamente. Usou diferentes soluções de glicerina e água para alcançar diferentes resultados.

Processo trabalhoso e que exige rapidez pois as formas não duram mais do que poucos segundos.

As fotos remetem os espectadores, diz Mawson, a um ambiente liquefeito. E o mais divertido é que eles podem ver diferentes coisas, como águas-vivas, alienígenas, dançarinas, homens velhos, etc.
MARK MAWSON
SAYAKA GANZ
SAYAKA GANZ
SAYAKA GANZ
SAYAKA GANZ
O QUE ISSO SIGNIFICA??????
A PALESTRA E A APRESENTAÇÃO
OBRIGADO
PELA PRESENÇA
E BOM FINAL
FINAL DE SEMANA

“WALKING IN THE AIR” – BANDA FINLANDESA NIGHTWISH
Vídeo:
Canal: http://www.youtube.com/?gl=BR&hl=pt
Endereço: http://www.youtube.com/watch?v=QMeLPcA_Rsk
Vídeo enviado por wanilsonbrasil em 07/12/2011
Nightwish - Walking in the air (tradução) por Wanilsonbrasil legendado em português.
Categoria: Música
Tags: walking in the air nightwish nemo 2011 nihtwish 2012 amaranth tarja turunen oficial videos official brasil são paulo music new musica nova
Licença: padrão do YouTube
Letra:
Fonte: www.letras.mus.br
Endereço: http://letras.mus.br/nightwish/28401/traducao.html
MARK MAWSON
http://www.markmawson.com
http://markmawson.wordpress.com
http://entretenimento.uol.com.br/album/bbc/tinta_na_agua_album.htm
http://limbotech.net/pingos-de-tinta-dentro-do-aquario-e-instrumento-de-trabalho-para-fotografo-visionario/#ixzz22DlRnGUv
SAYAKA GANZ
http://www.sayakaganz.com
PROCESSO CRIATIVO
http://www.contrastestudio.com/index.php/conceito-processocriativo
http://pt.scribd.com/doc/13390483/Cap13-Processo-criativo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Criatividade
MICHEL TELÓ
Vídeo:
Endereço do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=RoSCbPdHcJY
Enviado por borgvox em 15/01/2012
Canal: borgvox's channel
Endereço do canal: http://www.youtube.com/user/borgvox
Categoria: Filmes e desenhos
Tags: quadrinhos compositor criacao letra musica
Licença: Licença padrão do YouTube
Letra:
http://letras.terra.com.br/michel-telo/1930299/
CARIBEAN BLUE – ENYA
Video:
http://www.youtube.com/watch?v=ZQsLA2cdyR0
MEMÓRIAS DA LITERATURA INFANTIL E JUVENIL
Realização: Museu da Pessoa (Museu Virtual)
Endereço do vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=hFtmB70KeeA&list=PL2B187CF3A5FD6882&index=4&feature=plpp_video
Canal do Museu da Pessoa no Youtube: http://www.youtube.com/user/museudapessoa
Portal do Museu da Pessoa: http://www.museudapessoa.net/
SET FIRE TO THE RAIN - ADELE
Vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=P2PtBp5-x1c
A GÊNESE DA PINTURA
Isabella Cabral e M. A. Amaral Rezende
Edusp
THE SNOWMAN – PART 1
Video:
http://www.youtube.com/watch?v=EpUe0pJlkWM
THE SNOWMAN
Video:
http://www.youtube.com/watch?v=ubeVUnGQOIk
NICHOLAS GUNN – EART STORY
Video:
http://www.youtube.com/watch?v=64oU4m-cuoc&feature=fvwrel
Videos:
http://www.youtube.com/user/robertomazinini?feature=results_main
Pesquisa:
http://pt.wikipedia.org
http://www.dicio.com.br
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ana_Maria_Machado
http://pt.wikipedia.org/wiki/Guimar%C3%A3es_Rosa
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jean_Piaget
Nossa, nossa
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

Delícia, delícia
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

Sábado na balada
A galera começou a dançar
E passou a menina mais linda
Tomei coragem e comecei a falar

Nossa, nossa
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

Delícia, delícia
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

Sábado na balada
A galera começou a dançar
E passou a menina mais linda
Tomei coragem e comecei a falar

Nossa, nossa
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

Delícia, delícia
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego
Mulher Sentada, 1952
Composição vertical 1 , 1953
Círculos concêntricos e alternado 1956
Alternado l , exata 1956
Retícula Cor-luz , 1961
Retícula Cor-luz , 1973
Poema Céumar de Ronaldo Azeredo 1978
Despaisagem Retícula Cor-luz , 1985
Desretrato de Haroldo de Campos 1985
Corluz 9004 1990
Cor-luz 9008 1990
Corluz 9416 1994
Full transcript