Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TORRES GARCIA - Construtivismo Simbólico

Leonardo da Vinci - 3ª série - Ensino médio - Brasília
by

Wagner Bôa Morte

on 23 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TORRES GARCIA - Construtivismo Simbólico

CONSTRU
TIVISMO

ONDE
E
COMO
SE MANIFESTOU?
O que defendiam os
construtivistas
?
O
termo arte construtivista
foi introduzido pela 1ª vez por Malevich para descrever o trabalho de Rodchenko (*), em 1917.
O movimento foi lançado em Moscou com os artistas Vladimir Tatlin e Aleksandr Rodchenko e com fortes influências da Revolução Industrial.
Estava fortemente vinculado aos ideais políticos revolucionários. Portanto,

1) A arte deveria ter uma papel prático, socialmente útil, como uma faceta da produção industrial.
2) Ao contrário do Suprematismo , queria associar a arte às necessidades da indústria e da sociedade, propondo uma integração com o urbanismo, a engenharia arquitetônica, e com o
design
de objetos de uso comum (roupas para operários, aquecedores domésticos, propaganda de produtos), pois acreditavam que o artista podia contribuir para suprir as necessidades físicas e intelectuais da sociedade.
3) "ARQUITETAR, FAZER E CONSTRUIR" - introduzir a arte na vida.


Inicialmente, o Construtivismo teve influências futuristas e suprematista e, fora da Rússia, os três exerceram uma forte influência na Bauhaus (*).
Thom Browne
O CONTEXTO
Fatores externos que repercutiram na criação do artista
NA EUROPA (meados dos anos 30)
Crise financeira - quebra da Bolsa de NY (1929).
Deslocamento de artistas em busca de melhores oportunidades.
Torres-Garcia, aos 60 anos, retorna a Montevidéu.
NA AMÉRICA LATINA
Grande parte dos movimentos na América Latina foi considerado reacionário.
CÂNDIDO PORTINARI (Brasil)
ANTONIO BERNI (Argentina)
SIQUEIROS E RIVERA (México)
TORRES-GARCIA - maior destaque ideológico (Uruguai)
Portinari
Siqueiros
Diego Rivera
Antonio Berni
UNIVERSALISMO CONSTRUTIVO
Cores vivas - vermelho, amarelo, azul, branco e preto (Fauvismo).
Círculos, quadrados, triângulos e peixes delineados nas bordas com a cor preta (Cubismo).
Referências ao subconsciente (Surrealismo)
Obra simbólica (Construtivista) - a maior parte delas no Uruguai, em um museu com o seu nome.

IDEOLOGIAS PARA SEUS MAPAS
Reorientar o Uruguai, e a América, para longe da Europa e em direção a valores e ideais locais.
Sua trajetória:
CLASSICISMO (vestes e figuras apoiadas em pedestais).
CONSTRUTIVISMO - composição de planos, cores e grafismos em camadas, integrados com símbolos, signos e alfabetos, numa relação entre o emocional e o racional.
Mapa invertido da América do Sul, 1943
A 1ª versão possui mais elementos cartográficos.
Sistema de gradeados
Altitude (N e S)e latitude (L e O)
Linhas imaginárias dos trópicos.
Nome dos oceanos que limitam o continente americano.
Sentido de rotação da Terra.
O MAPA ARTÍSTICO INVERTIDO
É um elemento questionador e crítico sobre a cartografia tradicional.
Questiona as imagens do mundo como elas são, consideradas verdadeiras.
Induz a reflexão sobre os valores atribuídos aos países conforme sua posição cartográfica no sistema mundial, onde os países do hemisfério sul não seriam inferiorizados, já que o posicionamento norte e sul é apenas questão de padronização, instituida no período colonial e pelas potências europeias.
Os mapas artísticos e a cartografia crítica adquiriram a tarefa de questionar as convenções cartográficas e conscientizar como elas participaram do conjunto de ideais.
A abordagem dos mapas nos lembra a nossa relação com o lugar, sendo o espaço uma construção intelectual.
O mapa invertido tem o potencial de reordenar a hierarquia das trocas políticas, econômicas e culturais que estruturam o nosso mundo.
A 2ª versão foi feita para inaugurar as atividades da "Escola do Sul".
O mapa artístico perde alguns elementos cartográficos e ganha elementos simbólicos, como o peixe e o barco.
O próprio contorno do continente americano não precisa mais estar preso ao gradeado dos mapas convencionais, adquirindo um caráter de símbolo, como podermos reconhecer pela silhueta (o contorno é uma das marcas do artista).
A América do Sul é apenas um contorno, que só possui um referencial cartográfico - linha do Equador.
A precisão está na localização de Montevidéu, destacada pelas coordenadas, que auxiliam a chegada do barco; agora, os barcos que partem de lá para a Europa irão para baixo, e não mais para cima, como anteriormente.
SOL E LUA
Presentes em diversas obras do artista, são símbolos da unidade da vida, já que é uma referência para todas as pessoas; também fazem uma alusão aos indígenas americanos e sua fé na cultura do sol.
O PEIXE
O peixe substitui o referencial oceano, cujos nomes não aparecem mais, como no 1º mapa - é um símbolo que possibilita novas e várias interpretações, que atentam mais para a importância dos oceanos para os países da América.
Em síntese...

Para o artista, o símbolo é uma forma de sintetizar uma ideia e uma forma.
O mapa traz uma série de símbolos que estrutura uma realidade, invertendo a sua posição e questionando a padronização (as metrópoles europeias se esforçaram na divulgação de um mapa-mundi, que era uma suposta realidade do planeta, onde as projeções e elementos cartográficos beneficiavam o posicionamento central e superior da Europa.
No mapa artístico, a ponta da América so Sul decisivamente apontaria para o alto, clamando por uma posição dominante no mundo.
S
I
M
B
Ó
L
I
C
O

Malevich
SUPREMATISMO
Movimento artístico que se preocupou com as formas geométricas básicas (quadrado, retângulo, triângulo, círculo e cruz) e com a constituição das cores primárias, secundárias, branco e preto.

Características do suprematismo, uma síntese plástica:
- Presença de obras com formas geométricas puras;
- Planos horizontais, verticais e inclinados;
- Uso de cores simples e puras.
- Renunciar a tudo o que pudesse produzir qualquer tipo de sugestão, ideia ou emoção.

Principais artistas: Kazimir Malevich e El Lissitzky, Liubov Popova, Ivan Puni.
Suprematismo e Construtivismo são movimentos vanguardistas que surgem no século XX na Rússia, período revolucionário associado a um dinamismo criativo.

O Suprematismo, criado por Kazimir Malevich, foi definido como a “supremacia do sentimento ou da percepção pura na arte criativa”, com formas monocromáticas e geométricas, colocadas em um fundo branco, mostrando que a pintura poderia existir desligada de qualquer referência a uma realidade externa específica.

Obras de Malevich (vídeo)
O Construtivismo, liderado por Vladimir Tatlin, apareceu como uma arte não figurativa, racional, que aplicava aspectos do dinamismo despojado ao contexto mais amplo da arte gráfica, do design industrial, utilitário e da arquitetura.
Era o momento de socialização da arte prática de construir, unindo conteúdo e forma.
Os construtivistas criaram mobiliários, tipografias, indumentárias, entre outros, aplicando os conceitos da arte abstrata.

Características do Construtivismo:
- Predominância de tons brancos, cinza, preto e vermelho (o vermelho era símbolo da Revolução);
- União dos conceitos de arte, arquitetura e escultura.

Principais artistas: Vladimir Tatlin, El Lissitzky, Rodchenko, Naum Gabo, Antoine Pevsner, Kandinsky, Aleksandr A. Fesnin (Palácio do Trabalho e Jornal Pravda),
Monumento à Terceira Internacional (1920), Tatlin - Propósito utilitário
Joaquim Torres-Garcia Construtivismo simbólico
ATIVIDADE COMPLEMENTAR DO 3º PERÍODO - OPÇÃO 1
Portfólio Fotográfico
Movimento Artístico - CONSTRUTIVISMO
"Inspirados por Rodchenko"
"Nosso dever é experimentar"
Figura central do construtivismo russo;
Imagens fotográficas perturbadoras da sociedade russa, num momento em que 70% da população não sabia ler nem escrever e a fotografia se tornou um meio poderoso.
Orientações para suas fotografias
Tecnicamente:

1) Explorar a composição diagonal;
2) Buscar ângulos extravagantes;
3) Explorar jogos de luz e sombra;
4) Explorar a técnica em preto e branco.

Apresentar, individualmente ou em grupo de até três alunos:

1) TRÊS fotografias reveladas.
2) Coladas sobre um suporte branco ou preto, que servirá de moldura para a imagem.
3) Em um dos tamanhos sugeridos: 15x21; 20x25 ou 20x30.
4) Devidamente identificadas (usar etiquetas disponíveis para download no site da escola), no verso dos trabalhos.
5) Deverá conter o local da fotografia.
6) Temas sugeridos: Moda, Arquitetura, Urbanismo, Indústria, etc.
7) Na data marcada para a sua unidade e turma.


Valoração do Portfólio:

1) 15 pontos, sendo distribuídos, criteriosamente, para cada fotografia:
Técnica (composição, ângulos, jogos de luz e sombra) - 3,0 pontos.
Apresentação, sugerida anteriormente, nos itens de 1 a 7 - 2,0 pontos.

SUPREM
ATISMO
Mondrian e o
Movimento De Stijl (Vídeo 4:34)
ATIVIDADE COMPLEMENTAR DO 3º PERÍODO - OPÇÃO 2
Design
Gráfico
Movimentos Artísticos
1) Escolha uma linha de produto.
Obs: Seja cuidadoso(a) - Não explore temas/produtos que façam apologia ao sexo e às drogas.

2) Faça uma pesquisa visual em fontes de sua preferência para escolher uma obra de arte que possa explorar o tema proposto.

3) Trabalhe sobre a obra escolhida, interferindo, sugerindo ideias e fazendo sua propaganda.
1) Colada sobre um suporte, que servirá de moldura para a imagem.
2) Devidamente identificada (usar etiquetas disponíveis para download no site da escola) no verso do trabalho.
3) Temas sugeridos: Moda, Arquitetura, Urbanismo, Indústria (produtos de limpeza e higiene pessoal, alimentação).
4) Na data marcada para a sua unidade e turma.


Valoração da propaganda:

1) 15 pontos, sendo distribuídos, criteriosamente:
Tema explorado e relação deste com a obra de arte escolhida - 10,0 pontos.
Qualidade de imagem (revelação/impressão) e apresentação (tamanho máximo do suporte - A4) - 5,0 pontos.
Apresente UMA propaganda impressa.
CONSTRUTIVISMO RUSSO, CONSTRUTIVISMO SIMBÓLICO, SUPREMATISMO E NEOPLASTICISMO

1) O Neoplasticismo se baseia na representação de linhas pretas, horizontais e verticais, e planos de cores primárias.
2) Por meio da redução às formas mais simples, o Construtivismo alcançou uma espécie de pureza esquemática absoluta.
3) Na Rússia, com Malevitch, o Suprematismo converteu-se, por meio da abstração, em procedimento de investigação criadora.
4) Dalí e Miró foram dois importantes artistas do movimento De Stijl, criado por Piet Mondrian.
5) O Construtivismo manejava volumes geométricos em um processo rigoroso de depuração matemático-científica das formas.
6) Rodtchenko e Tatlin são os principais representantes do Construtivismo russo.
7) No Construtivismo russo, a diferença entre arte e design passa a ser abandonada e a propaganda é escolhida como forma de comunicação.
8) O novo é uma característica tão forte do movimento construtivista, que chegou a defender a destruição de museus e de cidades antigas. Considerava a revolução russa como forma de higienizar o mundo.
9) A valorização do desenvolvimento industrial e tecnológico foi um traço do Construtivismo.
10) No construtivismo simbólico, as cores, as linhas e as formas abstratas são expressivas, assim como no Construtivismo russo.
11) Torres-Garcia defendeu uma ideologia que exaltasse a cultura própria da América do Sul.
12) O que Torres-García visionava era uma nova arte para a América, abarcando da arquitetura ao artesanato.
13) Com seu construtivismo simbólico, J.T.G. não pretendia ser um artistas isolado, mas admitiu-se uma influência do Construtivismo criado pelos russos.
14) O artista J.T.G utilizou a xilogravura como técnica para o seu mapa invertido da América do Sul.
15) A técnica de Mondrian era baseada no uso das cores primárias, mais branco, o preto e o cinza, inseridas nos espaços vazios delimitados por linhas retas horizontais e verticais bem definidas.
16) A sobreposição de imagens, traços e pequenas deformações para passar a ideia movimento e dinamismo também são marcas do Construtivismo russo e simbólico.
1C 2E 3C 4E 5C 6C 7E 8E 9E 10E 11C 12C 13C 14E 15C 16E
Projetada para 400m.
Ser o emblema da União Soviética moderna.
Destinada aos organismos da Internacional Comunista (União Mundial das Repúblicas soviéticas).
Na linguagem construtivista, arquitetura e escultura.
Full transcript