Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Parkinson

No description
by

Mafalda Ferreira

on 21 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Parkinson

CursoTécnico Auxiliar de Saúde
11º ano Alexandra Machado Quais os sintomas desta doença? O que causa a doença de Parkinson? Parkinson O que é a Doença de Parkinson? A manifestação inicial da doença é, geralmente, um tremor ligeiro numa mão, braço ou perna que ocorre, normalmente, a uma frequência de três por segundo quando extremidade afectada está em repouso mas, que pode aumentar em momentos de tensão.
Para além do tremor, que classicamente caracteriza a doença, surgem ainda outros sintomas, nomeadamente: Andreia Nogueira Helda Diniz Mafalda Ferreira A doença é devida a níveis anormalmente baixos de uma substância química essencial para o controlo dos movimentos, a dopamina.

A redução da dopamina no cérebro resulta da deterioração de células do cérebro cuja actividade normal resulta o controlo dos movimentos (susbstância cinzenta).

Não se conhece a causa exacta da perda de neurónios. A doença de Parkinson é hereditária? Doença de Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, que afeta o sistema motor, lentamente progressiva, idiopática, comprometendo ambos os sexos igualmente.
Resulta da degenerescência de um grupo de células de uma zona profunda do cérebro chamado substância cinzenta. Bárbara Calobra Rigidez das extremidades


Lentificação dos movimentos corporais voluntários (bradicinésia)


Instabilidade postural


Alterações na marcha Não existe qualquer evidência de hereditariedade. Mesmo ter um familiar com doença parece não aumentar o risco de vir a tê-la. Há algum modo de prevenir a doença de Parkinson? Não se conhece qualquer modo de prevenir a doença nomeadamente porque são desconhecidos quaisquer fatores de risco para além da idade. Reduz-se a capacidade intelectual? A redução da capacidade intelectual é rara na fase inical da doença, podendo vir a instalar-se nas fazes mais avançadas.
Existem medicamentos específicos destinados a tratar este aspeto da doença. Pode a fala ficar diferente? Sim, embora habitualmente este facto só suceda em fases mais avançadas da doença.

A fala pode tornar-se mais lenta, monótona e com baixo volume, finalmente por vezes com dificuldade em falar. Que outrso sintomas podem surgir? Perda de olfacto

Perturbações do sono

Dores musculares e articulares

Fadiga Tonturas ao pôr-se de pé

Disfunção sexual

Redução da memória (tardia)

Aumento do suor O envelhecimento é suficiente para provocar a doença de Parkinson? Não. Apesar de o envelhecimento também reduzir a produção de dopamina, não acontece de um modo tão significativo como na doença de Parkinson. A terapia da fala pode ser uma ajuda? Sim, com este tipo de ajuda consegue-se reduzir o impacto das modificações da fala provocadas pela doença. A Doença de Parkinson tem cura? A doença é devida a níveis anormalmente baixos de uma substância química essencial para o controlo dos movimentos, a dopamina.

A redução da dopamina no cérebro resulta da deterioração de células do cérebro cuja actividade normal resulta o controlo dos movimentos (susbstância cinzenta).

Não se conhece a causa exacta da perda de neurónios. Fisioterapia Alivia os sintomas derivados da rigidez e do imobilismo;



Aumenta a independência e melhora a qualidade de vida do paciente;



Melhora o equilibrio, as dores e a fraqueza muscular. Exercício fisico Quebra o isolamento e obriga o paciente a contactar com pessoas.

Ajuda a manter uma boa condição fisica, em geral.

Melhora o equlibrio e a marcha.

Os exrcícios mais aconcelhados são : a natação, andar de bicicleta e fazer caminhadas.

Qualquer exercicio deve ser orientado por um terapeuta com conhecimento da doença. Tratamento O tratamento pode ser feito por cirurgia e medicação. O tratamento é para toda a vida? A melhoria dos sintomas só se consegue com a toma regular dos medicamentos, mas isto não é diferente do que se passa com muitas outras doenças como os diabetes.
Full transcript