Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Drogas Lícitas e Ilícitas

No description
by

Jheniffer Lima

on 18 June 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Drogas Lícitas e Ilícitas


História das drogas
Tipos de drogas
Lícitas



Definição
Tipos de Drogas
5400 - 5000 A.C. -
1° evidência de
bebida alcoólica;
Drogas do dia a dia

X

Drogas Psicotrópicas


falar de ambas
Expor as drogas do dia a dia
Café
falar sobre o consumo de café
Remédios
Falar sobre os remédios
Chá ????


Por que entra como droga?

Drogas Psicotrópicas
Podemos colocar algo aqui também, sugestões?

Álcool
Depressoras
Estimulantes
Perturbadoras
Solventes e Inalantes
Tranquilizantes e Ansiolíticos
Calmantes e Sedativos
Opiáceos e Opióides
Anfetaminas
Cocaína
Tabaco
Maconha
Cogumelos e Plantas Alucinógenas
LSD
Ecstasy (MDMA)
Anticolinérgicos
Esteróides Anabolizantes



FALAR SOBRE
ENTREVISTAS
Opiniões de Universitários
Enquete
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
PODEMOS COLOCAR ALGO AQUI
Tráfico de drogas e medicamentos

Muito Obrigado!
Alunos: Amanda Rangel da Silva;
Anna Paula Pereira da Silva;
Gustavo Xudré Brito;
Jéssika Veridiano Dutra;
Jheniffer da Cruz Lima;
Melina Gomes Borges;
Vinicius Rozendo Vianna;
Wilson Pereira Macedo.

Acadêmicos do 1° Semestre do Curso de Ciências Biológicas do UniCEUB.


Junho, 2015
Aceleram a atividade cerebral.
Aumenta a atividade cerebral;
Nos EUA há o alto consumo da Metanfetamina (ICE).
Esse psicoestimulante pode ser ingerido, inalado, injetado ou fumado.
A cocaína é derivada da planta
Erythroxylum coca
.
Pode-se produzir a merla e a pasta-base;
O Crack deriva da pasta-base;
Pequenas pedras que são fumadas;
Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/09/brasil-tem-370-mil-usuarios-regulares-de-crack-nas-capitais-aponta-fiocruz.html
A cocaína é encontrada em forma de pó;
Os efeitos são:
O tabaco é uma planta chamada Nicotiana Tabacum;
O tabaco pode ser fumado, inalado através do cigarro, charuto, rapé e pode também ser mascado;
Os efeitos : elevação de humor,
diminuição de apetite, aumento dos batimentos cardíacos,da pressão arterial,
da frequência respiratória e da atividade
motora;
Abstinência: fissura, irritabilidade, agitação, prisão de ventre, dificuldade de concentração, sudorese, tontura, insônia e dor de cabeça.
O tabagismo durante a gestação provoca,no feto, aumento dos batimentos cardíacos, redução de peso, menor estatura e alterações neurológicas e até mesmo o aborto.
4000 A.C.
- Fibras de cânhamo na
china;
3500 A.C.
- Sumérios foram os primeiros povos a usar ópio - flor do prazer;
3000 A.C.
- A coca era tida como presente dos deuses na América do Sul;
1492
- Cristóvão Colombo descobre índios usando tabaco no Caribe;
1874
- Heroína é inventada na Inglaterra;
1912
- MDMA é registrado pela Merck;
1938
- Albert Hofmann descobre o LSD-25,
mas só descobre seus efeitos em 1943;
Década de 80
- Surge o Crack.
As drogas fazem parte das sociedades humanas há milênios.
ABUSO DE DROGAS LÍCITAS
Insônia
Os efeitos são:
Inapetência
Astenia
Depressão
Dilatação da pupila
Taquicardia e aumento da
pressão sanguínea
É normalmente fumada;
O uso é por aspiração ou por injeção endovenosa.
O uso constante da cocaína pode danificar permanentemente o nariz e o palato.
Comportamento violento
Euforia
Paranóia
Irritabilidade
Dilatação
das pupilas
Contração Muscular
Convulções e coma
Tremores, convulsões e coma
Algumas drogas, plantas e medicamentos podem alterar o modo como funciona nosso cérebro, produzindo manifestações como alucinações e delírios.
THC - princípio ativo, é a principal substância responsável pelos efeitos no SNC;
Os efeitos são:
Relaxamento
Melhora da percepção para música e sabor dos alimentos
Pensamentos confusos
Olhos vermelhos
Boca seca
Aumento dos batimentos
cardíacos
Fome
A religião pode ser um obstáculo para o uso das drogas ou um caminho ritualizado para o seu consumo;
Um estudo publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria deixou evidente que jovens que tiveram educação religiosa têm um índice menor de uso de drogas;
Diga
às drogas!
Há algumas religiões que fazem o uso de algumas drogas para entrar em comunhão com a natureza e suas divindades;
A Igreja Nativa Americana - nativos Mexicanos - utilizam o peiote (
Lophophora williamsii
);
A ayahuasca é consumida pelos indígenas da Amazônia com propósitos místico-religiosos. Recebeu ramificações como Santo Daime e União do Vegetal.
Peiote
Preparo da Ayahuasca:cozimento Mariri (Banisteriopsis Caapi) e das folha da Chacrona (Psicotria Viridis).
Uso de Drogas
e
Medicamentos
Droga X Medicamento X Remédio
Sólidos
Líquidos
Gases
Vias de Administração
Enteral
Percutânea
Paraenteral
Conceito
Psicotrópico, do grego:
"Psico":
"Trópico":
psiquismo, o que pensamos, sentimos e fazemos.
Atração por.
São divididos em três grandes grupos:
Histórico
Efeitos
Hidrocarbonetos
Efeitos em
4 fases
Duração:
Segundos a minutos
Somem em até 40 min
Benzodiazepínicos
Terminação em "am": Diazepam, flurazepam, estazolam, etc.
Barbitúricos
Diminui dor: Analgésico
Afasta a insônia: Hipnótico ou sedativo
Ansiedade exagerada: Ansiolítico
Cérebros superexcitados: Antiepilépticos
“Papoula do Oriente” (Papaver somniferum)
Naturais
Semissintéticas
Sintéticas

Narcóticos
O Psilocybe mexicana - Maias e Astecas à 3.000 anos em cerimônias religiosas;
Psilocibina, é a substância responsável pelos efeitos alucinógenos;
Cogumelos vem sendo muito utilizados pelos
jovens;
Pode se comido em sua forma natural
ou em forma de chá;
Ingerir cogumelos tóxicos podem levar à morte;
Os efeitos são:
Alucinações visuais
e

Auditivas
Mudanças emocionais
Tempo passa devagar
Droga alucinógena muito forte;
Líquido claro: gotas ou "selinhos";
Os efeitos se iniciam 30 minutos após o consumo
e duram de 6 a 8 horas;
Os efeitos são:
Alucinações auditivas
e visuais
Sensibilidade sensorial
Flashbacks
Alteração na noção temporal e espacial
Em casos de "bad trips" :
Paranoia e pânico
Pensamentos confusos
Substância: Metilenodioximetanfetamina;
Comprimidos: ecstasy;
Levam 15 minutos para chegar ao cérebro e os efeitos duram de duas a três horas;
Cristais de MDMA;
Os efeitos são:
Euforia e prazer
Distorção senso-perceptiva
Agitação psicomotora
Hipertermia
Dilatação da pupila
É uma droga muito usada em raves;
Naturais: Chá de Datura - lírio branco/saia branca/trombeta;
Sintéticos: Medicamentos - triexifenidil (Artane);
Os efeitos são:
Pupilas dilatadas
Boca seca
Retenção de urina
e
paralização do intestino
Alucinações visuais
Alucinações auditivas
Coração disparado
Tráfico de medicamentos - "cibertráfico"
Perigos para saúde humana;
Tráfico de drogas está ligados a muitos outros crimes;
70% homicídios estão ligados ao tráfico;
20% dos detentos brasileiros;
70% das detentas brasilieras;
Lei 11.343, capítulo ll, art. 33;
Guerra às drogas
Sec. XX drogas na
ilegalidade;
Resultado: em alguns países como o Brasil e a Colômbia, o choque entre os traficantes e as forças que reprimem o narcotráfico chega à beira de uma guerra civil;
CALLEGARI, J.; Guerra às Drogas. Julho de 2014.
Centro Brasileiro de Informações
sobre Drogas Psicotrópicas. Drogas Estimulantes (anfetaminas). 2015.
GALLASSI, A. D. et al. Custos dos problemas causados pelo abuso do álcool. In: Revista de Psiquiatria Clínica, Nº 35. Suplem. 01, 2008. p. 25-30
LARANJEIRAS, R.; OLIVEIRA, R. A,; NOBRE, M. R. C.; BERNARDO, W. M.; Usuários de substâncias psicoativas: abordagem, diagnóstico e tratamento. 2ª Ed. São Paulo: Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo/ Associação Médica Brasileira, 2003. 120 p.
MACRAE, Edward. Aspectos socioculturais do uso de drogas e políticas de redução de danos. 2003.
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. Guia de Boas Práticas: Luta Contra o Tráfico de Drogas. Brasília, AIAMP, 2013.
UNODC - Nações Unidas: Escritório sobre Drogas e Crime. O Relatório Mundial sobre Drogas 2009.
Gráficos
Informações do gráfico:
Alunos do 1° e 2° Semestre do Curso de Ciências Biológicas, totalizando 50 entrevistados;
SOCIOLOGIA
Professor Orientador: Lucas Amaral
Pintura rupestre - Mali;
Full transcript