Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Untitled Prezi

No description
by

robert lopes

on 23 July 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Untitled Prezi

Kant - Deontologia
FONTS
Sociedade e Política
Estado natural
Immanuel kant
Filósofo prussiano;
Universidade de Königsberg;
Influenciado por Descartes, Locke, Rousseau.

Ética de princípios
1724-1804
Coisas possuiam existencia autonoma, objetiva, independente da consciência humana.
Na idade Moderna...
Todo o conhecimento poderia vir a partir da razão natural;

Ciência.
''Só podemos analisar os objetos que se apresentam para a gente.''
Coisas que não existem não são importantes para a ciência.
Conjunto de valores para nós
vivermos bem;

Ética > moral;

Ética do dever;




Ética de Kant-Kantiana
Felicidade é passageira, ética boa mesmo é a ética dos valores, do dever!
Imperativos
Crítica radical ao pensamento metáfisico e o utilitarismo.
Juízos
Limites da razão

Conhecimento
Conhecimento posteriori:

Conhecimentos ligados a sensações;
Depende da experiência.
Ex: fogo, sexo, a felicidade.
Conhecimento priori:
Não necessita da experiência sensorial para acontecer;
É aplicado a tudo e a todos.
Ex: triângulo tem 3 lados, todos os solteiros não são casados.
Ser humano como fim e não como meio.
Orientar a ação, dever.
Categórico
Maximas
Leis
Conhecimento empírico;
Subjuntivas.
Ex: sentar na frente da sala para aprender mais.
Objetivas;
Fundo moral.
Ex: Necessidade de ajudar uma pessoa, socorrer alguém.
Pensamos antes de agir;
Nossas ações podem ser subjuntivas porque parte de nós mesmos;
Nossas ações são livres e autônomas.
A ação é precendida pela razão
Estado Civil
Homem tem o direito autônomo em algo que é de seu direito. Ex: Casa.
Individualismo Socialização
O que é meu?
O que eu quero pra mim?
Submeter pessoas pra trabalhar pra mim?
Regras;
Leis.
Revoluções não são efetivas.
Participação efetiva da sociedade
Contra Guerras
Paz conjunta, sociedade por nações
Ações
Atual...
Hipotético
A doutrina moral de Kant é:

Independente de qualquer sentido religioso;

O dever não é uma obrigação a ser seguida em virtude de um ente superior;

Razão aticula o dever e a intenção.
Ação boa = coisas certas.
“Age só segundo máxima tal que possas ao mesmo tempo querer que ela se torne lei universal” (FMC, 2004, p.51).
Escreveu:
Fundamentação da Metafísica dos Costumes(FMC)
Crítica da Razão Pura

Somos racionais
Sujeito moral
Normas
=
Absurdo
Leis universais
Necessário e ABSOLUTO!
Fazer uma ação visando um bem próprio.
Bem estar-individual
Particularismo
Individualismo
Interesse
Dever
Autonomia x Heteronomia
Aceitação de normas que não são nossas.
Crenças;
Costumes, tradição.
Diferente
Capacidade de refletir sobre as limitações que lhe são impostas.
R
a
c
i
o
n
a
l
Autonomia
Heteronomia
Porém, por possuir diginidade de humano ele deve se impor a boa vontade, ao dever.
Resumindo...
Estado de Natureza para o Kant:
Ávidos de prazeres que nunca nos
saciam e pelos quais matamos, cruéis, agressivos, tudo de ruim.
Atividade racional de conhecimento e da ação são universais.
Dever é a experessão da lei moral em nós.
Obedecê-lo é obedecer a si mesmo.
Apetites, impulsos,desejos, tendências, comportamentos naturais
costumam ser muito mais fortes do que a razão.
Se nos submetermos a eles não estaremos sendo autonomos.
O dever é um imperativo categórico.
Ação moral deverá ser sempre honesta, justa, veraz,
generosa, ou corajosa.
Outras coisas que Kant defendia...
Fim
Dignidade humana

Dignidade igual perante todos os homens
Full transcript