Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Reações de Precipitação

Físico-Quimica
by

maria antunes

on 5 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Reações de Precipitação

Reações de Precipitação O que são? Exemplos: Processo de formação de estalactites e de estalagmites em grutas calcárias São reações químicas em que há formação de um precipitado, sólido, insolúvel em água.
Obtido a partir de reagentes que se encontram dissolvidos.
Este sólido, decorrido algum tempo, precipita, isto é, deposita-se no fundo do recipiente. Assim forma-se as estalactites. Estas crescem para baixo devido á constante circulação de água no seu interior.
As estalagmites resultam dos pingos das estalactites, que ao caírem no fundo da gruta, precipitam também carbonato de cálcio. Estas crescem de baixo para cima.
Quando uma estalactite se junta com uma estalagmite forma-se uma coluna. Importância das reações de precipitação As reações de precipitação são também muito importantes no nosso dia-a-dia. Ocorrem na formação de estalactites e de estalagmites, como vimos, e também na formação de certas rochas e de corais, além de terem várias aplicações na indústria. Quando se junta a solução aquosa de hidróxido de sódio a uma solução aquosa de sulfato de cobre(II), ocorre uma reação de precipitação com formação de sulfato de sódio(a.q) e um precipitado azul de hidróxido de cobre(II). Quando se junta a solução aquosa de cloreto de sódio e de nitrato de prata, ocorre uma reação de precipitação com formação de nitrato de sódio(a.q) e um precipitado branco de cloreto de prata. Esquema de palavras:
Sulfato de cobre(II) a.q + Hidróxido de sódio a.q
»»»
Hidróxido de cobre(II) s + Sulfato de sódio a.q Esquema de palavras:
cloreto de sódio a.q + nitrato de prata a.q
»»»
cloreto de prata s + nitrato de sódio a.q Quando se junta a solução aquosa de nitrato de chumbo e de iodeto de potásssio, ocorre uma reação de precipitação com formação de nitrato de potássio(a.q) e um precipitado amarelo de iodeto de chumbo. Esquema de palavras:
nitrato de chumbo a.q + iodeto de potássio a.q
»»»
iodeto de chumbo s + nitrato de potássio a.q Quando chove a água dissolve o dióxido de carbono que há na atmosfera e dá origem ao ácido carbónico, um ácido fraco que lhe confere uma ligeira acidez. Esta acidez vai aumentar quando a água entrar em contacto com o solo e dissolver os ácidos orgânicos aí existentes.
Como o calcário é essencialmente constituído por um mineral facilmente atacado pelos ácidos (carbonato de cálcio) quando fica em contacto com as chuvas ácidas que circulam nas diaclasses, dá-se uma reação química chamada carbonatação, donde resulta hidrogenocarbonato de cálcio dissolvido na água. As águas, apesar de lentamente, continuam a circular pelas diaclasses levando á dissolução do calcário.
A água em circulação subterrânea acaba por ficar saturada em hidrogenocarbonato de cálcio e quando alcança uma gruta sofre uma brusca diminuição de pressão. Isso leva á separação do hidrogenocarbonato de cálcio em dióxido de carbono, carbonato de cálcio e água. Como o carbonato de cálcio é menos solúvel, precipita.
Os recifes de corais são constituídos por seres que vivem em colónias.
Estes são formados por inúmeros esqueletos calcários fortemente unidos, de seres que se depositam por cima uns dos outros.
E assim crescem os recifes de corais. As rochas que encontramos na crusta terrestre são formadas por minerais que são, geralmente, misturas de sais. Muitos são insolúveis em água e formam-se por reações de precipitação. O queijo é um produto de uma reação de precipitação.
Este precipitado é obtido por adição de coalho ao leite morno.
Full transcript