Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ABORDAGEM CONTRUC

No description
by

Luiz Abdon

on 27 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ABORDAGEM CONTRUC

Todo seleção é uma construção. Toda construção é uma seleção!
jornalismo on-line

"No jornalismo, objetividade é definida em oposição à subjetividade, o que é um grande erro, pois ela surge não para negá-la, mas sim por reconhecer a sua inevitabilidade", Felipe Pena.
SELEÇÃO E CONSTRUÇÃO
O NASCIMENTO DO JORNALISMO MODERNO
ROTINA
O jornalismo moderno tem suas bases construídas no século XIX.

No entanto, suas origens podem ser identificadas em algumas práticas comuns a partir do século XVI.

Matrizes de produtos jornalísticos: Avvisi, Gazeta e Libelo

Matriz informativa tem sido o núcleo da atividade jornalística, cujas bases foram efetivamente construídas no século XIX, principalmente nos EUA.
É nesse período que a separação entre o fato e opinião torna-se um paradigma, influenciando profundamente a formação de um padrão de conduta que irá se constituir numa das principais competências requeridas para a prática do jornalismo.

Embora abordassem o real de forma diferente, ambas as matrizes se propunham a discutir aspectos da realidade com os quais os indivíduos lidavam no seu cotidiano objetividade, que se caracteriza justamente pela separação entre fato e opinião, fato e emoção.
"É necessário adaptar-se ao novo, ser curioso. O que está acontecendo é a quebra da etapa industrial! Esse modelo está em crise! O erro é pensar que acabou a apuração, esse processo e a seriedade continuam", Malu Fontes.
$1.25
ABORDAGEM CONSTRUCIONISTA E PERSPECTIVA DA OBJETIVIDADE
Vol XCIII, No. 311
COMPONENTES
QUESTÕES DO JORNALISMO
Laisa Gabriela Sousa
Luiz Ramon Abdon
Paloma Andrade
Patrícia Oliveira
Tayná Moraes
TEORIAS DO JORNALISMO
Orientadora: Claudiane Carvalho
Centro Universitário Jorge Amado
Comunicação Social habilitado em Jornalismo
2014.2
No primeiro caso, o jornalista não deve deixar de expressar suas ideias e comentários sobre os fatos, detendo-se a estes.

No segundo, deve evitar revelar suas emoções, ou mesmo impedir que elas o levem a distorcer seu conhecimento da realidade.

Os anos de 1880 e 1890 marcam a invenção do repórter, o profissional especificamente voltado para sair em busca dos fatos.

Nos primeiros jornais, o homem mesmo imprimia, vendia anúncios, era editor e repórter. Tudo ao mesmo tempo.

Objetividade = atenção restrita aos fatos.

A objetividade tornava a cobertura jornalística menos complexa de ser feita.
"Os repórteres da década de 1890 viam a si mesmos, em parte, como cientistas descobrindo os fatos econômicos e políticos da vida industrial, de modo mais entusiásticos, mais claros e mais 'realístico' do que qualquer um já havia feito antes"

Michal Schudson
O jornalismo se constitui com base num contrato de mediação cognitiva, entre a realidade e as pessoas, no qual os fatos tornam-se o objeto central dos discursos jornalísticos.

O trabalho essencial da atividade consiste em buscar informações verdadeiras sobre os fatos, daí porque a profissionalização da artividade (reportagem) passa a ser uma das práticas mais significantes do jornalismo.
As informações obtidas sobre os fatos, assim como estes próprios, passam por um processo de seleção no qual se aplicam critérios de relevância relativos à expectativa de uso por parte da audiência, na forma de valores-notícia.
O trabalho jornalístico consiste na realização de um percurso interpretativo, no qual se parte de uma informação inicial, obtém-se outras no decorrer do processo e chega-se ao final em que se elabora a notícia, com o que de mais relevante se apurou.
Neste período, três competências se apresentam necessárias:

Cognitiva - relativa à capacidade de conhecer os fatos em questão e aplicar os critérios de relevância adequados;

Conduta - realtiva à capacidade de verificação e certificação da verdade dos fatos (objetividade) e à capacidade de manter-se isento no trabalho, independentemente dos atores em disputa (neutralidade);

Discursiva - relativa à capacidade de traduzir o conhecimento obtido em discurso noticioso.
VIVÊNCIA DO JORNALISMO
FIM!
Construção da realidade social
Teoria do Espelho
A fase do por que
Construção social
Enfoque da perspectiva teórica do enquadramento noticioso
Teoria do Gatekeeper
"Os metódos é que devem ser objetivos, não o jornalista"

Walter Lipmann
MATÉRIA DE RÁDIO
Full transcript