Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Perambulação

No description
by

Ricardo Luis Silva

on 29 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Perambulação

LEITURA DA METRÓPOLE
OBJETIVO:
1921 - Paris
Futuristas x Surrealistas
cidade do futuro e tecnológica x cidade banal e cotidiana
Perambulação Surrealista
"Entregues ao movimento da massa humana,
às luzes e ruídos dos edifícios e dos automóveis em
alta velocidade, aos múltiplos pontos de vistas e à constante metamorfose do espaço urbano..."
FLÂNEUR
"...aquele personagem efêmero que, rebelando-se
contra a modernidade (tecnológica), perdia o tempo deleitando-se com o insólito, o absurdo e o banal em suas perambulações pela cidade."
O CORPO E A CIDADE
2. PERAMBULAR: Deambulações, estranhamento e fugacidade
Ação = Perambular
Personagem = Etnógrafo
Ferramenta = Mapa Psicogeográfico
"Os dadaístas de passagem por Paris, querendo remediar a incompetência de guias e de cicerones suspeitos, decidiram realizar uma série de visitas a lugares escolhidos, em particular, àqueles que realmente não têm razão de existir. É um erro que sei insista sobre o pitoresco, o interesse histórico e o valor sentimental."
DADA inaugura uma série de incursões em Paris e convida gratuitamente amigos e inimigos para visitar as dependências da igreja. Parece que algo ainda pode ser descoberto no jardim, apesar da familiaridade dos turistas. Não se trata de uma manifestação contra a Igreja, como pode se pensar, mas uma nova interpretação da natureza aplicada, desta vez, não à arte, mas à vida."
ETNÓGRAFO URBANO
Etnografia é um método de coleta de dados típica do antropólogo. Ethno = nação, povo e Graphein = escrita. Baseia-se no contato inter-subjetivo entre o antropólogo e o seu objeto
Relações sensíveis com a cidade e o espaço urbano
percorrido à pé
deixa-se de lado o EXTRAordinário
Mapas psicogeográficos
Full transcript