Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

LUCÍOLA - JOSÉ DE ALENCAR

No description
by

Thais Fernandes

on 17 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of LUCÍOLA - JOSÉ DE ALENCAR

LUCÍOLA - JOSÉ DE ALENCAR
I. Introdução
O romance Lucíola foi publicado no ano de 1862.
Ele é um romance de folhetim, ou seja, seus capítulos eram publicados em jornais.
É o primeiro romance de Alencar da trilogia Lúciola, Diva e Senhora, que ele denominou de "perfis de mulheres".
CONTEXTO HISTÓRICO
É a representação dos fatos que estavam no auje do Segundo Reinado. No caso do romance é a febre amarela e a prostituição.
Mostra o que uma garota pode fazer por sua familia, e que mesmo uma prostituta tem uma boa alma.
JOSÉ DE ALENCAR E ROMANCE URBANO.
PERSONAGENS
Laura e Nina
: Prostitutas assim como Lúcia.
Couto
: velho homem galanteador. -
Cunha
: já teve uma relação extra-conjugal com Lúcia, que o deixou por ver sua mulher muito triste e pensativa.

Jesuína
: mulher que recolhe Lúcia quando ela é expulsa de casa aos 14 anos, e que finge ser sua enfermeira.

Jacinto
: homem de 45 anos que vive da prostituição de mulheres pobres.
Final Ideal;
prevalência do amor verdadeiro
retrato das relações familiares;
ambiente doméstico;
casamentos;
CARACTERÍSTICAS DO ROMANCE URBANO !
Narrativa e Linguagem
Lucíola é um romance de primeira pessoa,
Uso da descrição,aparece descrições da natureza para aliviar o leitor das tensões dos dramas humanos.
os fatos são apresentados sob dois pontos de vista, o de Paulo/Personagem e o de Paulo/Narrador.
a linguagem empregada na obra Lucíola, considerando-se a época, é coloquial e se encarrega de colher toda capa de solenidade aos gestos e ocorrências.
TEMPO
Passa-se na metade do séc XIX
O tempo é cronológico
Ex :Quando Lúcia narra a Paulo seu passado.
A primeira vez em que Paulo vê Lucia.
A história se passa no Rio de Janeiro a capital do Império durante o Segundo Reinado;

Ao longo da narrativa, encontramos referências à locais da cidade, ruas, bairros, festas, teatros e lojas finas;
Obra Lucíola e seu diálogo com Damas das Camélias
O QUE MANIQUEÍSMO ?
O Maniqueísmo é uma filosofia religiosa sincrética e dualística fundada e propagada por Maniqueu que divide o mundo simplesmente entre Bom, ou Deus, e Mau, ou o Diabo.
"Lucíola é o vampiro noturno que brilha de uma luz tão viva no seio da treva e à beira dos charcos. Não será a imagem verdadeira da mulher que no abismo da perdição conserva a pureza d`alma?"
Neste trecho, há expressões cuja natureza romântica salta aos olhos: vampiro noturno, seio da treva, abismo de perdição.

E tais expressões decorre de seu caráter emocional, maniqueísta: pureza x perdição, abismo x santo amor conjugal.
Eros x Tanatos

LUGAR
Lúcia/Maria da Glória
:
Paulo:
Ana:
irmã mais nova de Lúcia, de apenas 12 anos.No final do livro casa-se
romancista, dramaturgo, jornalista, advogado e político brasileiro;
Destacou-se na carreira literária com a publicação de romances em forma de folhetim;
José de Alencar
(1829-1877)
A história do livro e o romance entre Paulo e Lucia dura aproximadamente seis meses.
Tecendo o Romance: Lucíola nada mais é do que a versão "abrasileirada" de Dama das Camélias.
O principal ponto em comum de Lúcia e Margarida são heroínas literárias.
Momento em que se eleva a alma em detrimento da carne.


Eros= prazer Tanatos= morte
Toda essa comparação é o conflito entre a vida, a morte, e o desejo.
temática fácil de ser identificada no romance Lucíola.

Lúcia só pode se redimir com a mudança de vida com o amor.

Mas como no romantismo a conciliação entre esses ideais é impossível e a unica sáida é a morte.
Conclusão:
É um romance representativo, pois em Lucíola, Alencar aborda a situação social e familiar da mulher relacionado ao casamento e o amor;
A sombra é tudo aquilo que Lúcia não queria ser. Nesta afirmação está incluído o lado négadito da personalidade a soma de todas as qualidades desagradáveis que o indivíduo quer esconder. Ou seja a persona serve para encobrir a sombra.
Persona e Sombra
Biografia:
Full transcript