Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Linguagem Cinematográfica

No description
by

Lara Carvalho

on 9 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Linguagem Cinematográfica

Imagem em Movimento
Câmera escura
Inventando o cinema
Thomas Alva Edison. 1892 - Cinetoscópio
Sombras Chinesas
Cinema colorido
Técnicas utilizadas na década de 1920
1930 - Technicolor
1950 - Investimento em tecnologias
Até 1980 as produções já eram 100% coloridas
Inovações
Travellings
Stop motion
Fusão
Transposição de imagens
Iluminação
Cenários
Montagem
A Linguagem Cinematográfica
Linguagem Cinematográfica
O surgimento do cinema como linguagem
Gêneros
Autoria
Processo criativo no cinema
Síntaxe
Teatro x Cinema
Figuras de retórica
Estrutura Narrativa
Sentidos
Significantes
Elementos
Criando uma linguagem cinematográfica
Decupagem
Transições
Planos de corte
Continuidade
Eixos
Ritmo
Imagem x Som
Narração
O todo
O fragmento
Diegese
Eclipse
Ponto de vista
Foco dramático
Planos
Enquadramento
Enunciação
Movimentos
de câmera
Sequências
Ângulos
Tempo/Espaço
Mise-en-scène
Composição
Som
Cor
Componentes
Acontecimentos
Transformações
Formas de narrar

Narradores
Pré-história a Idade Média
1878 - Caverna de Altamira (Espanha)
1970 - Irã. Idade aproximada: 5.200 anos
2.000 a.C. (Egito)
Tapeçaria de Bayeux, 1088-1092
Data de surgimento aproximada: ano 121
Aparelho ótico
Início do século XIX
Base da invenção da fotografia
1876 - Experimento de
Eadweard Muybridge
Retenção retiniana
Irmãos Lumière. 1895 - Cinematógrafo
1895
1896
1900
1903
1904
1915
1921
1922
1923
1924
1925
1926
1927
1928
1933
1941
1952
1960
1962
1968
1970
1974
1975
1985
1992
1994
1995
1999
2002
2009
2014
1ª exibição
pública (Lumière)
1ª exibição
no Brasil
Attack on a
China Mission
Life of an
American Fireman
Le Voyage à travers
l’impossible
O nascimento
de uma nação
Nosferatu
Häxan – A feitiçaria
através dos tempos
Os dez
mandamentos
Manifesto
Surrealista
O encouraçado
Potemkin
A mãe
O cantor
de jazz
Um homem com
uma câmera
King Kong
O falcão maltês
Cahiers du cinéma
Acossado
Barravento
O anjo exterminador
MPAA
1930
1934
Motion Picture
Production Code
O pássaro das
plumas de cristal
O massacre da
serra elétrica
Saló
Comédias
adolescentes
Cães de Aluguel
Lei do Audiovisual
Lei do Novo Cinema
Manifesto
Dogma 95
A bruxa de Blair
Cidade de Deus
Avatar
Boyhood
O que é o gênero cinematográfico
Identificação de um gênero
Funções do gênero
Gêneros fundamentais
Gêneros clássicos
1. Produção
2. Consumo
3. Criação
4. Crítica
5. Análise
6. Divulgação
Ficção | Documentário | Experimental | Animação
ação
comédia
drama
fantástico
ficção científica
film noir
musical
terror
thriller
western
e subgêneros
Diretores como autores
Capital simbólico
Alexandre Astruc
Teoria dos autores
O que é
A frase cinematográfica
Os elementos
1. A câmera
2. O microfone
3. A tela
4. A montagem
Logos

Pathos

Ethos
Factual x Ficcional
Do início ao fim
Narrador
Personagens
Cenário
Temporalidade
Estória x Discurso
Eventos x Episódios
Dinâmica
Tipos de estrutura
- minimalista
- arco dramático
- antiestrutura
- estrutura mista
Christian Metz
Roland Barthes
"O cinema é uma linguagem
com propriedades imagéticas."
- Marcel Martin
Conotativo x Denotativo
Funções
Emotiva
Referencial
Poética
Peter Wollen
semiologia e estruturalismo
embasamento em Charles Sanders Peirce
semiologia do cinema
TRICOTOMIA DOS SIGNOS
ícone | índice | símbolo
- efeito estético
- conjunto de códigos
***
Sequência
Cena
Plano
Ação temporal
Curta x Longa
Supressão de um ato dramático
Elipse de estrutura
Elipse de conteúdo
Grande plano geral
Plano geral
Plano geral aberto
Plano geral fechado
Plano de situação
Plano inteiro
Plano americano
Plano médio
Plano próximo ou
Primeiro plano
Close
Superclose
Plano detalhe
Plano master
Plano sequência
Plano conjunto fechado
Plano conjunto aberto
Overshoulder
(câmera sobre o ombro)
Plongée
Contraplongée
Plano subjetivo
Plano frontal
Plano zenital
Raccord no eixo
PLANO | ALTURA DO ÂNGULO | LADO DO ÂNGULO
três elementos:
EXTRA-QUADRO

FORA DE QUADRO
Travelling
Steadycam
Câmera na mão
Grua
Panorâmica
Tilt
Zoom in
Zoom out
FUNÇÕES
Ator no ângulo de duas paredes
Ator se afastando da câmera
Ator se aproximando rápido da câmera
Câmera alta
Câmera baixa
Câmera enquadrando o céu
Câmera não enquadrando o teto
Tempo da estória
x
Tempo da narrativa
Ambientes
Realista
Geofictício
Fantástico
Psicológico
LIGAÇÕES DE ORDEM PLÁSTICA
LIGAÇÕES DE ORDEM PSICOLÓGICA
analogias de conteúdo:
- material
- estrutural
- dinâmico
analogias de conteúdo:
- nominal
- intelectual
- corte brusco
- fusão/dissolve de ou para preto
- fusão encadeada
- panorâmica corrida
- cortinas e íris
- de ação
- de câmera
- de continuidade
- geográfico
- som diegético
- não-diegético
- meta-diegético
personagem | observador | onisciente
linear | não-linear
Irmãos Lumière
Georges Meliès
Edwin S. Porter
D.W. Griffith
Sergei Eisenstein
Música e Som
Exemplos
Nosferatu (1922), F.W. Murneau
Segredos de uma Alma (1926), G.W. Pabst
O gabinete do doutor Caligari (1920), Robert Wiene
Um homem com uma câmera (1929), Dziga Vertov
Häxan - A feitiçaria através dos tempos (1922), Benjamin Christensen
Marinheiro de Encomenda (1928),
Buster Keaton e Charles Reisner
Aurora (1927), F.W. Murnau
La passion de Jeanne d'Arc (1928),
Carl Theodor Dreyer
Entreato (1924), René Clair
Um cão andaluz (1929), Luis Buñuel
Scarface (1932), Howard Hawks
Grande Hotel (1932),
Edmund Goulding
Cidadão Kane (1941), Orson Welles
O Atalante (1934), Jean Vigo
Rua 42 (1933), Lloyd Bacon
Caçadoras de ouro (1933), Mervyn Leroy
Olympia (1938), Leni Riefenstahl
O falcão maltês (1941), John Huston
Roma, cidade aberta (1945),
Roberto Rossellini
O sétimo selo (1957), Ingmar Bergman
Era uma vez em Tóquio (1953),
Yasujiro Ozu
A canção da estrada (1955),
Satyajit Ray
O selvagem (1953), Laslo Benedek
Vampiros de Almas (1956),
Don Siegel
Cléo de 5 à 7 (1962),
Agnès Varda
Eu sou Cuba (1964),
Mikhail Kalatozov
O Leão de Sete Cabeças (1971),
Glauber Rocha
Barbarella (1968), Roger Vadim
A primeira noite de um
homem (1967), Mike Nichols
2001: Uma odisseia no
espaço (1968), Stanley Kubrick
Psicose (1960),
Alfred Hitchcock
O bebê de Rosemary (1968),
Roman Polanski
A doce vida (1960),
Federico Fellini
Andrei Rublev (1966),
Andrei Tarkoviski
Era uma vez no Oeste
(1968), Sergio Leone
O poderoso chefão (1972),
Francis Ford Coppola
Tubarão (1975),
Steven Spielberg
Veludo Azul (1986),
David Lynch
Cães de Aluguel (1992),
Quentin Tarantino
Memento (2000),
Christopher Nolan
Arca Russa (2002),
Alexander Sokurov
Desejo e Reparação (2008),
Joe Wright
Full transcript