Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

HANDEBOL ADAPTADO

No description
by

Luciano Remde

on 14 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of HANDEBOL ADAPTADO

HANDEBOL ADAPTADO
FONTS
Regras HCR4

Jogadores: Como no handebol de areia são quatro jogadores em cada uma das equipes, com quatro reservas, totalizando oito jogadores por equipe.
Tempo de jogo: Um jogo é disputando em dois sets com 10 minutos cada, e cinco minutos de intervalo entre os sets.
Contagem de gols: em cada tempo é realizada uma contagem de gols independente com o resultado final do tempo apontando um vencedor (no inicio do segundo tempo o placar é zerado).
Gol espetacular: o gol feito em condições especiais (após um giro de 360º, por exemplo) deve ser considerado como se valesse dois gols.
Desempate: em caso de empate no set, é disputada uma prorrogação com gol de ouro. Em caso de vitória de equipes diferentes no primeiro e no segundo sets é disputado um tempo extra de 10 minutos para que seja conhecido o vencedor.
Goleiro: Qualquer um dos jogadores de quadra pode ser o goleiro, desde que se observe que somente pode haver um jogador dentro da área do goleiro. Caso esta restrição seja violada um tiro de sete metros (pênalti) será aplicado contra a equipe infratora. Em caso de reincidência, além do pênalti será punido o atleta faltoso com a exclusão.
Substituição: Pelo fato de ser jogado em quadra e não na areia, o HCR4 realiza a substituição dos jogadores da mesma forma que o handebol de salão (zona de substituição).

HCR7

As mesmas regras do handebol tradicional.
Jogadores: são sete jogadores em cada equipe, disputando um jogo com dois períodos de 30 minutos cada.

O sistema classifica os jogadores baseado na observação de seus movimentos durante uma performance de habilidades de handebol como: empurrar a cadeira, driblar, passar, receber, arremessar e pegar rebotes. As classes são: 1.0, 1.5, 2.0, 2.5, 3.0, 3.5, 4.0 e 4.5. A cada jogador é atribuído um valor em pontos igual à sua classificação.
Os pontos dos sete jogadores são somados para formar um time que alcance um determinado total de pontos. Para os Campeonatos Mundiais da IWHF, competições para-olímpicas, campeonatos locais e torneios classificatórios para esses eventos o time não pode exceder a 16 pontos.
Cada jogador possui um cartão de classificação que deve ser usado durante o jogo. O cartão mostra a classificação do jogador, indicando também quaisquer modificações no seu assento e o uso de faixas ou aparelhos protéticos e ortopédicos.


Benefícios deste esporte para o atleta

Melhor condicionamento físico, interação social, habilidades sócias, cooperatividade, desenvolvimento motor, cognitivo, superação, inclusão.

Quem o prÁtica

Pessoas com deficiências permanentes nos membros inferiores, como: deficiente físico com lesão medular, seqüela de poliomielite, mielomeningocele, amputação de membro inferior, Má-formação congênita e outros fatores que causam limitação física e motora.

O que é?

O Handebol Adaptado em Cadeiras de Rodas é parecido com a modalidade do Handebol tradicional. O objetivo principal do jogo não foge à regra, somente são feitas adaptações para que os participantes possam desenvolver habilidades e jogadas livremente. Sua maior diferença está na redução da trave para 1,60m, através da colocação de uma espécie de placa de 48 cm que possibilita a defesa do goleiro. Essa modalidade é dividida em duas categorias:




Handebol em Cadeiras de Rodas 4 (HCR4)
Que tem como base as regras do Handebol de Areia, que apresenta as seguintes características: a partida é disputada em quadra de basquete, a equipe é formada por 4 jogadores, mais 4 reservas onde o goleiro não é fixo, com dois tempos de 15 minutos e 5 minutos de intervalo, apos o final de cada período o placar é zerado, persistindo empate e acrescentado mais 10 minutos para decidir o vencedor através de um gol de ouro.
Handebol em cadeiras de rodas 7(HCR7)
Que tem suas regras semelhantes ao Handebol tradicional com algumas adaptações, é disputado na quadra oficial da modalidade, com uma equipe de 7 jogadores e 7 reservas, com dois tempos de 20 minutos cada e 10 minutos de intervalo, onde todos os jogadores podem jogar como goleiro a qualquer momento da partida, desde que não tenha dois jogadores de defesa dentro da área do goleiro, havendo tal situação a punição e um tiro de sete metros.
Ambiente


A quadra de jogo deve ter as dimensões de 28 m x 15 m, medidas estas que são requeridas para competições da IWHF.
A quadra deve ser delimitada por linhas, observando a mesma distribuição da quadra oficial de Handebol
de Salão, exceto para a área do goleiro que é
delimitada por uma linha contínua a 6 metros
da linha de fundo (a área do goleiro é reta).
As traves deverão ter sua altura reduzida em
40 centímetros, a fim de possibilitar que os
goleiros joguem em cadeira de rodas.
Sugere-se a confecção de placa para
redução, de forma que possam ser divulgados
os patrocinadores das competições.

Equipamentos

A cadeira de rodas: a cadeira deve se adequar a certos padrões para garantir segurança e competitividade. A cadeira pode ter 3 ou 4 rodas, sendo duas rodas grandes na parte traseira e uma ou duas na parte frontal. Os pneus traseiros devem ter o diâmetro máximo de 66 cm e deve haver um suporte para as mãos em cada roda traseira.
A altura máxima do assento não pode exceder 53cm do chão e o apoio para os pés não poderá ter mais que 11cm a partir do chão, quando as rodas dianteiras estiverem direcionadas para frente. A parte de baixo dos apoios devem ser apropriados para evitar danos à superfície da quadra.
Os jogadores podem usar faixas e suportes que o fixem na cadeira ou faixas para prender as pernas juntas. Aparelhos ortopédicos e protéticos podem ser usados. O cartão de classificação dos jogadores deve informar o uso de próteses e afins e indicar todas as adaptações na posição do jogador na cadeira.


Pneus pretos, aparelhos de direção e freios são proibidos. Os árbitros devem checar as cadeiras dos jogadores no início do jogo, para conferir se estas cadeiras estão de acordo com as normas estabelecidas.

VIOLAÇÕES ESPECÍFICAS PARA O HANDEBOL 4 EM CADEIRA DE RODAS


Violações são infrações às regras, onde a equipe que a comete perde a posse de bola para a outra equipe, através da cobrança de um tiro do local onde foi cometida a infração.

1. Violações fora da quadra
Um jogador está fora da quadra quando sua cadeira está fora dos limites da quadra e esta condição somente será punida se proporcionar vantagem ao infrator. Se um jogador jogar a bola em um oponente para que ela saia da quadra propositadamente o oponente ficará com a posse de bola.
2. Regra de Progressão
O jogador pode empurrar a cadeira por no máximo três vezes antes de driblar, passar ou lançar a bola. Não é permitido conduzir a bola sobre as pernas.

3. Regra dos 3 Segundos
Um jogador não pode permanecer por mais de três segundos com a bola na mão. Jogadores que permanecerem com a bola por mais de três segundos cometem uma violação.

VIOLAÇÕES ESPECÍFICAS PARA O HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS


Violações são infrações às regras, onde a equipe que a comete perde a posse de bola para a outra equipe, através da cobrança de um tiro do local onde foi cometida a infração.


1. Violações fora da quadra

Um jogador está fora da quadra quando sua cadeira está fora dos limites da quadra e esta condição somente será punida se proporcionar vantagem ao infrator. Se um jogador jogar a bola em um oponente para que ela saia da quadra propositadamente o oponente ficará com a posse de bola.


2. Regra de Progressão

O jogador pode empurrar a cadeira por no máximo três vezes antes de driblar, passar ou lançar a bola. Não é permitido conduzir a bola sobre as pernas.


3. Regra dos 3 Segundos

Um jogador não pode permanecer por mais de três segundos com a bola na mão. Jogadores que permanecerem com a bola por mais de três segundos cometem uma violação.

4. Faltas

Faltas são infrações às regras envolvendo contato físico com o oponente e/ou comportamento anti-desportivo. A falta é marcada contra o ofensor e as punições são aplicadas utilizando o mesmo critério do Handebol de Salão (admoestação verbal, advertência, exclusão e desqualificação). Os contatos frontais são tolerados, porém os contatos laterais e traseiros devem ser punidos. Para todas essas faltas, a cadeira é considerada como parte do jogador, e o contato não acidental entre cadeiras também constitui falta.


5. Cobrança dos Tiros

Tiro de Lateral: uma parte da cadeira de rodas deve estar sobre a linha lateral no local por onde a bola saiu.
Tiro de saída, tiro livre e tiro de sete metros: observam as mesmas regras do Handebol de Salão.

Como é o treinamento realizado nesse esporte

Como qualquer outro esporte, mas com suas limitações. Desenvolvendo habilidades coordenativas do esporte, técnicas, buscando resultados, e o desenvolvimento crescente dos atletas.

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DE JOGADORES


O sistema classifica os jogadores baseado na observação de seus movimentos durante uma performance de habilidades de handebol como: empurrar a cadeira, driblar, passar, receber, arremessar e pegar rebotes.
As classes são: 0,5, 1.0, 1.5, 2.0, 2.5, 3.0, 3.5, 4.0, 4.5 e 5,0. A cada jogador é atribuído um valor em pontos igual à sua classificação.
Os pontos dos quatro jogadores são somados para formar um time que alcance um determinado total de pontos. Para os Campeonatos Mundiais da IWHF, competições para-olímpicas, campeonatos locais e torneios classificatórios para esses eventos o time não pode exceder a 14 pontos.
Cada jogador possui um cartão de classificação que deve ser usado durante o jogo. O cartão mostra a classificação do jogador, indicando também quaisquer modificações no seu assento e o uso de faixas ou aparelhos protéticos e ortopédicos.
4. Faltas
Faltas são infrações às regras envolvendo contato físico com o oponente e/ou comportamento anti-desportivo. A falta é marcada contra o ofensor e as punições são aplicadas utilizando o mesmo critério do Handebol de Salão (admoestação verbal, advertência, exclusão e desqualificação).
Os contatos frontais são tolerados, porém os contatos laterais e traseiros devem ser punidos. Para todas essas faltas, a cadeira é considerada como parte do jogador, e o contato não acidental entre cadeiras também constitui falta.

5. Cobrança dos Tiros
Tiro de Lateral: uma parte da cadeira de rodas de estar sobre a linha lateral no local por onde a bola saiu.
Tiro de saída: somente os que iniciam o tempo de jogo é que são batidos no meio da quadra. Quando da reposição da bola após o gol, a mesma deverá ser providenciada pelo Goleiro .
Tiro livre: atacantes devem estar a pelo menos um metro da bola, da mesma forma que os defensores. O tiro de sete metros (pênalti): observam as mesmas regras do Handebol de Areia e deve ser batido próximo a área de seis metros.
Full transcript