Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Safari de Estratégia - H. Mintzberg

Apresentação dos principais pontos do livro
by

Alison Longo

on 3 February 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Safari de Estratégia - H. Mintzberg

Safari de Estratégia - H. Mintzberg
Parábola do Elefante e os Cegos
Questões para ponderar
Escolher a escola ideal ou combinar as escolas?

Escolher entre deliberado ou emergente?

Escolher entre individualmente cognitiva ou socialmente interativa?

Referências
Mintzberg, Henry. Safari de Estratégia. Editora Artmed, 2ª Ed. 2010;
----
Referência Complementar:
MINTZBERG, H. Patterns in strategy formation. Management Science, v.24, n.9, p.934-948, may, 1978.
MINTZBERG, H.; WATERS, J. A. Of Strategies, Deliberate and Emergent. Strategic Management Journal, v.6, n.3,
p.257-273, jul.-sep. 1985

As 10 Escolas da Administração Estratégica
Roteiro
O livro de Mintzberg é uma metáfora onde a selva é um safári de planejamento estratégico
Somos os cegos e a formulação de estratégia é nosso elefante;

Somando as partes, certamente não teremos um elefante;

Um elefante é mais que isso.
Parábola do Elefante e os Cegos
Parábola do Elefante e os Cegos
Na organização todas as partes têm que saber o que esta acontecendo, trabalhar juntos, ver a empresa como um todo;

Aproveitar as oportunidades e enfrentar as ameaças, buscar estratégias para competir no mercado e estar a frente da concorrência, como menciona o livro Oceano Azul e Vermelho.
A estratégia organizacional é vital para o sucesso e perpetuação de uma empresa ou negócio.

Mintzberg compilou as diferentes vertentes e pensadores num único livro, dividindo as dez escolas de estratégia em três categorias:

Escolas Prescritivas:
Escola do Design, Escola do Planejamento, Escola do Posicionamento;
Escolas Descritivas:
Escola Empreendedora, Escola Cognitiva, Escola do Aprendizado, Escola do Poder, Escola Cultural e Escola Ambiental;
Escola Configurativa:
Escola da Configuração.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
1- Escola do Design:

A formação de estratégia é vista como um processo de concepção;

Busca uma adequação entre as capacidades internas e as possibilidades externas, a fim de posicionar a empresa em seu ambiente;

A responsabilidade pela percepção e controle da concepção estratégica é do executivo principal da organização;

Exemplo: Fazer análise do ambiente utilizando a ferramenta Matriz SWOT, a fim de avaliar os pontos fortes e fracos da situação interna e as ameaças e oportunidades da situação externa, para criar/gerar a base da estratégia da empresa.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
6-Escola de Aprendizado:

A formação da estratégia é vista como um processo emergente, que procede do comportamento que estimula o pensamento retrospectivo para que se possa compreender a ação;

A estratégia realiza-se ao longo do tempo, através de seus membros, individualmente ou coletivamente sendo assim, o papel da liderança é gerenciar o processo de aprendizado.

Exemplo: Os operários que trabalhavam no processo de fabricação de creme dental possuíam uma solução mais simples e barata do que os engenheiros para o problema de caixas de creme dental vazias, pois obtinham o conhecimento tácito do processo.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
3-Escola de Posicionamento:


A formação de estratégia é vista como um processo analítico onde o administrador faz uma análise de dados estatísticos passados, a fim de planejar o futuro;


Michael Porter foi o impulsionador desta escola, contribuindo com ferramentas como as "cinco forças de Porter", que influenciam a concorrência;



O papel desta escola é apoiar o processo de formulação de estratégia, e não criar estratégias, pois a análise de dados é um processo estático e ordenado.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
Exemplo: Fazer análise da atratividade/competitividade de um setor, descrevendo as 5 forças de Porter referente ao negócio, a fim de analisar a rivalidade dos concorrentes, as ameaças de novos entrantes, a ameaça de produtos substitutos, o poder de barganha dos fornecedores e dos clientes. A partir da análise dos resultados, é possível pensar numa estratégia competitiva para entrar ou manter-se no mercado.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
8-Escola Cultural:

A formação da estratégia é vista como um processo coletivo, de interação social, baseado nas crenças e nas interpretações comuns aos membros de uma organização, as quais são adquiridas através de um processo de aculturação ou socialização;

A estratégia assume a forma de uma perspectiva inconsciente e de interação social. Nesta visão, é difícil criar novas estratégias, pois dependem da aceitação cultural e consenso de expectativas.

Exemplo: Uma estratégia de fusão de empresas pode acarretar em confronto de diferentes culturas. As diferenças culturais menos evidentes podem servir para desfazer a união.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
2-Escola de Planejamento:


A formação da estratégia é vista como um processo formal, sustentado por técnicas, programas e planos;

É feito um estudo formal para "pensar a estratégia".



Exemplo: As atividades de controle desenvolvidas pelo setor de Planejamento e Controle de Produção (PCP) de uma empresa. A partir de uma análise delas é possível verificar os pontos a melhorar na empresa, como por exemplo, melhorar a programação da produção de um setor químico com produção em bateladas.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
9-Escola Ambiental:


A formação da estratégia é vista como um processo reativo. A organização é passiva, reage ao ambiente, isto é, cria estratégias a partir do que o ambiente apresenta.

Os processos de estratégias são desenvolvidos pela percepção que se tem do ambiente.


Exemplo: Um pequeno mercado num determinado bairro trabalha a anos no mesmo ritmo e não se preocupa em melhorar processos. Num determinado momento, abre um novo mercado concorrente, com maior diversidade de produtos. Ao perceber que o ambiente mudou, o mercadinho antigo reage com lançamento de promoções e busca adequar-se a nova realidade, melhorando seu empreendimento.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
4-Escola Empreendedora:


A formação de estratégia é vista como um processo visionário, está na mente do líder, o empreendedor que tem uma visão de futuro da organização e um senso de direção a longo prazo;

As estratégias visionárias são pró-ativas, com liderança personalizada, o que possibilita inovações e diferenciação para a organização.

Exemplo: Pequenas empresas que são administradas pelo próprio dono e criador do negócio são dependentes das idéias e visões dele para formular estratégias de concorrência.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
7-Escola do Poder:


A formação da estratégia é vista como um processo de negociação, utilizando a influência do poder e da política;

A dimensão política pode ter um papel positivo na organização, pois possibilita mudanças necessárias bloqueadas pelas formas mais estabelecidas e legítimas de influência.

Exemplo: Vários municípios solicitam recursos federais para financiar obras e todos se enquadram nos pré-requisitos definidos, porém os recursos são limitados e não será possível atender a todos. Os prefeitos que possuem influência política com os governantes, terão mais probabilidade de conseguir os recursos para seu município.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
5-Escola Cognitiva:


A formação de estratégia é vista como um processo mental;

É o estudo de como os indivíduos processam as informações vindas do ambiente e formulam uma estratégia na mente;

É preciso compreender a mente humana para compreender a formação da estratégia.

Exemplo: Perante um ambiente em crise econômica, o estrategista de uma empresa utiliza seu conhecimento relacionando-o com a percepção do ambiente, e formula uma estratégia de sobrevivência financeira para a empresa.
Alison, Elaine, Gabriela e Lucas Pauli
As 10 Escolas da Administração Estratégica
A estratégia organizacional é vital para o sucesso e perpetuação de uma empresa ou negócio.

Mintzberg compilou as diferentes vertentes e pensadores num único livro, dividindo as dez escolas de estratégia em três categorias:

Escolas Prescritivas:
Escola do Design, Escola do Planejamento, Escola do Posicionamento;
Escolas Descritivas:
Escola Empreendedora, Escola Cognitiva, Escola do Aprendizado, Escola do Poder, Escola Cultural e Escola Ambiental;
Escola Configurativa:
Escola da Configuração.
As 10 Escolas da Administração Estratégica
10-Escola da Configuração:


A estratégia é vista como um processo de transformação, através de mudanças estruturais e inovações;

As organizações são percebidas como configurações, ou seja, agrupamentos coerentes de características e comportamentos e para haver uma mudança estratégica, a organização tem que mudar de configuração, ocorrendo assim, uma transformação da organização.

Exemplo: A empresa Fujifilm trabalhava com filmes fotográficos e mudou radicalmente sua estratégia a fim de adaptar-se às novas tecnologias do mercado fotográfico: passou a comercializar máquinas digitais ao invés dos filmes fotográficos.
Considerações finais
Segundo Mintzberg, qualquer processo de formulação estratégica no mundo real poderá incluir uma ou mais escolas de pensamento estratégico, dependendo da atual conjuntura em que vive a empresa.

Assim, as dez escolas de estratégia contribuem para a formação da estratégia de uma empresa, pois elas se misturam e se complementam, sendo que a estratégia adotada num determinado momento ou situação deverá ser a que melhor atende a realidade da empresa.
OBRIGADO
OBRIGADO
Full transcript